MMA Brasil Matchmaker: Lutas a casar após o UFC 225

O UFC realizou seu melhor card do ano até o momento com o UFC 225. Apesar de ser marcado por uma série de decisões, o evento entregou excelentes lutas. Entre elas, esteve a principal, entre Robert Whittaker e Yoel Romero. Além disso, o segundo duelo mais importante da noite foi a disputa do cinturão interino dos meios-médios entre Colby Covington e Rafael dos Anjos.

Agora, passado o evento, chega a hora de incorporar o matchmaker interno e analisar o que o futuro reserva aos principais envolvidos nas lutas de sábado.

Robert Whittaker contra Kelvin Gastelum

Mesmo sem o cinturão em jogo, Robert Whittaker e Yoel Romero se entregaram de maneira incrível na luta principal do UFC 225. Apesar de ter levado dois knockdowns, o campeão conseguiu vencer três rounds e saiu com o triunfo por decisão dividida. Pensando em seu futuro, a grande verdade é que ninguém se incomodaria de ver uma trilogia com Romero, uma vez que os dois protagonizaram dois combates muito bons. No entanto, como o cubano não bateu o peso para suas duas últimas lutas por título, a ideia é que Whittaker finalmente faça a sua primeira defesa ao encarar Kelvin Gastelum.

Outras opções: Yoel Romero ou Chris Weidman

Yoel Romero contra Alexander Gustafsson

Pela terceira vez seguida, Yoel Romero esteve agendado para uma disputa de cinturão do peso médio. Contudo, pela segunda oportunidade consecutiva, não bateu o peso e, dessa vez, saiu derrotado. Já aos 41 anos, Romero deve estar se aproximando do fim da carreira, mas a explosão física ainda parece estar presente. Por isso, a proposta aqui é que pare de se desgastar tanto com o corte de peso e suba para os meios-pesados, onde pode chegar de forma direta em uma eliminatória contra Alexander Gustafsson.

Outra opção: Robert Whittaker

Colby Covington contra Tyron Woodley

Na disputa do cinturão interino dos meios-médios, Colby Covington teve atuação maiúscula ao aplicar pressão de maneira ininterrupta e não dar brechas para que Rafael dos Anjos pudesse atacar. Assim, conseguiu quedas e dominou os rumos da luta, o que lhe rendeu a vitória por decisão unânime e o título. Para seu próximo compromisso, o único caminho possível é uma unificação, na qual terá Tyron Woodley pela frente.

Rafael dos Anjos contra Jorge Masvidal

Rafael dos Anjos teve a chance de se tornar o primeiro brasileiro a conquistar cinturões em duas categorias diferentes no UFC. Entretanto, ele passou por muitas dificuldades para lidar com o jogo de pressão incessante de Colby Covington e saiu derrotado por decisão. Isto significa que terá que dar um passo atrás no momento antes de tentar lutar pelo título da nova divisão mais uma vez. Este caminho pode ser iniciado em um duelo com Jorge Masvidal.

Holly Holm contra Cris Cyborg

Com algumas dificuldades de quebrar a distância em pé, Holly Holm mostrou suas habilidades na luta agarrada para se aproveitar do grande defeito de Megan Anderson e dominar, sobretudo nos últimos rounds, que contaram com múltiplas passagens pela montada. Dessa forma, a ex-campeã do peso galo garantiu um largo triunfo por decisão e agora tem Cris Cyborg como adversária óbvia, em uma revanche do UFC 219, quando a brasileira vitoriosa.

Curtis Blaydes contra o vencedor de Júnior Cigano – Blagoy Ivanov

Seguindo a tônica do evento, Curtis Blaydes foi mais um a adicionar o nome mais relevante ao seu retrospecto. Ele usou bem seu forte jogo de quedas e controle posicional para superar Alistair Overeem com violentas cotoveladas que forçaram a interrupção no terceiro round. Isto o levou ao quinto triunfo e uma vaga na elite do peso pesado. Como Stipe Miocic e Daniel Cormier estão agendados para disputar o cinturão e Alexander Volkov está encaminhado como o desafiante seguinte, Blaydes pode encarar o vencedor do duelo entre Júnior Cigano e Blagoy Ivanov em um combate para credenciá-lo a tentar conquistar o título.

Claudia Gadelha contra Michelle Waterson

Depois da derrota para Jessica Bate-Estaca, Claudia Gadelha decidiu tirar um tempo de descanso e retornou apenas no UFC 225, quando finalmente enfrentou Carla Esparza e saiu vitoriosa por decisão dividida. Uma das melhores lutadoras do peso palha, ela pode ter alguma chance de disputar o cinturão no médio prazo se conseguir uma boa sequência de vitórias. Já com Esparza no cartel, pode encarar outro bom nome em Michelle Waterson para chegar ainda mais perto de mais uma tentativa de conquistar o título.

Mirsad Bektic contra o vencedor de Renato Moicano – Cub Swanson

Em uma grande oportunidade, Mirsad Bektic conseguiu a vitória mais importante de sua carreira quando teve algumas dificuldades, mas superou um difícil teste em Ricardo Lamas. Com isso, pode tentar avançar ainda mais na categoria dos penas, se aproximando da elite e uma potencial luta por cinturão. Pensando nisso, encarar o vencedor do embate entre Renato Moicano e Cub Swanson pode ser um caminho interessante.

Sergio Pettis contra Jussier Formiga

A maior vitória da carreira de Sergio Pettis veio na noite deste sábado, com um triunfo por decisão dividida sobre o duas vezes ex-desafiante Joseph Benavidez. Assim, ele deixou o revés diante de Henry Cejudo para trás e manteve seu nome na discussão da elite da divisão ao ser o primeiro que não se chama Demetrious Johnson a superar Benavidez nela. Com isso, pode estar próximo de uma disputa de cinturão no peso mosca, com um duelo com Jussier Formiga podendo credenciar o vencedor para tal.

Joseph Benavidez contra Ben Nguyen

Pela primeira vez em sua carreira, Joseph Benavidez foi derrotado por um adversário que não fosse Dominick Cruz e Demetrious Johnson. Seu mais novo algoz foi Sergio Pettis, que o superou em decisão dividida mais clara que o resultado demonstra. Com sua sequência de seis vitórias encerrada, Benavidez se apresenta em um momento de descendente na carreira, que ruma para sua parte final. Para sua próxima aparição, o ideal é verificar se seu atleticismo está realmente em fase avançada de declínio ou se o tempo afastado por lesão teve muita influência no desempenho abaixo de sua média e um embate contra Ben Nguyen pode ser interessante para avaliar isto.

Além dos duelos acima, seguem algumas sugestões para os outros envolvidos no card de sábado:

Megan Anderson vs. alguma peso pena que ainda não está no UFC

Tai Tuivasa vs. Alistair Overeem

Andrei Arlovski vs. Justin Willis

Mike Jackson vs. risos

CM Punk vs. risos²

Carla Esparza vs. Cortney Casey

Ricardo Lamas vs. perdedor de Darren Elkins – Alexander Volkanovski

Chris de la Rocha vs. Walt Harris

Rashad Coulter vs. demissão

Anthony Smith vs. Paul Craig

Rashad Evans vs. aposentadoria

Charles do Bronx vs. Joseph Duffy

Clay Guida vs. Jim Miller

Dan Ige vs. Kyle Bochniak

Mike Santiago vs. demissão

E aí? Curtiram os casamentos? Deixem suas sugestões nos comentários.