MMA Além do UFC traz o melhor card do ano, o evento final do Bellator em 2016, um super prospecto e muito mais

MMA Além do UFC traz o melhor card do ano, o evento final do Bellator em 2016, um super prospecto e muito mais
MMA

Não é sempre que um fim de semana reúne tantos pontos positivos. O super prospecto Tom Duquesnoy, Bellator na Irlanda com King Mo na luta principal e o ACB 50, o melhor evento do ano no cenário regional, movimentam esta edição do MMA Além do UFC.

O fim de 2016 está chegando e uma das semanas mais interessantes do ano no MMA Além do UFC se aproxima, com o melhor card organizado por uma promoção que não seja o UFC. Além disso, o Bellator realizará seu último evento antes de 2017 e um personagem do Radar MMA Brasil faz mais uma exibição.

Sexta-feira, 16/12: Fight Nights Global 57

O Fight Nights Global 57 fecha o ano para a organização russa ao trazer a segunda semifinal do torneio dos pesos pesados em sua luta principal. O Baby Fedor Kirill Sidelnikov (10-4) encara Baga Agaev (28-18) pelo direito de duelar com Sergey Pavlovich pelo título em 2017.

Outras lutas para ficar de olho:

Alexey Ivanov (8-3) vs Gennadiy Kovalev (15-5)

Saigid Izagahmayev (7-0) vs Nikolay Aleksakhin (18-4)

Sexta-feira, 16/12: BAMMA 27

O BAMMA 27 funcionará como uma dobradinha da organização britânica com o Bellator, que será discutido logo mais. O evento promoverá três disputas de cinturão, sendo a primeira delas pelo título dos galos, com o campeão e mais recente personagem do Radar MMA BrasilTom Duquesnoy (13-1), duelando com o dono do título britânico, o norte-irlandês Alan Philpott (16-8). Esta será a última luta do contrato de Duquesnoy com o BAMMA e o chamado do UFC deve vir logo em seguida.

Também estarão em jogo os títulos vagos dos meios-pesados e leves. O primeiro será disputado pelo participante do TUF 19 Chris Fields (11-7-1) e Andy Clamp (8-1). Já o segundo colocará Jai Herbert (4-0) e Rhys McKee (4-0) frente a frente.

Sexta-feira, 16/12: Bellator 169

Último card da organização em 2016, o Bellator 169 dá continuidade à expansão internacional da promoção. Com o BAMMA 27 funcionando como um preliminar, o evento contará com o combate entre os meios-pesados King Mo (19-5) e Satoshi Ishii (14-6-1) na luta principal, que deve valer uma revanche contra o campeão Phil Davis para o primeiro em caso de vitória.

Completando a programação estão os duelos entre o dono da casa James Gallagher (4-0) e Anthony Taylor (1-1), Daniel Weichel (37-9) e Brian Moore (9-4), o ex-campeão dos galos do BAMMA Shay Walsh (14-4) e Luiz Kbelinho (12-4-1) e Sinead Kavanagh (3-0) e Elina Kallionidou (5-0).

Transmissão para o Brasil: Fox Sports a partir de meia-noite.

Sábado, 17/12: FFC 27

O FFC 27 marca o retorno da organização croata ao seu país de origem, com um card composto por seis disputas de cinturão, das quais a principal será a revanche entre o campeão Darko Stosic (9-1) e Dion Staring (34-13) pelos pesados. O campeão dos penas e ex-UFC Filip Pejic (11-2-1) defende seu posto contra James Brum (18-4). Os outros títulos em jogo estão sem dono. Confira a lista de confrontos abaixo:

Meios-pesados: Maro Perak (25-6-1) vs Jeremy Kimball (13-5)

Médios: Pavel Doroftei (18-3) vs David Mitchell (21-6)

Meios-médios: Ivica Truscek (31-28) vs Roberto Soldic (7-2)

Leves: Luka Jelcic (8-2) vs Danilo Belluardo (6-1)

Domingo, 18/12: ACB 50

Três semanas depois de ser escolhida pela coluna como a melhor organização do MMA regional, o ACB promove o melhor evento do ano no cenário além do UFC. O ACB 50 chega com quatro títulos em jogo, com todas as lutas apresentando nomes fortes do leste europeu e alguns grandes prospectos. Como se isso não bastasse, são incontáveis lutas bem casadas, que prometem muita ação na tarde de domingo.

A luta principal terá o campeão dos pesados, Salimgerey Rasulov (15-6), colocando seu posto em disputa ao enfrentar um dos melhores lutadores da categoria fora do UFC, Denis Goltsov (18-4), que vem de duas ótimas vitórias pela organização em 2016 e busca o décimo quarto confronto seguido. O vencedor deve receber o chamado de uma organização de grande porte.

No segundo combate mais importante do evento, o cinturão vago dos meios-médios será disputado. Os candidatos a recebê-lo são o polonês Aslambek Saidov (19-4), ex-campeão do KSW, e Brett Cooper (22-12), veterano do Bellator. Outro título em jogo é o dos galos. Vindo de uma das melhores lutas do ano em março quando conquistou a tão cobiçada peça de couro e ouro contra Petr Yan, Magomed Magomedov (13-1) defende seu reinado pela primeira vez ao encarar Oleg Borisov (18-1-1) em um embate que promete muitas reviravoltas e coloca frente a frente dois dos melhores atletas que o cenário russo tem a oferecer.

