Frank Mir culpa ego por derrota para Fedor e revela planos de lutar no ACB

Por Gustavo Lima | 02/05/2018

Após um longo período longe de competição no MMA em fase que envolveu problemas com doping e sua liberação contratual do UFC, Frank Mir (18-12) voltou à jaula no último sábado na luta principal do Bellator 198, enfrentando a lenda Fedor Emelianenko (37-5) nas quartas-de-final do GP de pesos pesados promovido pela organização.

Em um combate intenso e que durou apenas 48 segundos, Frank chegou a dar um knockdown em Emelianenko, mas acabou sendo nocauteado pelo “Último Imperador”, vendo o russo progredir de fase no torneio. Entre os dois ocorridos, Mir recebeu um suplê de Fedor, que foi o responsável por esquentar demais seus ânimos e afetar negativamente sua maneira de lutar.

“Eu me esquentei. Deixei meu ego ditar a maneira como lutei. Eu sou muito bom em não deixar as emoções me afetarem, mas assim que ele me arremessou no ar… foi uma queda de highlight, meu ego ficou machucado.” – disse Mir em seu podcast “Phone Booth Fighting”.

“Quando a gente voltou pra luta em pé, eu entrei no modo ‘briga de rua’. Fiquei jogando várias esquerdas seguidas ao invés de manter a compostura e procurar um setup pros meus golpes. Como fazem dois anos que eu não competia de verdade, esses meus atributos não estão onde deveriam estar. Esse é provavelmente o ponto em que eu mais estava “enferrujado”, e quando entrei na ‘troca de tiros’, fui pro lado emocional ao invés de manter a estratégia.” – completou Frank.

O lutador também admitiu que voltar desse longo tempo parado justamente em uma luta contra Fedor não foi talvez a melhor escolha, mas uma luta contra o ex-campeão do PRIDE era algo comentado há muito tempo e que ele não poderia desperdiçar tal oportunidade.

Embora tenha participado no GP dos pesados, Mir é um free agent e não possui vínculo exclusivo com o Bellator. A organização da Viacom já o procurou para uma próxima luta, mas o mesmo respondeu que antes deseja lutar pelo ACB – companhia pela qual tem atuado como comentarista.

“O Bellator chegou pra mim falando sobre voltar em outubro. Eu queria lutar uma vez no ACB antes disso, assim eu vou ter mais tempo, vou voltar pro timing de luta. Você pode treinar o quanto quiser, mas não é a mesma coisa que lutar de verdade. Eu lutei 40 segundos nos últimos dois anos, então eu preciso de mais tempo, mais alguns rounds.”

Mir ainda mira alto e deseja voltar ao Bellator ainda esse ano caso consiga lutar em breve pelo ACB. Uma revanche contra Fedor, inclusive, é uma ideia que apetece Frank.

“Na minha próxima luta espero não enfrentar alguém perigoso como Fedor” – disse Mir. “Espero que Fedor tenha sucesso e ganhe o torneio, pra que talvez eu seja o oponente da sua primeira defesa de título.”