Por Matheus Costa | 10/09/2018 15:44

Após um ótimo UFC 228, o matchmaker mais querido do Brasil retorna ao MMA Brasil para ajudar a desvendar os prováveis próximos passos de Sean Shelby e Mick Maynardna maior organização do mundo e mostrar possíveis caminhos para cada nome relevante do último evento do UFC.

O card principal do UFC 228 teve Tyron Woodley mostrando o porque de ser o campeão com o maior número de defesas consecutivas, Jéssica Andrade nocauteando brutalmente Karolina Kowalkiewicz para se consolidar no topo da categoria dos palhas e Zabit Magomedsharipov demonstrando que seu potencial ofensivo é absurdo ao finalizar Brandon Davis de forma genial.

Enquanto isso, na porção preliminar do evento, Jimmie Rivera e John Dodson decepcionaram em um combate que poderia ser muito mais do que realmente foi. E como não citar a atuação impecável de Tatiana Suarez, que passou por cima de Carla Esparza e provou que chegou de vez ao topo da categoria dos palhas.

Cabe a este humilde escriba, que estreia nesse formato substituindo João Gabriel Gelli, dar uma luz aos próximos passos de cada lutador ou lutadora envolvido nesse card.

Tyron Woodley contra Colby Covington

Não há muito o que se falar sobre o futuro do cinturão dos meios-médios. Woodley, que deveria ter enfrentado o então campeão interino da categoria originalmente, derrotou Darren Till de forma indiscutível e agora deverá enfrentar Colby Covington. Este é um combate interessante em várias circunstâncias, seja dentro ou fora do octógono. Colby perdeu o cinturão interino da categoria por recusar o confronto com o campeão linear em tal data, mas desta vez o combate enfim deve sair do papel.

Darren Till contra Brad Tavares

É óbvio que o inglês Darren Till não irá durar muito na categoria dos meios-médios por conta de sua longa estatura e a dificuldade que passa para bater o peso. Por que não antecipar logo sua inevitável subida para a categoria dos médios? Till poderia enfrentar Brad Tavares em sua estreia nos médios. O americano faz parte do top 15, é um bom teste para o inglês e oferece um bom estilo de luta para testar as capacidades do ex-desafiante para a categoria de até 84kg.

Jéssica Andrade contra Rose Namajunas

Após brutalizar o queixo de Karolina Kowalkiewicz, é praticamente impossível negar uma disputa de cinturão para a brasileira Jéssica Andrade. A “Bate-Estaca” está na segunda colocação do ranking e só fica atrás da ex-campeã Joanna Jedrzejczyk, que já foi derrotada duas vezes consecutivas pela atual campeã dos palhas e deve subir para a categoria dos moscas e enfrentar Valentina Shevchenko pelo cinturão. Então, só uma lesão grave pode tirar a brasileira da sua segunda disputa de cinturão na categoria.

Zabit Magomedsharipov contra Chad Mendes

Eu amo um homem chamado Zabit Magomedsharipov. O russo é inegavelmente um possível futuro campeão dessa divisão e possui um talento absurdo para sua idade e estatura. Brandon Davis tentou, mas Zabit tirou uma fantástica chave de joelho da cartola e literalmente levou a perna do americano para casa. Agora, está na hora de finalmente testá-lo contra o topo da categoria. Nada melhor do que o ex-desafiante Chad Mendes, que acabou de voltar de suspensão do doping nocauteando Myles Jury no primeiro round, para testar Magomedsharipov e fazer uma grande luta.

Tatiana Suarez contra vencedora de Claudia Gadelha/Nina Ansaroff

Como bem disse Carla Esparza na semana da luta, Tatiana Suarez é a versão feminina de Khabib Nurmagomedov. A americana atropelou Esparza ao longo de três rounds e provou para todos que está pronta para se lançar ao topo da categoria. Se o UFC não tivesse marcado Gadelha e Ansaroff há pouco tempo, eu diria que Suarez já teria que enfrentar Claudia Gadelha porque é um confronto mais lógico do que contra Ansaroff. Entretanto, Suarez pode esperar um pouco e enfrentar a vencedora desse combate, possivelmente com uma futura disputa de cinturão em jogo.

Além dos duelos acima, seguem algumas sugestões para os outros lutadores(as) envolvidos no UFC 228:

Karolina Kowalkiewicz vs. Tecia Torres

Brandon Davis vs. Jay Cucciniello

Jimmie Rivera vs. Dominick Cruz

Aljamain Sterling vs. John Dodson

Abdul Razak Al-Hassan vs. Bryan Barberena

Niko Price vs. Warlley Alves

Carla Esparza vs. Cortney Casey

Geoff Neal vs. Jordan Mein

Frank Camacho vs. demissão

Darren Stewart vs. Marvin Vettori

Diego Sanchez vs. Randy Brown

Craig White vs. demissão

Jim Miller vs. John Makdessi

Alex White vs. demissão

Irene Aldana vs. Bethe Correia

Lucie Pudilova vs. Gina Mazany

Jarred Brooks vs. Ulka Sasaki

Roberto Sanchez vs. Hector Sandoval

E aí? Curtiram os casamentos? Deixem suas sugestões nos comentários.

Editor do MMA Brasil. Fundador e editor-chefe do extinto Olimpo MMA. 20 anos, carioca, fanático por esportes.