Jon Jones é pego em exame antidoping e deve perder cinturão conquistado no UFC 214

Depois de reconquistar o cinturão do peso meio-pesado no UFC 214 e se consolidar para muitos como o melhor de todos os tempos, Jon Jones voltou a ser alvo de polêmica. Segundo reportagem do TMZ, confirmada pelo próprio UFC, Jones falhou em um dos exames antidoping realizados pela USADA durante o período de competição de sua luta contra Daniel Cormier e está provisoriamente suspenso.

O exame antidoping indicou a presença de turinabol em uma amostra colhida de Jones logo após a pesagem oficial, na véspera do UFC 214. A punição para a presença deste esteroide anabolizante normalmente é de suspensão de dois anos, mas esse tempo pode ser ainda maior pelo histórico reincidente do agora ex-campeão, podendo chegar até a uma pena de quatro anos. Com o diagnóstico, a vitória de Jones sobre Cormier será anulada e o cinturão deve voltar para as mãos do atleta da AKA.

Esta infração é mais uma na longa lista de problemas que Jones tem se metido fora do octógono. Sua primeira falha em exame antidoping aconteceu antes da primeira luta contra Cormier, ainda em 2014, quando foi detectada a presença de cocaína. Como drogas recreativas não são passíveis de punição em período fora de competição, ele saiu ileso do episódio. Jones foi novamente pego em 2016, tendo que abandonar a luta principal do UFC 200 poucos dias antes do evento, e acabou sendo suspenso por um ano pelo ocorrido.

Se for confirmada a retirada do cinturão de Jon Jones, está será a terceira vez que o ex-campeão perde o título fora do octógono. Em 2015, ele teve o cinturão linear retirado logo depois de ser preso após um acidente de carro, onde bateu no automóvel de uma mulher grávida e não prestou ajuda. Em 2016, ele perdeu o cinturão interino logo após falhar no exame antidoping antes do UFC 200.

Mais informações sobre a duração de suspensão de Jones devem ser passadas em breve. O UFC já está preparando uma coletiva ainda hoje (22) para passar mais informações sobre a situação de Jon Jones.

  • AlbertoJr Amaral

    SE JJ NÃO FOR DEMITIDO DO UFC COM ALTA MULTA A PAGAR POR PERDAS E DANOS. PARO DE ASSISTIR ESSE ARRUMADINHO!

  • Cássio Rafael Guimarães Nascim

    Agora toda sua carreira fica em *. Desde a USADA, já foi pego por Cocaina 1x e 2x por esteróides. De duas lutas que fez, as duas foi pego no doping.
    Mais difícil ainda manter ele como goat.

    • Ele não deveria nem ser incluído novamente na discussão.

    • João De Séllos Laclette

      Na verdade, o primeiro doping foi por dois bloqueadores de estrogênio, que são usados para terapia pós ciclo. Por esteróides mesmo é a primeira vez. Foi pego por cocaína, fora do período de competição. Triste pelo Jones se prejudicar tanto.

      • Cássio Rafael Guimarães Nascim

        Show! Obrigado!

        • João De Séllos Laclette

          Nada. Que isso.

          • João De Séllos Laclette

            Minha informação estava errada…estava vendo que de modo indireto, esses inibidores da produção de estrógenos podem levar a um aumento de testosterona…falha minha…e do Jones! Rsrs. Mas ele mostrou que o estimulante sexual que ele fez uso estava contaminado com essas substâncias…ser pego novamente nos faz duvidar da primeira desculpa.

  • Isabella Kida

    Cara, eu fico impressionada o cara faz merda atrás de merda. Só lamento pelo Cormier :(

    • IMPERADOR

      Cormier e o grande prejudicado na historia.

  • Renan Oliveira
    • Rafael Oreiro

      Infelizmente ainda tem gente que não consegue apreciar o talento dele por puro preconceito com a categoria.

  • Malk Suruhito

    Outro dia eu estava me questionando o quanto que percebemos que estamos fazendo parte de alguns capítulos da história, coisa que nossos filhos perguntarão “Como foi isso pai?”.
    E a verdade é que vimos o maior lutador de MMA de todos os tempos nascer e acabamos de ver ele morrer também.

  • Patrick Bitencourt

    Fico me perguntando aqui a porcentagem dos atletas que usa esteróides anabolizantes. Esses caras têm muita massa muscular, pouca gordura corporal e são submetidos a treinamentos intensos onde o tempo de recuperação é essencial. Faço exercícios físicos regularmente há 15 anos e pela memória muscular, quando eu paro algum tempo e reinicio o meu ganho de massa é muito mais rápido comparado a uma pessoa que não treina. Embora os lutadores sejam atletas profissionais cujas vidas giram em torno disso me pergunto se não é a maioria que usa e uma pequena parcela é flagrada pelo uso inadequado.
    Há como burlar esses exames através de periodização de ciclos de esteróides?

    • Juan

      Ciclar funcionava bastante antes da USADA. A maioria usava alguma coisa e gerenciava o ciclo até a data da luta/exame. Hoje, com os exames surpresa acontecendo com frequência, ficou arriscado fazer isso.

      Mas sobre o Jones, o cara foi pego na semana da luta. Aí é sinal de trapaça mesmo. Diria que a única chance dele é se conseguir um “suplemento contaminado”, como fez o Romero recentemente.

      • IMPERADOR

        E disso que eu tenho medo: que deem mais uma chance a esse elemento.