MMA Além do UFC tem Titan FC 40, diversos ex-UFC disputando cinturões e prospecto do Radar MMA Brasil

MMA Além do UFC tem Titan FC 40, diversos ex-UFC disputando cinturões e prospecto do Radar MMA Brasil
MMA

Em uma semana sem grandes eventos ao redor do mundo, o Titan FC 40 se destaca. Além disso, diversos antigos atletas do UFC disputam cinturões em diversas organizações e alguns fortes prospectos dão seus próximos passos.

Após uma semana muito movimentada, com eventos de alto nível, o MMA Além do UFC chega para uma edição na qual serão abordados bons prospectos e combates interessantes, mas que estarão dispersos em vários eventos .

Quinta-feira, 04/08: Tachi Palace Fights 38

Um evento na pouco tradicional quinta-feira inicia esta semana no MMA. O Tachi Palace Fights 38 chega com uma oferta de duas disputas de títulos vagos. Pelo cinturão dos leves, o ex-UFC e WSOF David Cobb (20-8) retorna de um período de mais de três anos afastado por conta de uma série de lesões e enfrenta Danny Navarro (15-6).

Já pelo posto de campeão dos moscas, que ficou vago com a participação do antigo portador do cinturão Adam Antolin no TUF 24, o ex-UFC Jared Papazian (18-12) encara Casey Kenney (4-0). Por fim, mais um antigo membro do plantel do UFC também participará do card. Trata-se de Cain Carrizosa (7-3), que duela com Matt Hagge (6-4).

Sexta-feira, 05/08: Thunder Fight 8

Dois bons nomes do cenário brasileiro disputam cinturões no Thunder Fight 8. O campeão dos meios-médios e ex-UFC Elias Silvério (12-2) defende seu posto pela primeira vez ao combater Washington Nunes (5-2). No duelo coprincipal, fazendo sua primeira luta desde que o UFC optou por não renovar seu contrato, Lucas Mineiro (16-3) enfrenta Sergio Leal (13-4) pelo título dos penas.

Sexta-feira, 05/08: Titan FC 40

Seguindo o padrão dos dois eventos anteriores, o Titan FC 40 também chega com dois títulos em jogo no melhor card da semana. A luta principal será a primeira defesa da coroa dos leves por Gesias Cavalcante (20-8-1). Seu adversário será o também brasileiro Freddy Assunção (9-1), irmão de Raphael Assunção. No segundo embate mais importante do evento teremos a disputa do cinturão interino dos moscas entre o portorriquenho Abdiel Velasquez (7-2) e o americano Jose Torres (2-0), que é um dos mais bem sucedidos lutadores de MMA amador, com dois títulos mundiais. O título linear da categoria é de posse de Tim Elliott, um dos favoritos na disputa do TUF 24.

Além disso, outros bons confrontos também compõem o evento. Desmond Green (17-5) busca sua terceira vitória em 2016 e uma disputa de título nos leves ao duelar com James Freeman (3-0); o brasileiro Anderson Berinja (14-3) encara Andrew Whitney (13-4) em uma eliminatória pelo cinturão dos galos e o duas vezes ex-desafiante dos pesados do WSOF Derrick Mehmen (19-7) enfrenta o veterano DJ Linderman (19-11).

Sexta-feira, 05/08: NEF: Dana White Lookin’ For A Fight

O New England Fights realizará uma edição de seu evento que contará com a presença do presidente do UFC Dana White, que comparecerá como parte do seu programa Lookin’ For a Fight. A luta principal trará o personagem do Radar MMA Brasil Ricardo Carcacinha (8-1) tentando se recuperar da primeira derrota da carreira ao enfrentar Alfred Khashakyan (7-2). Outro nome para se ficar de olho no card é Devin Powell (7-1), que encara Jon Lemke (5-5).

Sábado, 06/08: Aspera FC 42

Fechando a programação da semana, o Aspera FC 42 terá uma das principais pesos palhas no cenário nacional disputando o cinturão da organização. Viviane Sucuri (11-0) tentará manter sua invencibilidade contra Carolina Karasek (5-1). No duelo coprincipal, Leonardo Cabeção (5-0) enfrenta Thiago Tico (4-0).

Outros nomes interessantes no card são Allan Puro Osso (14-3), Kinberly Novaes (8-2) e Gustavo Erak (13-3-1), que duelarão com Patrique Tavares (7-4), Bianca Sattelmayer (7-6) e Antônio Muita Luz (4-3), respectivamente.

