Mark Hunt vence Derrick Lewis no quarto round em evento de lutas rápidas

Com três lutas terminando em menos de 90 segundos, o card principal do UFC Fight Night 110 trouxe momentos interessantes, como Mark Hunt freando o trem do hype de Derrick Lewis.

Apesar de não ter sido melhor card do ano, o retorno do UFC à Nova Zelândia trouxe alguns interessantes momentos. Na luta principal do UFC Fight Night 110, o ídolo local Mark Hunt freou a ascensão do americano Derrick Lewis, vencendo por nocaute técnico no quarto assalto de um combate bem esquecível.

Mesmo sem dispor de um grande primor técnico, Derrick começou melhor no combate. Hunt tomava ação e buscava encurralar o oponente contra a grade, mas Lewis conseguia sempre escapar com a movimentação lateral e com alguns contragolpes, principalmente soltando diretos e uppercuts no rosto do neozelandês. Como Mark tinha dificuldades de achar a distância, Lewis levou o primeiro round na contagem do MMA Brasil.

Já no segundo assalto, o gás de Lewis começou a cair, o que ajudou no crescimento de Hunt na luta. A frequência de golpes de Derrick caiu, o que acabou deixando Hunt como o agressor do combate, pontuando com alguns socos e alguns chutes na perna, ainda que faltassem combinações. A cena se repetiu no terceiro, com Lewis cada vez mais lento, sem conseguir se movimentar para evitar as abordagens do neozelandês, que virou a luta na pontuação.

No quarto round, a exaustão de Lewis chegou ao ponto dele não conseguir levantar as mãos para se defender. Hunt tirou proveito da situação e encaixou uma direita que encaminhou o fim do combate. “The Black Beast” ficou de costas para a grade sofrendo socos, cotoveladas e qualquer coisa dentro do arsenal do neozelandês, forçando a interrupção do árbitro na marca de 3:51 do quarto assalto.

Na entrevista pós-luta, Lewis surpreendeu os fãs com uma possível aposentadoria. Ele comentou que lutou com uma lesão nas costas, que irá se casar na próxima semana e não quer que a família passe por isso novamente. Derrick chegou a anunciar a aposentadoria, mas, quando Brian Stann perguntou novamente, citou que provavelmente foi sua última luta.

Derek Brunson massacra Dan Kelly e chega ao quinto nocaute no primeiro round

Depois da controversa derrota para Anderson Silva, em fevereiro, o peso médio americano Derek Brunson não quis deixar dúvidas nesta oportunidade. Na luta coprincipal da noite, ele barrou o judoca australiano Dan Kelly com um nocaute brutal em apenas 76 segundos de combate.

O primeiro minuto de luta foi bem monótono, com nenhum golpe aplicado por Kelly e algumas tentativas de pisão de Brunson. Porém, o americano disparou um cruzado de esquerda que levou Kelly ao solo. Mais alguns socos aplicados e o árbitro John Sharp interrompeu o combate, colocando Brunson de volta ao caminho das vitórias, chegando ao impressionante quinto nocaute no primeiro round.

Após o combate, Derek se embolou todo ao aceitar o desafio de Antônio Carlos Cara de Sapato. Ele pediu Antônio Silva, mostrando desconhecimento do nome do peso médio vencedor do TUF brasileiro.

Dan Hooker estreia no peso leve com nocaute brutal sobre Ross Pearson

Mesmo não sendo um dos atletas mais conhecidos do plantel do UFC, Dan Hooker conseguiu colocar o seu nome entre os principais nocautes de 2017. Subindo do peso pena para o leve, ele encarou o veterano Ross Pearson e nocauteou no segundo round depois de uma bela joelhada.

O início do combate foi bem agressivo. Hooker, mais alto, tinha a vantagem na envergadura sobre Pearson soltando bons golpes retos e controlando a distância. Com seu bom nível técnico, o inglês tinha condições de responder os golpes aplicados por Hooker, que saiu na frente do placar.

