José Aldo fala sobre revanche com Max Holloway: “Quero ir pra cima o tempo todo”

Por Matheus Costa | 21/11/2017 14:31

Em busca de recuperar o cinturão dos penas, o brasileiro José Aldo iria enfrentar Ricardo Lamas no UFC on Fox 26 em uma revanche entre ambos. Entretanto, a chance de trazer o cinturão novamente para o Brasil veio bem mais cedo do que o esperado, já que Frankie Edgar se lesionou e Aldo foi escolhido pelo UFC para desafiar o cinturão de Max Holloway no UFC 218.

Em media day realizado no CT da Nova União na última segunda-feira (20), Aldo falou sobre o desafio de enfrentar Holloway de surpresa e o fato de antecipar sua luta em duas semanas. Segundo o ex-campeão, ele não sente diferença e até prefere que o retorno seja mais rápido, afirmando estar mais preparado para esta luta do que em suas últimas.

“Acho que não muda nada. Pra mim, quanto mais rápido, melhor. Tínhamos duas semanas a mais, mas já fazíamos treinamentos de quatro rounds ao invés de três, agora é só mais um. E o corpo não sofre tanto também. Estou mais motivado por essa troca e não vejo problema nenhum. Desta vez estou muito mais preparado do que nas outras”, afirmou Aldo.

Nocauteado por Max Holloway em pleno Rio de Janeiro no UFC 212, Aldo acabou sendo destronado de seu segundo reinado com o cinturão dos penas logo em sua primeira defesa de cinturão. Entretanto, o brasileiro garantiu não se importar com o jogo de Holloway, concentrando-se somente em suas próprias habilidades e como aplicá-las da melhor forma dentro do octógono.

“Hoje em dia, eu não vejo mais pelo adversário, vejo pelo jogo. Não estou mais pensando no que meu adversário vai fazer, no que ele tem ponto forte. Quero lutar da maneira que sempre lutei, chegar lá dentro, indo pra cima, atacando o tempo todo. Acho que esse foi o Aldo que a ser o Aldo, então é assim que quero lutar e não estou pensando no meu adversário, não importa quem seja, quem posso enfrentar daqui pra frente, vou treinar minhas habilidades. Vou chegar lá dentro e fazer minhas habilidades, pouco me importo no que ele vai fazer”, ressaltou.

Prometendo uma postura bastante ofensiva na revanche, Aldo acaba de retornar dos Estados Unidos após uma temporada de treinos para aperfeiçoar seu boxe, que vem se tornando uma forte arma em suas lutas recentes. Entretanto, o manauara afirmou que buscará usar mais o seu muay thai e o kickboxing, afirmando sua vontade de chutar bastante durante o combate.

“Com certeza, podem esperar o melhor kickboxing e o melhor muay thai. Quero ir pra cima o tempo todo. Quero chutar bastante nessa luta, mas quero colocar a mão também. Tudo aquilo que aprendi há pouco tempo, quero chegar lá dentro e fazer”, finalizou Aldo.

O UFC 218 será realizado no dia 2 de dezembro na Little Caesars Arena em Detroit, Michigan, Estados Unidos.

Editor do MMA Brasil. Fundador e editor-chefe do extinto Olimpo MMA. 20 anos, carioca, fanático por esportes.