MMA Além do UFC destaca disputa de cinturão no ONE Championship e retorno da LFA

Por Idonaldo Filho | 16/01/2019 20:57

Os primeiros eventos relevantes do ano fora do UFC começam nesta semana, mas ainda sim não são muitos, o que fará o MMA Além do UFC só trazer aqui três cards. Entretanto, destacaremos o retorno da LFA depois de um mês de hiato devido ao fim do ano, e mais um dos eventos do ONE Championship, que vem crescendo cada vez mais e é a maior potência no MMA do sudoeste asiático. Além do mais, temos que falar sobre um bom card do CES MMA, promoção americana que tem parceria com o UFC Fight Pass e que produz bons lutadores constantemente.


Sexta-feira, 18/01 – LFA 57

A organização especializada em revelar talentos para os eventos maiores nos Estados Unidos fará o primeiro card do ano na cidade de Broomfield, no Colorado. O LFA 57 não traz disputas de título, mas conta com bons lutadores. O combate principal será disputado na categoria dos penas, entre o americano invicto Youssef Zalal, e seu compatriota Jose Mariscal.  Zalal tem três vitórias nos três combates que fez no LFA, contra oposição condizente a sua pouca experiência, enquanto Mariscal estreia no evento, sendo mais rodado, ele enfrentou Gregor Gillespie e Bryce Mitchell, perdendo para ambos.

Participante de uma das piores lutas da última temporada do Contender SeriesAnthony Adams perdeu o seu combate e não conseguiu a vaga para o UFC, o que o fez voltar ao cenário regional americano enfrentando Josh Cavan, de 35 anos, na categoria dos meios-médios. Adams retorna para a categoria em que fez grande parte das lutas de se cartel, uma abaixo do peso no qual participou do Contender Series.

Na categoria dos médios teremos outros lutadores invictos, como o confronto de lutadores que nunca saíram derrotados de seus combates, entre Taylor Johnson e Aaron Chambers. Nos meios-médios Calen Born vem de boa vitória, mas irá enfrentar alguém de nível inferior ao sel último oponente, Austin Jones. Nos leves, Matt Johnson, já com 36 anos, enfrenta Jonathan Wyderko. O único brasileiro no card é o peso médio Lucas Rota, que ficou parado quase dois anos após ser derrotado por Ian Heinisch. Seu adversário será Adam Stroup.


Sábado, 19/01 – ONE Championship: Eternal Glory

Exatamente dois meses depois de seu último evento, o ONE Championship retorna a Indonésia, mais especificamente em sua capital, Jakarta. O recente campeão dos palhas (no ONE categoria até 56,6kg) Joshua Pacio vai defender o seu cinturão, que foi conquistado em setembro com uma vitória sobre o japonês Yoshitaka Naito. O desafiante do campeão filipino será Yosuke Saruta, também japonês, que conquistou a chance de disputar o título com apenas uma vitória na rasa categoria, sobre o ex-campeão Alex Silva.

Na luta coprincipal teremos uma revanche. O jovem Christian Lee quer apagar de seu cartel uma derrota que aconteceu por sua própria culpa, já que na primeira luta contra Edward Kelly ele foi desclassificado após praticar um suplê ilegal. Em seu último combate, o irmão da campeã Angela Lee foi muito dominante, tendo conquistado uma ótima vitória contra o experiente Kazuki Tokudome, nocauteando o japonês na primeira etapa.

No restante do card, temos alguns confrontos interessantes. O credenciado jiu-jiuteiro brasileiro Bruno Pucci, que já venceu campeonatos mundiais de grappling no-gi, buscará acabar com a irregularidade de sua carreira no MMA ao enfrentar Kotetsu Boku, veterano que luta pelo ONE desde 2012 e com passagens anteriores pelo Shooto. Lutando no peso leve, teremos outro nome conhecido no grappling: o especialista em chaves de perna Masakazu Imanari, que batizou o famoso Imanari roll – movimento praticado por muitos grapplers. Aos 42 anos, o japonês enfrenta o afegão Ahmad Qais Jasoor,que chegou a lutar de peso mosca no ONE.

Como a Indonésia é um dos países com menos tradição no MMA no sudoeste asiático, pela maior importância dada a outras modalidades – como o lethwei e o muay thai – são poucos os lutadores de expressão do país, mas ainda assim a organização convocou vários atletas locais para chamar a atenção do público, sendo os principais:  Stefer Rahardian, Sunoto Peringkat e Priscilla Gaol, que enfrentam respectivamente  Robin Catalan , Niu Kang Kang e Puja Tomar.

O ONE Championship contará com transmissão no Brasil, acontecendo no sábado às 15:00h, na Band Sports.

Outras lutas relevantes: Anthony Engelen vs. Won Il KwonKoji Ando vs. Rasul Yakhyaev.


Sábado, 19/01 – CES MMA 54

O CES MMA tem sido um dos principais eventos americanos que tem servido como celeiro de talentos do UFC, seja para seu plantel ou para o Contender Series. Agora com transmissão pelo UFC Fight Pass, a promoção fará mais um de seus eventos com duas disputas de cinturão. Na luta principal, o campeão dos leves Nate Andrews, que conta com uma série de oito interrupções consecutivas, tentará defender o seu título pela segunda vez, desta vez contra Bryce Logan. O desafiante vinha de uma série de seis vitórias, até perder sua última luta em decisão dividida no Bellator.

Na categoria dos galos, o americano Tony Gravely pode estar perto de sua primeira chance em um evento de maior porte caso conquiste a vitória. Com 27 anos, o campeão da categoria já tem bastante experiencia no cenário local. Ele defenderá seu cinturão contra Kris Moutinho, que vem de uma série de três vitórias contra lutadores de baixo nível e não deve oferecer muito perigo para o campeão.

Além das duas disputas de cinturão ainda teremos o retorno do algoz de Thiago Marreta, Eric Spicely. O lutador americano foi demitido do UFC após três derrotas consecutivas e agora retoma a carreira no CES MMA, onde irá enfrentar o fraco Leo Pla. Também no peso médio, o bom prospecto William Knight irá enfrentar Kevin Haley. A luta é bastante interessante pelo lado de Knight, que é o tipo de lutador que Dana White gosta de levar para o Contender Series, por se tratar de um nocauteador de muita potência, invicto e em início de carreira.