Golden Boy confirma duelo entre Ryan Garcia e Luke Campbell em dezembro

Por Israel Silveira | 08/10/2020 16:13

Após meses de negociações frustradas, a Golden Boy Promotions finalmente confirmou o confronto entre Ryan Garcia e Luke Campbell. A luta era cogitada desde junho deste ano e constantemente adiada por questões contratuais. O confronto valerá o cinturão interino dos pesos leves (61,2 Kg) do Conselho Mundial de Boxe (WBC) e ocorrerá no dia 5 de dezembro.

Ryan García (20-0, 17 KOs) é certamente o segundo lutador mais popular do plantel da Golden Boy Promotions, atrás de Canelo Álvarez. García é presença constante em grandes eventos e tem milhões de seguidores em diversas redes sociais, esse fato que faz com que a Golden Boy e o DAZN tratem a jovem estrela com o máximo de cautela. É consenso entre os fãs que o “King Ryan” ainda não foi testado contra duros adversários e seu cartel é composto de nomes obscuros, como Carlos Moralez, Francisco Fonseca e Romero Duno. Mesmo assim, García mostrou muito talento, punch e mãos extremamente rápidas o que faz muitos verem-no como o futuro do boxe.

Luke Campbell (20-3, 16 KOs) vem de ser derrotado – e tirado para nada – pelo número 1 da divisão Vasily Lomachenko. O campeão olímpico de 2012 é considerado um dos melhores lutadores da divisão a nunca ter conseguido um título mundial. Campbell certamente vem como zebra para este combate, dado o talento e o hype sobre Ryan Garcia, mas ele deve ser o maior desafio para o americano em sua carreira.

O campeão linear do cinturão do Conselho Mundial de Boxe é Devin Haney, que tem luta marcada contra Yuriorkis Gamboa em novembro. Haney deve passar por Gamboa sem mais dificuldades para fazer uma money fight com o vencedor do confronto em 2021. É importante lembrar que Lomachenko detém o estranho título de “campeão de franquia” do CMB, o que dá a ele o direito de desafiar o detentor do cinturão no momento que desejar.

A luta terá transmissão exclusiva do DAZN para o Brasil. A Golden Boy Promotions ainda não definiu o local do confronto, que provavelmente ocorrerá sem a presença de público.

Foto: Divulgação