John Lineker assina com o ONE Championship

Por Matheus Costa | 08/07/2019 20:48

O peso galo John Lineker está de casa nova. Após ser dispensado pelo UFC na última semana, o brasileiro já assinou contrato como uma nova organização. Trata-se do ONE Championship, maior organização asiática que vem investindo pesado em lutadores com nome no mercado, principalmente aqueles oriundos da maior organização do mundo. A notícia foi confirmada pelo lutador ao site “MMA Fighting“.

Após dezesseis lutas pelo UFC, Lineker acabou sendo dispensado após ser retirado do combate contra Rob Font no UFC Greenville depois de sofrer um corte no supercílio durante a semana da luta. O motivo, que foi recebido de forma negativa por parte dos oficiais da organização, acabou sendo a gota d’água para culminar na decisão de rescindir seu contrato. O “Hands of Stone”, que ficou conhecido por seu estilo visceral e seu poder de nocaute, também ficou marcado por seus contantes problemas com a balança ao longo de sua carreira.

Em seu Twitter, Lineker escreveu uma breve declaração confirmando a decisão. O atleta agradeceu a oportunidade de assinar com o líder asiático e afirmou que os fãs irão trocar de canal para assistir suas lutas.

“Eu vou responder todas os questionamentos sobre mim dentro do ringue. Os fãs vão trocar de canal para me assistir lutar. Eu vou continuar fazendo o que eu amo, que é lutar e dar um show. Obrigado por me dar esta oportunidade, ONE!”, afirmou Lineker.

Lineker atuará pela categoria dos galos no ONE, que trabalha com um formato diferente de categorias. Portanto, a divisão dos galos opera com a mesma faixa de peso que a categoria dos penas em outras organizações. O brasileiro, que já era considerado um peso galo pequeno, pode ter problemas para se adaptar a nova faixa de peso. Ao longo de sua carreira, John Lineker somou um cartel de trinta e uma vitórias e nove derrotas, com doze triunfos e quatro revezes no UFC. Em sua última luta pela organização, ele foi derrotado por Cory Sandhagen por decisão dividida no UFC Sunrise, em abril.