Gervonta Davis nocauteia Rolando Romero no sexto round e mantém cinturão dos leves da WBA

Por Matheus Costa | 29/05/2022 02:51

No principal evento da noite deste sábado (28) no mundo das lutas, o campeão regular peso leve da WBA manteve o cinturão da melhor maneira que ele sabe fazer. Invicto na carreira, Gervonta Davis (27-0, 25 KOs) cumpriu o prometido e nocauteou o desafiante Rolando Romero (14-1, 12 KOs) no sexto round do confronto realizado na Barclays Center, no Brooklyn, Nova Iorque, Estados Unidos.

LEIA MAIS:

– Brian Ortega enfrenta Yair Rodriguez na luta principal do UFC Long Island, em julho
– Luta entre Paulo Borrachinha e Luke Rockhold é adiada para o UFC 278, em agosto
– Arman Tsarukyan enfrenta Mateusz Gamrot na luta principal do UFC Vegas 57

Rolando Romero iniciou tomando conta das ações do confronto até metade do quarto assalto. Enquanto “Tank” não conseguiu achar uma distância confortável para golpear o desafiante, “Rolly” usava seu jab para manter Gervonta desconfortável enquanto aplicava algumas combinações, especialmente com sua mão esquerda. No minuto final do quarto assalto, no entanto, o campeão começou a se soltar e ser mais agressivo, acertando bons golpes. Ao fim do round, foi para o corner sorrindo.

No quinto assalto, Gervonta começou a implementar seu ritmo, ainda enfrentando oposição dos golpes de Romero, mas começando a tomar a rédea do confronto. Um pequeno erro técnico por parte do desafiante, notado desde o início, era de que Rolly acabava se expondo demais quando lançava o jab – algo que deu a abertura necessária para “Tank” no momento certo.

Com menos de um minuto restante para o fim do sexto assalto, Rolando aplicou uma combinação de jab e direto na linha de cintura, mas acabou sendo atingido brutalmente por um cruzado de esquerda que lhe mandou para a lona. Sem condições de continuar, o desafiante não levantou mais e o confronto foi encerrado. Pelo resultado oficial, o árbitro encerrou o confronto aos 2:49 do sexto round.

Confira o nocaute:

Foto: Showtime Sports/Divulgação