Guido Cannetti estraga festa da torcida local e vence Diego Rivas no UFC Fight Night 129

Por Rafael Oreiro | 20/05/2018 00:37

No terceiro duelo do card principal no UFC Fight Night 129, vimos um duelo entre companheiros da primeira edição do The Ultimate Fighter: América Latina. Único representante da casa no evento, o chileno Diego Rivas acabou desapontando o público chileno, sendo derrotado por Guido Cannetti em uma luta bem equilibrada no peso galo.

Com pouco tempo de luta, Rivas conseguiu grudar e levar a luta para a grade, onde até conseguiu uma queda, mas não conseguiu manter seu adversário no chão. Com a luta continuando no clinch, foi Cannetti que conseguiu desequilibrar e levar o chileno para o chão, já caindo na meia-guarda. Por baixo, Rivas tentou o bote no braço, mas acabou sendo obrigado a desistir da posição após um bate estaca do argentino, que aproveitou a posição e foi rapidamente para as costas. Depois de algum tempo o chileno se levantou, conseguindo tirar Cannetti de suas costas faltando poucos segundos para o fim do assalto.

Rivas novamente conseguiu a queda no início do segundo round, mas durante o movimento foi Cannetti que acabou caindo por cima, já com a guarda passada. Com o chileno conseguindo repor a guarda, o argentino passou a castigar com golpes no ground and pound, se mantendo pouco ativo por algum tempo antes da interrupção do árbitro para levar a luta de volta para a troca de golpes. Em pé, Rivas tentou uma guilhotina após se aproximar, mas Cannetti acabou escapando da posição e caindo novamente por cima, chegando até as costas do chileno antes do soar da buzina.

Os dois voltaram mais agressivos para o último assalto, trocando golpes francamente na curta distância. Rivas novamente buscou encurtar a distância e levar a luta para o clinch na grade, acertando boas joelhadas e golpes. Já um pouco desgastado, Cannetti pegou o pescoço do chileno e tentou puxar para a guarda para tentar uma guilhotina, mas Rivas defendeu bem e conseguiu terminar por cima, com o argentino rapidamente se arrastando até a grade para levantar. Chegando a reta final do combate, ambos os lutadores buscaram soltar golpes potentes, com o chileno levando ligeira vantagem até o término do combate.

Com a luta indo para a decisão dos juízes, foi marcada vitória do argentino Guido Cannetti, com três placares de 29-28.