Transmissão para o Brasil: a confirmar

Resultados da semana passada

A semana passada começou com o Invicta FC 18 trazendo uma noite movimentada de lutas. No combate principal, Alexa Grasso superou Jodie Esquibel e deve ser a próxima desafiante do peso palha caso não receba o chamado do UFC antes.

No outros combates do evento, a polonesa Agnieszka Niedzwiedz superou Christine Henley, Mizuki Inoue finalizou Lynn Alvarez, Cindy Dandois aplicou uma bela chave de braço em Jessamyn Duke, Meghan Anderson se posicionou como a principal candidata a próxima desafiante de Cris Cyborg ao nocautear Peggy Morgan. Além disso, a revelação Aspen Ladd nocauteou Jessica Hoy no ground and pound.

Na mesma noite estava rolando o RFA 41. Na luta principal, Trevin Giles passou por momentos de sufoco, mas finalizou Josh Clark e vai disputar o cinturão dos médios. Enquanto isso, Jamall Emmers bateu Rivaldo Junior em decisão unânime.

No melhor evento da semana, o brasileiro Marlon Moraes aplicou um nocaute sensacional em Josh Hill para defender o cinturão dos galos pela quarta vez no WSOF 32. Agora Marlon encerrou seu contrato com a organização e seu próximo passo está sendo muito aguardado.

LEIA MAIS Marlon Moraes, um dos melhores lutadores peso-por-peso fora do UFC, está sem contrato. E agora?

No duelo coprincipal, Lance Palmer recuperou o título dos penas ao vencer Alexandre Capitão na revanche, por decisão unânime.

O card ainda contou com a fácil vitória de Caros Fodor sobre o irmão Ben Fodor

… e a finalização de Louis Taylor sobre o prospecto Phil Hawes, que deve posicionar o vencedor como o próximo desafiante ao cinturão dos médios, que é de posse de David Branch.

Além disso, na porção preliminar, Hakeem Dawodu nocauteou Marat Magomedov e se consolidou como um nome a se ficar de olho na divisão dos penas. Já pelos médios, Rex Harris controlou Nicolai Salchow e chega no cenário da disputa de cinturão da categoria.

No WSOF Global 3, Evgeny Erokhin nocauteou Richard Odoms no primeiro round para manter seu título dos pesados e o brasileiro Marcel Adur foi derrotado por Lawrence DiGiulio em decisão dividida.

O Jungle Fight 89 também chegou com dois cinturões em jogo. Na luta principal, Simone Duarte ficou com título do peso mosca ao vencer Bianca Daimoni em decisão dividida.

Já na disputa masculina na mesma categoria, Paulinho Capoeira coroou uma revolução em sua carreira ao superar o prospecto Herbeth Índio por pontos e levar o posto de campeão da organização.

Em outros combates de interesse, Quemuel Ottoni finalizou Sidnei Bizu

Anderson Buzika nocauteou Nathan Batista

… e Rodrigo Praia bateu Denis Alagoas por decisão unânime.

Por fim, no evento que encerrou a última semana, o ex-UFC Hernani Perpétuo retornou e nocauteou Cléber Souza na luta principal do Shooto Brasil 65.

https://www.youtube.com/watch?v=XKljt0aXX_A

Já no duelo coprincipal, Ismael Marmota aplicou um violento nocaute em Joílton Peregrino.

https://www.youtube.com/watch?v=yfl_vhZU2mY

  • Bruno Moraes da Costa

    Dana White de novo num evento liderado pelo Carcacinha gravando o programa dele? Aliás, o Carcacinha ia lutar em Barueri num evento do Áspera, rolou algum problema e ele tinha sido remarcado pra outro evento. Nunca aconteceu essa luta?

  • James sousa

    a derrota do Phil Hawes me surpreendeu , tá na hora da Alexa Grasso ir por UFC ela é o Pantera Rodriguez são as estrelas para o UFC conquistar o mercado mexicano de vez

    • João Gabriel Gelli

      O adversário do Hawes era bom. De longe o melhor oponente da carreira dele. Inclusive o Louis Taylor já foi chamado pro UFC no começo do ano passado, quando o Uriah Hall ia enfrentar o Costas Phillippou e o cipriota se machucou. Só que o Taylor também se machucou, então contrataram o Ron Stallings.