Michelle Waterson vence Cortney Casey em decisão polêmica no UFC On FOX 29

Por Gustavo Lima | 14/04/2018

Na primeira luta do card principal do UFC On FOX 29, um grande duelo de pesos palha agitou a arena. Michelle Waterson bateu a guarda perigosíssima de Cortney Casey e levou a melhor numa apertada – e polêmica – decisão dividida.

A luta começou com ambas as strikers se chocando na longa distância, com Waterson demonstrando velocidade e precisão superiores e conectando alguns jabs. Casey tinha dificuldades pra lidar com a velocidade de Waterson e resolveu buscar o clinch, mas sem sucesso. A vantagem de Cortney vinha de sua envergadura, que eventualmente a permitia acertar alguns cruzados e uppercuts em momentos breves de troca franca de golpes. Após uma diminuída no ritmo da luta, Cortney conseguiu desequilibrar a adversária e derrubá-la, todavia, a “Karate Hottie” se levantou rapidamente e aplicou uma boa queda em Casey. Em meio a uma tentativa de Michelle de progredir a todo custo na guarda, Cortney tentou uma chave de braço, mas sem sucesso. Michelle passou os últimos 20 segundos tentando o ground and pound.

O segundo período começou com Cortney Casey caçando o clinch logo no início. Após algum prosseguimento em ritmo similar ao do primeiro round, Michelle Waterson tratou de aplicar mais uma queda com timing perfeito para conter o crescimento da adversária na luta em pé. Casey baseava seu jogo por baixo em boas armadilhas para prender o braço ou a cabeça da oponente, ficando realmente perto de fechar um triângulo e posteriormente uma chave de braço. Michelle resistiu e voltou pra cima, mas novamente não obteve sucesso na progressão. Cortney ainda viria a tentar mais um armlock, mas Waterson defendeu com louvor. Nos segundos finais do assalto, Michelle desequilibrou a oponente com um chute na linha de cintura.

Na parcial derradeira, ambas as lutadores já demonstravam grau notável de cansaço após todas as transições no chão que aconteceram antes. Ambas se clincharam na grade por alguns minutos com inversões sucessivas, mas sem nenhuma levando grande vantagem. Após algum esforço para se aproximar, Waterson conseguiu aplicar um body lock e derrubou Casey, que “quicou” no chão e fez a inversão, novamente ousando e tentando pegar um braço e instantes depois uma perna. Após algum tempo em pé, Michelle foi pra um double leg que fora defendido com louvor pela oponente. Após uma defesa de quedas de almanaque, Casey conseguiu rodar pras costas e transicionar para o braço. Faltando quatro segundos para o final, Casey encaixou uma chave de braço fortíssima, mas Waterson foi salva pelo gongo.

Nas mãos dos juízes, uma apertadíssima decisão dividida (29-28 x2, 28-29) coroou Michelle Waterson como a vencedora em uma grande batalha.