Júnior Cigano conquista importante vitória sobre Tai Tuivasa no UFC Adelaide

Por Diego Tintin | 02/12/2018 04:14

O UFC Fight Night 142, disputado em Adelaide, na Austrália, terminou com a redenção de dois veteranos brasileiros contra lutadores locais. Depois de Maurício Shogun, foi a vez de Júnior Cigano virar o duelo contra Tai Tuivasa e emendar a segunda vitória consecutiva, o que não acontecia desde 2012, quando o pupilo de Luiz Dórea ostentava o cinturão da organização.

O combate teve início com Cigano duas vezes “toureando” Tuivasa, que avançou socando a grade. Com boa movimentação no início do combate, o brasileiro acertou os jabs na cintura que são sua marca registrada. Depois de um clinch colado na grade, Tai acertou boa cotovelada, mas Cigano recebeu sem abalo aparente. Mais próximo do fim da parcial, o australiano acertou um forte mata-cobra e pouco depois um violento chute baixo seguido de um direto de direita significativo. Foi o suficiente para virar o round em favor do dono da casa.

Tuivasa voltou do intervalo pressionando mais, aproveitando-se do bom momento para acertar bons golpes abertos no catarinense. Júnior conseguiu levar a luta de volta para o centro do octógono e emendou uma boa sequência de golpes até anotar um knockdown com três ganchos seguidos, alternando os punhos. No solo, partiu decidido para o ground and pound com socos e cotoveladas de média potência, mas em grande volume. Tuivasa, de forma bem inexplicável, tentava devolver fogo em vez de buscar se proteger. Cigano aumentou a carga até o árbitro Herb Dean interceder para acabar com o castigo e decretar a vitória do brasileiro por nocaute técnico.