Khabib Nurmagomedov dispara contra o UFC: “Se demitirem Tukhugov, irão me perder também”

Por Thiago Kühl | 11/10/2018 12:22

Como já era esperado, os acontecimentos do UFC 229 continuam a dar dor de cabeça à organização. Na manha desta quinta-feira (11), o campeão do peso leve Khabib Nurmagomedov saiu em defesa dos seus companheiros por meio de uma postagem no Instagram.

Como dito na conferência pós-luta pelo presidente Dana White, a organização decidiu cancelar a luta e provavelmente terminará o contrato com o russo Zubaira Tukhugov, que tinha compromisso marcado com Artem Lobov para o UFC Fight Night 138. O peso pena foi um dos lutadores que invadiram o octógono e atacaram Conor McGregor no último dia 6.

Em seu post, Khabib questiona a organização sobre quais seriam as razões das punições terem sido direcionadas apenas ao seu time, sendo que McGregor teve atitudes muito mais graves, lembrando inclusive do episódio do ataque ao ônibus do UFC em abril.

“Por que vocês não demitiram ninguém do time deles, que atacou o ônibus e machucou algumas pessoas? Eles poderiam ter matado alguém. Por que ninguém fala nada sobre os insultos contra minha casa, religião, nação e família?

Por que vocês tem que punir meu time, quando ambos times lutaram? Vocês dizem que eu comecei isso, não concordo. Eu terminei o que ele havia começado.”

A indignação do russo, entretanto, não para por aí. Ele insiste que se Tukhugov tiver seu contrato encerrado, que o UFC deve considerar o dele terminado também:

“Se vocês decidirem demitir ele [Zubaira Tukhugov], devem saber que irão me perder também. Nós nunca deixamos nossos irmãos na Russia, e eu irei até o fim pelo meu irmão. Se vocês decidirem demiti-lo, não se esqueçam de enviar o meu contrato encerrado, ou eu mesmo irei quebrá-lo.”

Finalizando, o russo mencionou com irritação o fato de sua bolsa – estimada em aproximadamente dois milhões de dólares – ainda estar sendo retida pela Comissão Atlética de Nova York (NSAC), que analisa uma punição pela confusão causada após a luta principal do UFC 229. Desprezando o dinheiro, ele falou que ter defendido sua honra depois das inúmeras ofensas de McGregor foi mais importante que tudo.

“E mais uma coisa, vocês podem ficar com o meu dinheiro que está retido. Vocês estão muito ocupados com isso, espero que não fique preso nas suas gargantas. Nós defendemos nossa honra e essa é a coisa mais importante. Nós pretendemos ir até o fim”

Fã incondicional e confesso de Frankie Edgar, Derek Carr e Sócrates Brasileiro, nas horas vagas brinca de advogar. Pronuncia-se Kill.