Jéssica Andrade deve se mudar para Las Vegas com treinador e companheiras de equipe

Por Rafael Fernandez | 14/05/2020 21:20
Jéssica Andrade deve se mudar para Las Vegas em breve (Foto: UFC/Divulgação)

A ex-campeã do peso palha do UFC, Jéssica Andrade pensa em se mudar para Las Vegas definitivamente junto com seu treinador e alguns parceiros de treino. Esses planos começaram a serem feitos depois que a equipe foi para Las Vegas no início de abril para a revanche de “Bate-Estaca” contra Rose Namajunas no UFC 249, na data original do evento, dia 18 de abril.

LEIA MAIS
Dana White revela que duelo entre Khabib e Justin Gaethje deve acontecer em setembro
Henry Cejudo afirma que pode reconsiderar aposentadoria com boa proposta do UFC
Seja um colaborador do MMA Brasil

O combate não aconteceu graças a complicações com o coronavírus na família de “Thug Rose”, mas durante a estadia na capital mundial da luta o time de Jéssica entrou em contato com preparador físico Rafael Alejarra. Alejarra é experiente no MMA e possui uma lista enorme de antigos pupilos como Wanderlei Silva, Cris Cyborg, Ronaldo Jacaré e Demian Maia.

O desejo de trabalhar com Alejarra vem do head coach da PRVT, Gilliard Paraná, que desde que era lutador sonhava em aprender com o preparador físico. Algo que ajuda a parceria a acontecer é a recém construída academia de Rafael Alejarra, que devido a pandemia do Covid-19 ainda não abriu. Paraná acredita que Jéssica se encontra em um alto nível e para isso, é necessário uma mudança para se aproximar com os fãs americanos.

“Você pode treinar no Brasil e ser campeão, mas como já estamos num nível muito alto, em especial a Jéssica, é importante que aprendemos inglês e nos aproximarmos dos fãs americanos e do UFC e o Performance Institute em Las Vegas” – contou ao site americano de notícias MMA Fighting.

O planejamento é ir para os Estados Unidos por no máximo dois meses assim que houver uma melhora com a pandemia. Além de Jéssica Andrade, lutadoras do UFC como Karol Rosa e Priscila Cachoeira devem se mudar para Las Vegas. Depois do período de adaptação, outros integrantes da equipe serão bem-vindos para o novo local. A academia em Niterói, no Rio de Janeiro, continuará aberta mesmo com a expansão da academia internacionalmente.

Enquanto isso, Jéssica Andrade se encontra proibida de lutar por causa de problemas com o visto americano. A “Bate-Estaca” vem de derrota para a chinesa Weili Zhang no UFC Fight Night 157, em agosto de 2019, em luta no qual perdeu o cinturão da categoria. A brasileira tem planos de rapidamente voltar ao status de desafiante e reconquistar o título.