MMA Brasil Matchmaker: Lutas a casar após o UFC 209

O UFC 209 foi um grande evento, apesar do desfecho desanimador. Agora é hora de avaliar os próximos passos para os principais envolvidos no card.

O UFC 209 perdeu a luta mais esperada por grande parte do fãs pouco antes da pesagem. No entanto, o evento liderado pela revanche entre Tyron Woodley e Stephen Thompson entregou momentos espetaculares, com belos nocautes, finalizações e duas viradas históricas, apesar de uma luta principal lamentável.

LEIA MAIS No excelente UFC 209, Tyron Woodley mantém cinturão em luta totalmente esquecível

Agora, passado o evento, chega a hora de incorporar o matchmaker interno e analisar o que o futuro reserva aos principais envolvidos nas lutas de sábado.

Tyron Woodley contra o vencedor de Demian Maia-Jorge Masvidal

Em uma luta dantesca, Tyron Woodley venceu Stephen Thompson de maneira controversa por decisão majoritária, mesmo tendo feito quase nada durante os 25 minutos de duelo. Com isso, ele efetuou a segunda defesa do cinturão dos meios-médios, mas, com um empate e um triunfo contestável, pode-se dizer que ainda tem algo a provar em seu próximo compromisso.

Em teoria, o desafiante seguinte de Woodley deveria ser Demian Maia. No entanto, o brasileiro recentemente aceitou um duelo em maio contra Jorge Masvidal, no UFC 211. Dessa forma, o vencedor deste embate deve ser o próximo a enfrentar o campeão. Contudo, vale lembrar que Georges St. Pierre retornou de sua aposentadoria e vai enfrentar Michael Bisping pelo título da categoria de cima, mas depois deve retornar para a divisão na qual reinou durante sua carreira. Como a luta com Bisping ainda não tem data definida, mas acontecerá no segundo semestre, não contaremos com a presença do canadense na equação no momento. Quando maiores informações forem reveladas, um cenário melhor pode ser avaliado.

Stephen Thompson contra Neil Magny

Depois de acumular sete vitórias consecutivas, Stephen Thompson viu sua primeira chance de conquistar o cinturão dos meios-médios ser frustrada em novembro do ano passado, no UFC 205. Após receber uma nova oportunidade, no UFC 209, ele não conseguiu puxar o gatilho e acabou derrotado no segundo combate contra Tyron Woodley. Assim, seus avanços na categoria foram frustrados por enquanto e ele precisará refazer seu caminho para disputar o título novamente. Para recomeçar a caminhada, a sugestão é por um duelo com Neil Magny, que vem de vitória sobre Johny Hendricks e triunfou em quatro de seus últimos cinco compromissos.

Alistair Overeem contra Francis Ngannou

Apesar de ter sofrido com uma infecção alimentar na véspera da luta, conforme exposto por Dana White na coletiva pós-evento, Alistair Overeem realizou uma de suas melhores exibições até agora no UFC e conseguiu nocautear Mark Hunt no terceiro round. Com isso, ele se recuperou da derrota em seu último compromisso, quando disputou o cinturão dos pesados, e se manteve como um top 5 bem estabelecido na divisão. No entanto, com os outros principais nomes da categoria já agendados ou lesionados, Overeem deve retornar ao papel de porteiro para sua próxima luta e encarar um nome ascendente. Assim, o camaronês Francis Ngannou, a quem o próprio holandês pediu, surge como a opção.

Outra opção: Derrick Lewis.

Mark Hunt contra o vencedor de Daniel Omielanczuk-Tim Johnson

A luta que abriu a porção principal do evento viu Mark Hunt ser nocauteado por Alistair Overeem no terceiro round, resultado que o deixou numa situação estranha. Ele está envolvido numa batalha nos tribunais contra a Zuffa e Dana White, mas segue como empregado do UFC. Além disso, já acumula muitos danos sofridos e não aparenta mais ter muita vontade de seguir lutando, com idade já avançada. Apesar da aposentadoria ser uma rota possível, Hunt ainda tem capacidade de vencer alguns nomes mais abaixo na escala dos pesos pesados e deve seguir lutando pelo curto prazo, podendo ter como adversário em seu próximo compromisso o vencedor do embate entre Daniel Omielanczuk e Tim Johnson.

Outra opção: aposentadoria.

Darren Elkins contra Yair Rodriguez

Em uma das maiores viradas da história do MMA, Darren Elkins sobreviveu a uma surra inapelável no primeiro round e a um amplo domínio no segundo para voltar no terceiro e nocautear o promissor Mirsad Bektic. O feito altamente improvável interrompeu quase quatro anos sem vitórias pela via rápida dolorosa por parte de Elkins, que chegou ao quarto triunfo consecutivo, abatendo três nomes em ascensão na categoria dos penas em sequência. Com isso, o veterano deve avançar na categoria, mas seguir enfrentando adversários promissores ao ser casado com Yair Rodriguez, em um embate que deve qualificar o vencedor para um confronto no top 5.

Além dos duelos acima, seguem algumas sugestões para os outros envolvidos no card de sábado:

David Teymur vs. Stevie Ray
Lando Vannata vs. Frankie Perez
Dan Kelly vs. Johny Hendricks
Rashad Evans vs. Lyoto Machida
Cynthia Calvillo vs. Jamie Moyle
Amanda Cooper vs. Ashley Yoder
Marcin Tybura vs. Oleksiy Oliynyk
Luiz Henrique KLB vs Mark Godbeer
Mirsad Bektic vs. Dennis Siver
Iuri Marajó vs Johnny Eduardo
Luke Sanders vs. Albert Morales
Daniel Spitz vs. Tai Tuivasa
Tyson Pedro vs. Marcos Pezão
Paul Craig vs. Joachim Christensen
Andre Soukhamthath vs. Kwan Ho Kwak

E aí? Curtiram os casamentos? Deixem suas sugestões nos comentários.