No segundo assalto, Pearson cresceu no combate. Ele passou a golpear mais e a conseguir bloquear as diversas tentativas de chutes aplicados por Hooker. Quando tentou entrar no raio de ação do neozelandês, Pearson foi alvejado por uma joelhada brutal e caiu nocauteado.

Esta foi a quarta derrota seguida do “Real Deal” no UFC, o que pode acarretar seu fim dentro da organização.

Ion Cutelaba esmaga Henrique Frankenstein em 22 segundos

O meio-pesado moldavo Ion Cutelaba já tinha encerrado sete lutas com menos de 30 segundos. Neste sábado foi a oitava. Depois de provocações na pesagem e na apresentação dos atletas, ele justificou o apelido de “Hulk” ao nocautear o brasileiro Henrique Frankenstein em 22 segundos.

O início foi com bastante movimentação até Cutelaba soltar o primeiro direto no brasileiro. O moldavo se aproximou, colocou o thai clinch e disparou uma direita que derrubou Frankenstein. No chão, Cutelaba segurou o rosto de Henrique para desferir socos até a interrupção do árbitro.

Foi a segunda vitória de Cutelaba em quatro lutas no UFC, enquanto Henrique perdeu a terceira seguida, o que pode marcar o fim de sua passagem na organização.

Ben Nguyen faz o que Demetrious Johnson não fez

Mesmo perdendo a oportunidade de enfrentar o ex-desafiante Joseph Benavidez, Ben Nguyen provou que é um nome de destaque no peso mosca. Ele encarou o ex-desafiante Tim Elliott e precisou de apenas 49 segundos para conseguir a finalização.

Logo no início do combate, Nguyen soltou dois fortes chutes que abalaram Elliott. Os golpes fizeram Tim se desesperar em busca da queda, deixando espaço para Ben agarrar as suas costas. O americano radicado na Austrália não demorou muito para encaixar um mata-leão, forçando a desistência de Elliott.

Alexander Volkanovski vence a segunda com passeio sobre Mizuto Hirota

Na única luta que foi para as mãos dos juízes no card principal do evento, o australiano Alexander Volkanovski venceu a sua segunda luta no UFC – e mais uma por atropelamento. A vítima da vez foi o japonês Mizuto Hirota.

A luta começou num ritmo mais controlado, com Volkanovski chutando baixo e levando a luta para o clinch. Após ambos se separarem, Alexander acertou um cruzado violento sobre Hirota, que foi ao solo e, sabe se lá como, conseguiu sobreviver, mas ainda terminou o round tomando golpes em pé e sendo derrubado.

No segundo assalto, a situação quase se repetiu. Os dois foram para o clinch novamente, se separaram e Alex largou uma direita que quase levou Hirota ao solo. Volkanovski usou o assalto para explorar mais a sua parte de solo, aproveitando a oportunidade para controlar o japonês por cima no ground and pound.

O terceiro assalto não foi muito diferente do segundo. Volkanovski controlou o japonês em pé, utilizou o clinch e chegou a aplicar algumas quedas também. Os três juízes enxergaram 30-27 para Alexander, que venceu por decisão unânime dos juízes.

  • James sousa

    Hunt podia aproveitar que lutou em casa e se aposentar né porque já deu pra ele 43 anos já

    • Malk Suruhito

      43 lutando melhor e com mais gás que um (e uns) de 32. No HW ele ainda vai continuar se dando bem. E outra, antes destes, acho que os dois últimos contra-cheques foram de mais de 500k. Se der mole, a soma de todas as lutas anteriores não somaram a destas últimas duas.

