Francis Ngannou quer enfrentar Alistair Overeem no UFC 215: “Estou livre”

Após violação de Junior Cigano em exame antidoping da USADA, Francis Ngannou quer agora enfrentar holandês Alistair Overeem no UFC 215 e lança desafio em sua conta do Twitter.

Francis Ngannou faria a maior luta da sua carreira contra o brasileiro Junior Cigano no UFC 215. Entretanto, o ex-campeão dos pesos pesados foi pego em um exame antidoping em período fora de competição e acabou sendo removido do evento. O camaronês não quer esperar mais tempo por uma luta, e já se moveu rapidamente para encontrar um novo adversário. Inclusive, Ngannou já tem até um alvo definido: Alistair Overeem.

Através de sua conta oficial no Twitter, Ngannou oficializou o desafio para que Overeem substitua Cigano e o enfrente no mesmo card, já que o holandês tem feito inúmeros desafios à ele nos últimos tempos.

“O Alistair Overeem vem mencionando o meu nome em todos os lugares. Agora eu estou disponível e livre para você. Vamos lutar no UFC 215!”, afirmou Ngannou.

Francis Ngannou vive a melhor fase de sua carreira aos 30 anos de idade. Com um cartel de 10 vitórias e apenas um revés, o camaronês chegou ao UFC em dezembro de 2015, e desde então anotou cinco vitórias, sendo quatro nocautes e uma finalização. Seu último triunfo foi sobre o veterano Andrei Arlovski, que acabou sendo nocauteado em 92 segundos no UFC on Fox 23.

Enquanto Ngannou quer alcançar o topo da divisão, Alistair Overeem quer outra oportunidade pelo cinturão dos pesados. Desde que foi nocauteado pelo campeão Stipe Miocic na luta principal do UFC 203, o “The Reem” engatou duas vitórias consecutivas sobre Mark Hunt por nocaute no UFC 209 e sobre o ex-campeão Fabricio Werdum no UFC 213 por decisão majoritária.

O UFC 215 será realizado no dia 9 de setembro na Rogers Place em Edmonton, Alberta, no Canadá. Confira o card do evento até o momento:

UFC 215

Cinturão peso mosca: Demetrious Johnson (c) vs. Ray Borg
Cinturão peso galo feminino: Amanda Nunes vs. Valentina Shevchenko
Peso pena: Jeremy Stephens vs. Gilbert Melendez
Peso meio-médio: Neil Magny vs. Rafael dos Anjos
Peso pena: Gavin Tucker vs. Rick Glenn
Peso mosca: Henry Cejudo vs. Wilson Reis
Peso galo: Sarah Moras vs. Ashlee Evans-Smith
Peso pesado: Luis Henrique “KLB” vs. Arjan Bhullar
Peso meio-pesado: Ilir Latifi vs. Tyson Pedro
Peso galo: Sara McMann vs. Ketlen Vieira
Peso leve: Kajan Johnson vs. Adriano Martins
Peso leve: Mitch Clarke vs. Alex White

  • Cássio Rafael Guimarães Nascim

    O jogo, no papel, não casaria para o Overrem devido seu queixo frágil e a brutalidade do Ngannou. Mas ainda acho que o Ngannou tem a provar para estar dentro desse top dos pesados.

    • Gabriel Carvalho

      Overeem é o striker mais condecorado do peso pesado

      • Sexto Empírico

        É mesmo. E depois q foi treinar com o Greg Jackson e aprendeu a dar o pisão no joelho e aquela corridinha de molequele q foge de briga na frente da escola pra não levar chute na bunda, quase foi Campeão. Pena q é igual folha no outono: assoprou, cai.

  • James sousa

    Hoje o holandês e um teste mais complicado para o Francis do que o Cigano

  • Overeem é o striker mais tático dessa divisão. Gostaria de ver o Ngannou se testando contra alguém que golpeia com inteligência, por mais que o queixo do Reem já esteja defasado. Combate interessante e que faz sentido.

    • Sexto Empírico

      Verdade. Pena q tem queixo de paçoca. Torci muito pra ele ser campeão.

  • Sexto Empírico

    Se no MMA houvesse patentes, Ngannou seria um capitão, cheio de vigor e fome de combate, aspirando alcançar altos postos rapidamente. Já Overrem, um General de quatro estrelas (a quinta, a que falta, seria pelo titulo do UFC), que já viu e passou por tudo nos campos de batalha. Riu com a vitória e chorou as baixas sofridas. Hoje, continua um dos melhores, mas seu corpo já está farto e cansado de tanta guerra.

    Sempre quis ver o dia em q os holandeses tomassem gosto de verdade pelo MMA. Maior povo do mundo fisicamente e adoradores de esportes de combate, ótimos no Kickboxing, preencheriam com muito talento as debilitadas fileiras dos Meio Pesado e Pesado.
    Um que eu gostaria muito q tivesse vindo para o MMA, é o Badr Hari. Talentoso e assassino. Tem gosto por violência. O problema é q quando ele não está tentando arrancar a cabeça de um infeliz com uma voadora no K1, nem namorando o Cristiano Ronaldo, ele está preso ou arrumando um jeito de voltar pra cadeia.