Para completar as lutas por cinturão, o título dos penas, que ficou sem dono recentemente quando o então campeão Zabit Magomedsharipov assinou com o UFC, será colocado em disputa. Para tentar conquistá-lo estarão o jovem prospecto Yusup Raisov (9-0) e o veterano de 40 anos Marat Balaev (6-0).

Contudo, não é só de disputas de cinturão que vive o ACB 50. Dentre os principais combates casados sem implicações imediatas de título, o mais interessante é o entre os médios Vyacheslav Vasilevsky (38-5) e Albert Duraev (9-3). O primeiro vem de derrota na final do torneio do M-1 contra Alexander Shlemenko, enquanto o segundo era o campeão da categoria de baixo, mas não bateu o peso para sua última luta, perdeu o posto e se viu obrigado a subir de categoria. Outro combate excelente é entre os pesos leves Musa Khamanaev (17-4) e Saul Rodgers (12-1), que deve funcionar como uma eliminatória para decidir o próximo desafiante de Abdul-Aziz Abdulvakhabov.

Seria possível ficar mais alguns parágrafos enumerando os grandes confrontos que se espalham por todo o evento, mas fiquem aqui com uma lista dos outros casamentos para se ficar de olho no domingo:

Beslan Isaev (35-8) vs Marcelo Grilo (17-7)

Aleksei Butorin (10-1) vs Jake Bostwick (18-8)

Igor Svirid (10-3) vs Yasubey Enomoto (15-8)

Tiger Sarnavskiy (34-5) vs Ramazan Esenbaev (10-2-1)

Ed Arthur (8-2) vs Tural Ragimov (11-3)

Mukhamed Kokov (9-2) vs Carlos Mistoca (12-2)

Ilya Sheglov (5-1) vs Wallyson Maguila (8-1)

Domingo, 18/12: Pancrase 283

O Pancrase 283 terá como luta principal a disputa do título dos palhas entre o campeão Mitsuhisa Sunabe (27-7-4) e Daichi Kitakata (16-7-1). No segundo duelo mais importante do evento, o ex-Bellator Isao Kobayashi (19-6-1) retorna a organização contra Hiroyuki Takaya (21-13-2). Além disso, os brasileiros também marcarão presença no Japão. Marlon Sandro (26-7-2) duela com Koyomi Matsushima (6-1), Valmir Bidú (15-4) enfrenta Genpei Hayashi (8-4-1) e Rogério Bontorin (10-0) encara Takeshi Kasugai (20-4-1)

Domingo, 18/12: Shooto Brasil 68

O duelo pelo titulo dos moscas liderará o Shooto Brasil 68. Para disputá-lo, foram escalados Jafel Filho (8-1) e Eric Panterinha (7-1-1). Além disso, o veterano do TUF Brasil 4 Erick Índio Brabo (19-4) encara Jeremias Henrique (6-1) em busca da quinta vitória seguida após o término do programa.

Outros duelos para ficar de olho:

Natalício Mototaxista (4-1) vs Vinícius Mamute (4-0)

Kauã Fernandes (4-0) vs Eduardo Tubarão (4-0)

Edilson Teixeira (21-11-2) vs Luan Luiz Lacerda (5-1)

Transmissão para o Brasil: Canal Combate a partir das 19:00h

Resultados da semana passada:

O RFA 46 marcou a despedida da organização, que se fundiu com o Legacy FC e passou a integra o LFA, que estreia no ano que vem. Na luta principal do evento, Jordan Johnson usou do wrestling para dominar LeMarcus Tucker e conquistar o cinturão dos meios-pesados.

Pelo Fight Nights Global 56, o brasileiro Maiquel Falcão passou por alguns problemas no começo da luta, mas conseguiu se aproveitar da vantagem que tinha na luta agarrada e impôs a primeira derrota da carreira de Vladmir Mineev.

No combate coprincipal, que valia o cinturão dos leves, Magomedsaygid Alibekov superou Nariman Abbasov por decisão unânime.

O M-1 Challenge 73 viu Ramazan Emeev se consolidando ainda mais como um dos melhores pesos médios fora do UFC ao bater um de seus principais concorrentes ao posto, o russo Anatoly Tokov. Ao contrário do que se esperava, a luta não valeu pelo cinturão de Emeev pelo fato de que o contrato de Tokov com a organização era de apenas um combate.

Na luta principal do card, Magomed Idrisov conquistou a maior vitória de sua carreira ao nocautear Ivan Buchinger no primeiro round e interromper a sequência de dez vitórias do eslovaco. Infelizmente, Idrisov não bateu o peso e, por isso, não levou o título dos penas para casa, que permaneceu com Buchinger. Tudo isto leva a crer que uma revanche deve estar nos planos da organização para o começo de 2017.

  • James sousa

    vou fica de olho para ver se consigo ver a luta Tom Duquesnoy , mesmo que seja em vídeo depois do evento fiquei animado pra ver uma luta dele depois que ele apareceu no radar –

  • Alex Silva

    tirando Bellator e Shooto q foram destacados no texto, algum outro evento vai ter transmissão no Brasil?

    • João Gabriel Gelli

      O ACB transmite os eventos ao vivo pelo youtube e a BandSports passa os cards do Fight Nights Global depois de terem rolado.

      • Alex Silva

        vlw!

  • Rafa FriAll

    Incrível como esses eventos russos tem sempre um ou outro lutador com cartel longo, poucas derrotas e relativamente jovens.