Henry Cejudo defenderá cinturão dos moscas contra TJ Dillashaw no UFC 233

Por Matheus Costa | 09/11/2018 14:01

Com a discussão sobre o fim dos moscas no UFC e a dispensa da maioria dos lutadores que formavam seu plantel, o mundo do MMA foi tomado de surpresa pelo anúncio de que o UFC 233 abrigará a primeira defesa de cinturão da categoria entre o atual campeão Henry Cejudo e o detentor do título dos galos, TJ Dillashaw. A notícia da luta foi divulgada pelo Combate e a divisão na qual acontecerá foi reportada por Brett Okamoto.

Responsável pelo término do lendário reinado de Demetrious Johnson na categoria, Henry Cejudo provavelmente não terá tempo de escrever o seu legado na categoria, que parece ter chegado ao fim por decisão do UFC após a saída do ex-campeão para o ONE Championship. Medalhista de ouro no wrestling nas Olimpíadas de Beijing em 2008, Cejudo conquistou o cinturão no UFC 227, vencendo por decisão dividida dos juízes.

Após muita especulação, TJ Dillashaw, enfim, conseguiu a sua tão aguardada super luta. Em seu segundo reinado como campeão dos galos, o atleta retomou o cinturão ao derrotar seu rival Cody Garbrandt no UFC 217 por nocaute no segundo round. Sua primeira defesa de cinturão foi em uma revanche justamente contra Garbrandt, onde o “Killa” venceu novamente pela via rápida dolorosa, mas desta vez no primeiro assalto. Agora, terá a oportunidade de se tornar o terceiro lutador na história a possuir títulos simultâneos em duas divisões no UFC.

O UFC 233 será realizado no dia 26 de janeiro na Honda Center em Anaheim, Califórnia, Estados Unidos. Confira o card do evento até o momento:

UFC 233

Disputa de cinturão peso mosca: Henry Cejudo (c) vs. TJ Dillashaw
Peso meio-médio: Robbie Lawler vs. Ben Askren
Peso galo: Dominick Cruz vs. John Lineker
Peso leve: James Vick vs. Paul Felder
Peso mosca: Joanne Calderwood vs. Ariane Lipski
Peso galo: Islam Makhachev vs. Francisco Massaranduba
Peso galo: Marion Reneau vs. Yana Kunitskaya

Editor do MMA Brasil. Fundador e editor-chefe do extinto Olimpo MMA. 20 anos, carioca, fanático por esportes.