Georges St-Pierre apaga Bisping e faz história na conquista do segundo cinturão no UFC 217

Georges St-Pierre fez história mais uma vez no UFC. O canadense, que estava parado desde 2013, desafiou o cinturão dos médios do inglês Michael Bisping e fez grande performance, superando as dificuldades do tempo parado para conseguir uma finalização no terceiro round, se tornando o quarto lutador na história do UFC a conquistar cinturões em categorias diferentes, já que foi campeão dos meios-médios por um longo tempo.

O início do combate teve St-Pierre marcando território, com chutes baixos e jabs em Bisping. O canadense entrou com uma boa direita, Bisping permaneceu cuidadoso, deixando o desafiante tomar o controle das ações. Michael acertou uma esquerda após uma aproximação de GSP. Georges jogou uma boa direita em Michael, que respondeu com uma rápida combinação. Na reta final do assalto, St-Pierre partiu para a queda e conseguiu tranquilamente, mas Bisping retornou de pé para os últimos segundos, Georges atacou com um bom superman punch que abalou Bisping.

No segundo assalto, Georges acertou jabs, enquanto Michael procurou se aproximar e aplicar o seu jogo. Com uma rápida combinação, Bisping acertou o rosto do canadense, que ficou mais receoso e conseguiu uma bela queda sobre o campeão, que conseguiu se recuperar rapidamente e ficou de pé. No resto do assalto, Michael tentou colocar seu kickboxing em ação, com pouca efetividade.

Já no terceiro assalto, St-Pierre mudou a estratégia e conseguiu rapidamente a queda. O canadense manteve o controle por cima, Bisping tentou trabalhar cotoveladas mesmo em posição de desvantagem. Michael conseguiu retornar para a troca de socos, onde aproveitava o momento de melhor preparo físico. Georges mandou um ótimo gancho de esquerda e Bisping foi ao solo, o canadense partiu pra cima com tudo, atacou com cotoveladas e aproveitou o erro de Michael para encaixar um mata-leão, onde apagou Michael Bisping.

  • Tonny Varela

    Que noite agradável! Trash talking perdeu hoje 👏👏

    • Malk Suruhito

      Só nas que eram possíveis ele perder (na TJ x Garbrant, qualquer resultado iria para o Trash talking)

  • Lero

    Agora a categoria travada por mais um ano porque o GSP vai pedir o Anderson, perdendo ou ganhando do Gastelum.
    Não vejo ele aceitando luta contra o campeão interino nem cagando.
    Ai tem um tal de Woodley que de repente vai pedir luta contra ele também. Se não pegar o Conor primeiro.

  • Seu comentário tava preso no spam e eu só vi hoje. Conseguiu ler a resenha do UFC 217?