      • James sousa

        32 freak como e o Lewis

        • Malk Suruhito

          Me diz 5 HW que não são Freaks abaixo do TOP 5, hahahaha

      • Vinicius Maia

        Concordo que é bom ele fazer uma grana antes de aposentar e realmente ele não deve ter faturado tanto quanto nas últimas lutas mas temos que levar em conta que ele foi nocauteado se não me engano nas suas últimas 4 derrotas (Cigano, Miocic, Overeem, Werdun) e contra o Miocic ele tomou mais de 200 golpes significativos na cabeça. Creio que bateu o recorde em 1 round de golpes significativos aplicados na cabeça em um round. (tem tempo a luta não lembro direito, só olhando no mmametrics)
        Sei la, já fez dinheiro o suficiente pra viver bem se souber investir. Acho que ele poderia curtir a família ainda mais num lugar tão bonito.

        • Malk Suruhito

          O problema é justo este: saber investir. Pq tem alguns que sabem ou mesmo tem algo a focar depois da carreira, já outros, eu não sei o que fariam para manterem o mesmo tipo de vida depois que pararem e sem o devido suporte para investimentos.

        • Do jeito que ele tá indo, vai investir os ganhos todos em tratamento médico na velhice.

      • Se o Hunt esquecer Miocic, Velasquez, Werdum, Cigano e Overeem, ele tem cancha pra ganhar da rafameia que sobra.

        • Lero

          Cigano e Werdum não sei não…. Cigano teve que virar wrestler na última luta deles, e o queixo dele já não é o mismo…. Werdum teve que ganhar na malandragem porque estava levando um sufoco também …

          • Cara, o Cigano lutou com o Hunt há quatro anos e antes da surra que o Hunt tomou do Miocic. Werdum também foi antes do Miocic (e eu ainda acho que rolou uma desvalorizada do Werdum em relação ao Hunt pela falta de preparação).

            A gente tem que olhar pras últimas atuações do Hunt, não pra tanto tempo atrás. Ele está cada vez mais velho, cada vez mais lento, cada vez mais estático.

            • Lero

              Eu entendo que Cigano e Werdum são favoritos caso rematch contra o Hunto em 2017. Mas eu não colocaria me dinheiro assim tão tranquilo não neles.

    • Gabriel Carvalho II

      Falou que tem mais quatro no contrato e que quer cumprir.

      • Que homão da porra. Vai lutar até só sobrar o cacareco.

  • Malk Suruhito

    Para quem estava com uma lesão nas costas, o Lewis estava chutando muito alto e até dando joelhadas voadoras (o que é incomum até mesmo para o padrão dos HW saudáveis) não?

    • Gabriel Carvalho II

      Também achei. Eu acho que o Lewis nunca gostou muito de lutar e agora desmotivou de vez.

  • Fernando

    Dan “preguiçoso” Kelly

  • Diego Florentino

    Enquantos os cheques forem de 500k, o Hunt vai preferir enfrentar o meio da tabela da HW do que se aposentar.

  • Lero

    Esse era o sexto do ranking dos pesados….
    #MinakovnoUFCjá

    • Pois é. Existe um abismo entre o top e o resto. Pena que o Magomedov não luta.

  • Luiz Gustavo

    Lewis x Velasquez
    Sem mais palavras meritissimo.

    • Rafael Oreiro

      Pior que lembro de gente dando chance pro Lewis contra Velasquez e Werdum, ainda bem que o Hunt acabou com essas baboseiras.

      • Luiz Gustavo

        Nossa…imagina a coça q esse rapaz levaria…
        Esse conto d dadas inclusive demorou mais pra terminar do q do próprio Hunt.

      • Depois de uma luta do Velasquez contra o Lewis, teriam que doar os restos mortais do Derrick pra Ciência.

  • Luiz Gustavo

    Como q o Hooker era peso pena?Estava mt grande no sábado e q pena q a fase do Pearce ta horrorosa…tomara q não seja demitido.

  • Ricardo Sedano

    Achei assustador o cutelaba segurando a cabeça do Frankstein e sentando a mão…
    No mais, acho que agora ficou mais clara que nunca diferença entre o top 5 e o resto dos pesados…

    • Gabriel Carvalho II

      A diferença é bizarra. O pior de tudo é ver gente dizendo que o Cigano perde pra esses dois. Lamentável.