Jungle Fight 48 abre a temporada 2013 em São Paulo

Por Lilian Caparroz | 26/01/2013 17:40

Na última sexta-feira, 25, o Jungle Fight voltou à cidade de São Paulo, abrindo o calendário 2013. A edição de número 48 veio também como uma forma de comemoração ao aniversário de 459 anos da capital paulista. O público compareceu em peso ao Ginásio da Portuguesa, palco da primeira edição brasileira do UFC, e acompanhou de perto sete combates, um de kickboxing e seis de MMA, todos eletrizantes. Como tem se tornado comum nos eventos do Jungle Fight, as lutas de MMAforam rápidas e a decisão de nenhuma delas foi levada para as mãos dos juízes.

O destaque da noite ficou por conta do mata-leão de Ivan Batman sobre o baiano Lindeclercio “Bruto” Batista. Mesmo com a torcida a seu favor, Lindeclercio não foi capaz de parar o catarinense, que cravou sua quinta vitória consecutiva por finalização e conquistou a chance de disputar o cinturão dos leves em seu próximo combate contra o vencedor do title eliminator entre o americano Sean “Cubby” Peters e Lucio Curado. Ainda no primeiro round, Ivan conseguiu quedar o adversário e manter o duelo no chão até o momento de encaixar a posição e mostrar suas qualidades como exímio finalizador.

No início do evento aconteceu a final do campeonato brasileiro de kickboxing entre Cezar Almeida e Rony Silva. Na categoria até 81,4 quilos, Cezar levou a melhor por pontos e saiu com a vitória e o título nacional.

O único combate internacional abriu as lutas de MMA do card do JF#48 quando Sergio Soares enfrentou o peruano Joel Iglesias. O brasileiro passou o carro, levou a luta para o solo e, com apenas três minutos de competição, conseguiu encaixar um mata-leão que fez o gringo dar os três tapinhas. Sergio Soares nos confidenciou que se viu na obrigação de fazer um bom show depois de ter perdido um ponto e 20% da bolsa por ter ficado 800 gramas acima do limite de peso, mesmo após três horas da pesagem.

A luta mais rápida da noite foi entre Junior Orgulho e Julio Rafael Rodrigues. Ao sinal do árbitro para o início do duelo, Junior partiu para cima do oponente, que tentou contê-lo no clinch. De nada adiantou. “Orgulho” achou uma brecha e, aos  55 segundos do primeiro round, nocauteou Julio Rafael com joelhadas. O público foi ao delírio.

Um dos duelos mais aguardados foi entre Junior Alpha e Jorge Michelan. Incentivado pela torcida, “Michelan” buscava levar a luta para o chão, mas suas tentativas foram frustradas contra o atleta da Champion Team. No segundo round, motivado pelos seus córneres, Junior voltou decidido a terminar o combate. Ele abateu o adversário com um cruzado seguido de upper, fazendo com que o árbitro interrompesse a luta, declarando o nocaute técnico. O resultado foi ótimo para o vencedor, que também não bateu o peso e começou a luta com um ponto a menos.

A partir desta edição, Wallid Ismail, organizador do evento, definiu novas regras disciplinares. Uma delas é referente ao peso, que se não for batido até três horas após a pesagem oficial, fará com que o atleta comece o combate com um ponto a menos e tenha um desconto de 20% da bolsa. Outro ponto é o atraso para os eventos oficiais do Jungle, incluindo pesagem. Caso o lutador se atrase, 10% de sua bolsa será revertida para instituições de caridade. Nesta sexta-feira, cinco atletas se atrasaram para a pesagem oficial e sofreram a medida disciplinar.

Confira os resultados completos do Jungle Fight 48 e uma galeria de fotos do evento.

Ivan Jorge “Batman” venceu Lindeclercio “Bruto” Batista por submissão com mata-leão (3:36, R1)

Antonio “Junior Alpha” dos Santos venceu Jorge Luis “Michelan” Bezerra por nocaute técnico (2:04, R2)

Mario Israel venceu Atila “Cowboy” Oliveira por submissão com mata-leão (3:01, R3)

Fabio “Borracha” Lima venceu Renan “Pitbull” Silva por submissão com chave de braço (1:40, R2)

Junior “Orgulho” venceu Julio Rafael Rodrigues por nocaute (0:55, R1)

Sergio Soares venceu Joel Iglesias por submissão com mata-leão (3:11, R1)

Cezar Almeida venceu Rony Silva por pontos (Final do Campeonato Brasileiro de Kickboxing)

[nggallery id=33]

Fotos: Nilton Spindola/OctogonoNews