Max Holloway desmantela José Aldo e defende o cinturão no UFC 218

Seis meses depois da primeira luta, Max Holloway e José Aldo voltaram a se enfrentar na luta principal do UFC 218. Praticamente repetindo o cenário do UFC 212, Holloway nocauteou novamente o brasileiro no terceiro round, defendendo com sucesso seu cinturão pela primeira vez.

O primeiro round foi de muito estudo, com Holloway tomando mais a iniciativa com o uso constante de jabs. Aldo parecia ter dificuldades para encurtar a distância por causa da vantagem de envergadura do campeão, que pontuava muito com o constante uso de jabs e diretos, mas sem causar grandes danos. Faltando um minuto para o final da parcial, Aldo acertou dois bons diretos de direita, mas continuou a ser constantemente alvejado por Holloway.

José Aldo voltou melhor para o segundo assalto, começando a soltar seus tradicionais chutes baixos e dando bom prosseguimento com combinações, apesar de ainda ser constantemente alvejado pelos jabs de Holloway. O campeão voltou a equilibrar as ações perto do final do round, machucando o brasileiro com suas combinações de golpes retos. Na reta final, os dois chegaram a entrar na trocação franca, levando o público ao delírio.

Voltando para o terceiro round, Aldo parecia mais lento, apostando em golpes mais potentes mas que deixavam grandes brechas defensivas. Voltando para a troca de golpes franca, o campeão passou a pressionar com combinações de socos e chutes, acertando diversos golpes fortes e abalando bastante o brasileiro. Totalmente pressionado, Aldo não conseguia se defender nem revidar os golpes de Holloway, passando a ser praticamente um alvo estático. Depois de uma tentativa desesperada de queda, o brasileiro acabou caindo por baixo do campeão, que fez chover golpes no ground and pound até forçar a interrupção de Herb Dean por nocaute técnico.