MMA Além do UFC tem semana rasa com eventos nos EUA

Por Idonaldo Filho | 10/01/2019 11:48

Os melhores eventos regionais só começam de verdade na semana que vem, mas ainda sim o MMA Além do UFC vem para destacar alguns cards menores que contam com poucos nomes de destaque, mas que merecem nossa consideração. Ou vai falar que você acompanha o Fight Exclusive Night, C3 Fights ou o lendário Alaska FC? Risos, né? Enfim, não dá pra duvidar que um ou outro lutador possa pintar no Contender Series.

Sábado, 12/01 – Fight Exclusive Night 23

Uma das organizações polonesas que vivem na sombra do gigante KSW, o Fight Exclusive Night traz um evento que contará com lutas de K-1 e também de MMA. Na luta principal, o campeão Mateusz Rębecki buscará defender o título dos leves contra o russo Daguir Imavov, veterano do evento quee treina em Paris, onde o MMA como conhecemos é proibido.

Na luta coprincipal, o ex-desafiante do título dos meios-pesados no M-1 GlobalMarcin Zontek, irá lutar com Marcin Sianos, de cartel 3-3, na categoria dos pesados. Outros duelos relevantes são entre o invicto Tymoteusz Łopaczyk e Szymon Dusza, nos meios-médios, e no peso leve entre Łukasz Charzewski e Adam Brzezowski, que em sua última luta conquistou um título regional.

Sábado, 12/01 – Maverick MMA 11

De nome é excêntrico, o Maverick MMA, fundado em abril do ano passado, traz uma luta principal interessante, embora o resto do card seja totalmente dispensável. Um nômade do MMA americano, Peter Petties já passou por diversas organizações relevantes como o Titan FC, TKO, Victory FC, e KOTC, além de participado do Dana White’s Contender Series em 2017, quando perdeu a vaga para Julio Arce. Petties irá enfrentar Da’Mon Blackshear, que recentemente apareceu por aqui devido a estar disputando o título do CFFC, quando saiu derrotado por Pat Sabatini. As demais lutas são entre estreantes e atletas de cartel negativo.

Sábado, 12/01 – C3 Fights 47

Em Oklahoma, o C3 Fights realiza mais um evento nessa semana, e como sempre, conta com alguns medalhões e ex-lutadores do UFC. Desta vez, o duelo principal conta com um brasileiro, o gaúcho Marcelo “Grilo” Alfaya – que pelo visto não continuou no ACA após três derrotas seguidas por nocaute -, ex-TUF 21 , que irá enfrentar Chris Harris, atleta com passagem por Bellator e LFA, na categoria dos médios.

A segunda luta mais importante da noite conta com um finalista do TUF 28Justin Frazier – demitido logo após sair finalizado facilmente por Juan Espino na final do reality show – para enfrentar Kevin Sears, que vem de duas vitórias consecutivas.

Outras lutas relevantes: Jose Martinez vs. Jonathan Gary, Manny Meraz vs. Brian GrinnellJamal Pogues vs. Carlton Little

Sábado, 12/01 – XKO 44

Ainda no Sábado, em Dallas, Texas, o Xtreme Knockout, assim como o Maverick MMA, traz uma luta principal decente e o resto do evento sem muitos atrativos. No combate que lidera a noite, dois ex-veteranos do LFA, que venceram prospectos no evento satélite do UFC, irão duelar entre si nos meios-médios. São eles Evan Cutts, que derrotou Ramiz Brahimaj, e Hayward Charles, que derrotou o brasileiro Christiano Frohlich. Na luta coprincipal uma das vítimas de Mackenzie DernKatherine Roy, irá enfrentar a ex-campeã do peso palha amador Valerie Ann Marie Soto.

Sábado, 12/01 – BFL 59

Com nome de jogo de tiro, a promoção canadense Battlefield Fight League (baita nome!) irá fazer o seu evento de número 59 na província de Colúmbia Britânica, no Canadá, com duas disputas de cinturão entre lutadores canadenses, nos galos e nos médios. No peso galo, o campeão Cole Smith enfrentará o lutador mais decente de sua carreira, em sua segunda defesa de cinturão, quando for lutar com Tyler Wilson. Já no peso médio, o título vago vai ser disputado por Jared Revel, que iria enfrentar o americano Hamza Salim, mas este teve que se retirar do evento, tendo como substituto o meio-pesado George Davis, que desce para os médios de última hora para substituir Salim.

Quarta-feira, 16/01 – Alaska FC 144

O mais do que tradicional Alaska FC, conhecido pelas inúmeras bizarrices, abatedores de frangos e diversos lutadores de qualidade duvidosa continua firme e forte no UFC Fight Pass, fazendo seu evento de número 144 na capital Anchorage. Na luta principal, um atleta relativamente conhecido, após ser massacrado na PFL por Alex Nicholson, e surrado por Jiri Prochazka no Rizin, o lutador de muay thai Jake Heun voltou aos pesados e retornou as raízes no Alasca, onde irá enfrentar o grandalhão Mika Faavale, que já foi campeão do evento.

Na outra luta relevante teríamos uma ex-promessa que ainda tem tempo para se recuperar, mas que terá que esperar mais um pouco. Parceiro de treinos de Jon JonesPhil Hawes tentou de tudo para entrar no UFC, mas perdeu nas preliminares do TUF, e levou um chutão de um cansado Julian Marquez no Contender Series. Mesmo no WSOF, serviu de boi de piranha para o novo milionário, Louis Taylor. Hawes tinha assinado contrato para enfrentar Al Matavao, porém se retirou do combate após assinar com outra promoção ainda não anunciada. Aguardemos.