Marlon Moraes evita comparações com primeira luta: “Estou pronto para o melhor Raphael Assunção”

Por Tarso Doria | 31/01/2019 21:20

O Centro de Formação Olímpica do Nordeste será o palco para uma revanche chave entre os pesos-galos, no UFC Fortaleza. Dentro do caos que tomou conta das categorias dos galos e moscas no UFC, por causa do imbróglio envolvendo Henry CejudoTJ Dillashaw, Raphael Assunção versus Marlon Moraes 2 dá indícios definirá o próximo na fila do cinturão até 61kg.

Os protagonistas do evento de sábado, 02, se conhecerem de outros tempos, já treinaram juntos há quase uma década e se enfrentaram na primeira luta do ex-campeão do WSOF, Marlon Moraes, no UFC, quando Raphael saiu com o braço erguido na decisão. Embora a derrota na estreia, Marlon vem sendo nada além de impressionante dentro da organização e olha para o primeiro duelo sem procurar desculpas para o tropeço.

“Não tem desculpa. Foi aquilo mesmo, naquele dia. Se foi assim, não foi porque eu quis. Tentei ser o melhor naquela noite, mas foi a noite dele. Os juízes viram ele como vencedor e me preparei muito duro para chegar nessa luta e fazer tudo diferente. Estou muito mais forte, evoluí muito meu jogo e espero sair com essa vitória sábado”, contou Marlon durante o Media Day do UFC Fortaleza.

É claro que o histórico dos dois foi um dos assuntos na conversa com o MMA Brasil, e o friburguense garante que o retrospecto recente, de dois nocautes fulminantes, não servem como parâmetro para a revanche de sábado.

“Eu me preparei para enfrentar o melhor Raphael. Vi muita evolução no jogo dele, assim como o meu também evoluiu. Estou preparado para vencer. Não vim só para lutar com ele de novo, vim para vencer. Quero essa vitória. A gente está preparado para lutar em qualquer área e achar essas brechas no jogo dele, que é muito duro. Estou preparado para achar esses espaços e capitalizar”.

Além do compromisso contra Raphael, Marlon também tem outros problemas, como o cinturão da própria categoria. Com o campeão TJ Dillashaw, flertando com uma nova super-luta contra o campeão dos moscas, Henry Cejudo, Marlon Moraes garante que a importância de uma vitória contra o compatriota é ainda maior.

“Isso só serve para evidenciar ainda mais que essa luta é para definir o número um da categoria. Acho que o próprio TJ está se colocando fora da categoria. É um atleta impressionante, muito bom, mas essa luta define o melhor da categoria. É uma oportunidade muito boa, me preparei muito para ela. Chegou minha hora. Vencer sempre é bom. A gente não pode falar sobre o cinturão, porque a gente não sabe, depende de muita gente, mas quero me mostrar preparado para chegar lá”.

O UFC Fortaleza será realizado no dia 02 de fevereiro no Centro de Formação Olímpica do Nordeste em Fortaleza, Ceará. Confira o card da edição:

UFC Fortaleza

Peso galo: Raphael Assunção vs. Marlon Moraes
Peso pena: José Aldo vs. Renato Moicano
Peso meio-médio: Demian Maia vs. Lyman Good
Peso leve: Charles do Bronx vs. David Teymur
Peso pesado: Justin Ledet vs. Johnny Walker
Peso palha: Livinha Souza vs. Sarah Frota

Peso médio: Markus Maluko vs. Anthony Hernandez
Peso mosca: Mara Romero Borella vs. Taila Santos
Peso meio-médio: Thiago Alves vs. Max Griffin
Peso pesado: Júnior Albini vs. Jairzinho Rozenstruik
Peso galo: Geraldo de Freitas vs. Felipe Cabocão
Peso galo: Ricardo Carcacinha vs. Said Nurmagomedov
Peso mosca: Magomed Bibulatov vs. Rogério Bontorin