Por João Gabriel Gelli | 05/03/2018 01:54

O UFC 222 passou por uma momento de incerteza após a lesão de Max Holloway, mas acabou sendo um card interessante, que contou com a segunda defesa de Cris Cyborg do cinturão do peso pena, ao encarar Yana Kunitskaya. Além disso, Frankie Edgar e Brian Ortega duelaram em clara eliminatória da versão masculina da categoria da luta principal.

Agora, passado o evento, chega a hora de incorporar o matchmaker interno e analisar o que o futuro reserva aos principais envolvidos nas lutas de sábado.

Cris Cyborg contra Megan Anderson

Para surpresa de ninguém, Cris Cyborg pouco demorou para nocautear Yana Kunitskaya e defender o cinturão peso pena pela segunda vez. Com uma divisão praticamente inexistente, Cyborg ainda deve encarar concorrência da categoria de baixo muitas outras vezes. Uma possibilidade pode ser a campeã Amanda Nunes, mas a sugestão aqui é que enfrente alguma lutadora já adaptada ao peso em Megan Anderson.

Yana Kunitskaya contra Bethe Correia

Campeã do peso galo do Invicta FC, Yana Kunitskaya foi contratada pelo UFC e logo colocada para desafiar Cris Cyborg na luta principal do evento. Conforme o esperado, ela não resistiu por muito tempo e terminou nocauteada ainda no round inicial. Agora, ela pode retornar para sua real categoria e começar a desenvolver sua carreira na organização no lugar correto, o que pode acontecer em um embate com Bethe Correia.

Brian Ortega contra Max Holloway

Após a lesão de Max Holloway, Brian Ortega aceitou encarar Frankie Edgar com pouco menos de um mês dísponivel para se preparar. No entanto, o tempo reduzido e o alto nível do oponente não foram limitantes para Ortega, que se tornou o primeiro a nocautear Edgar, ao anotar um violento uppercut no final do primeiro round. Esta foi sua sexta vitória no UFC e sem dúvidas a mais importante, em uma eliminatória clara e que lhe deixou como o inquestionável próximo desafiante de Holloway.

Frankie Edgar contra Darren Elkins

Pela primeira vez em sua carreira, Frankie Edgar foi derrotado por interrupção ao ser nocauteado contra Brian Ortega na luta coprincipal do UFC 222. Neste momento, muitos possivelmente pedirão para que Edgar desça para os galos, mas ele nunca discutiu com maior seriedade tal movimento e já está com a idade um tanto avançada para isso, o que faz parecer com que o provável é que se mantenha no peso pena, onde este revés deve atrasar seu plano. Apesar disso, é de se esperar que duas ou três vitórias relevantes lhe credenciem para uma nova chance de disputar o cinturão. Para começar esta nova trajetória, um embate com Darren Elkins é a sugestão.

Ketlen Vieira contra a vencedora de Amanda Nunes – Raquel Pennington

A rápida ascensão de Ketlen Vieira no UFC teve mais um capítulo no UFC 222. Nele, a amazonense derrubou Cat Zingano repetidamente e controlou o duelo que abriu o card principal para triunfar em uma decisão dividida inexplicável. Esta foi sua quarta vitória na organização e a segunda ex-desafiante que adicionou ao seu cartel, o que a consolida como parte da elite do peso galo.

Para seu próximo passo, é preciso analisar o que deve ser feito com Amanda Nunes. Caso a campeã seja casada contra Raquel Pennington, Ketlen deve esperar a vencedora. No entanto, se Amanda for colocada para enfrentar Cyborg, Vieira pode se ver em uma eliminatória com Pennington. Entre as opções, a preferida é que tenha garantido seu posto de desafiante sem precisar lutar mais um vez.

John Dodson contra o vencedor de Aljamain Sterling – Brett Johns

Em uma decisão dividida, John Dodson se livrou da sequência de duas derrotas na qual se encontrava ao superar Pedro Munhoz. Dessa forma, deve continuar sua busca por uma série maior de vitórias no peso galo, ao encarar aquele que sair como ganhador do embate entre Aljamain Sterling e Brett Johns.

Além dos duelos acima, seguem algumas sugestões para os outros envolvidos no card de sábado:

Sean O’Malley vs. Damian Stasiak

Andre Soukhamthath vs. demissão

Andrei Arlovski vs. Justin Ledet

Stefan Struve vs. Tai Tuivasa

Cat Zingano vs. Irene Aldana

Mackenzie Dern vs. Xiaonan Yan

Ashley Yoder vs. demissão

Alexander Hernandez vs. David Teymur

Beneil Dariush vs. Clay Guida

CB Dolloway vs. Dan Kelly

Hector Lombard vs. demissão

Zak Ottow vs. Mickey Gall

Mike Pyle se aposentou

Cody Stamann vs. Rob Font

Bryan Caraway vs. Pedro Munhoz

Jordan Johnson vs. perdedor de Patrick Cummins – Corey Anderson

Adam Milstead vs. Jeremy Kimball

E aí? Curtiram os casamentos? Deixem suas sugestões nos comentários.

Matchmaker do MMA Brasil, fanático por esportes, mesmo sem botá-los em grande prática. Fã de MMA, NFL, estudante de Engenharia e viciado em séries.