Fabricio Werdum vence Marcin Tybura no UFC Fight Night 121

O ex-campeão dos pesos pesados Fabricio Werdum deu mais um passo em direção a uma nova disputa de cinturão. Com uma apresentação comedida e séria, Werdum derrotou o polonês Marcin Tybura por decisão unânime dos juízes na luta principal do UFC Fight Night 121.

Werdum começou o primeiro round partindo pra cima do polonês com tudo. Com chutes altos e jabs, o gaúcho foi controlando a distancia e ditando o ritmo da luta. Porém, Tybura não se intimidou e pouco a pouco foi soltando seu jogo. Alternando sua base a todo momento, o polonês abusou dos chutes baixos e dos pisões, característicos de Jon Jones, e chegou a conectar alguns cruzados, mas sem grande efetividade. O brasileiro continuou aplicando os melhores golpes, entre eles algumas boas joelhadas no Thai clinch. Faltando um minuto para o fim do round, ele aplicou um single leg, que foi bem defendido pelo polonês, mas que rendeu ao gaúcho as costas do adversário. Tybura defendeu o ataque nas costas e o round chegou ao fim.

Logo no início do segundo round, o brasileiro encaixou uma sequência de jabs e diretos que abalaram o polonês. Werdum continuou melhor em pé, mas na marca dos três minutos, Tybura desferiu uma canelada que entrou seca no rosto do brasileiro. Logo na sequência, o polonês aplicou um novo chute algo que balançou o gaúcho. Werdum conseguiu resistir aos fortes golpes do oponente e voltou a ditar o ritmo do combate com uma maior movimentação e fluxo de golpes no término do segundo round.

Já bem mais cansado, Marcin passou a oferecer menos riscos ao brasileiro no terceiro round. Werdum conectava os melhores golpes e o seu muay thai superava o boxe do polonês. Com jabs curtos, o brasileiro conseguia encurtar a distância e partia pro Thai clinch desferindo joelhadas. Sem grandes sustos, o ex-campeão manteve o domínio do round.

Já no quarto round, o gaucho já estava com a luta completamente controlada. Mesmo o refinado kickboxing do polonês não parecia ser páreo para o brasileiro, que com bons golpes mantinha sua vantagem na luta. Com três minutos de luta, o brasileiro conseguiu colocar a queda, mas não teve tempo suficiente para usar seu jogo de chão, muito também por mérito do próprio polonês que estava com a defesa de quedas em dia.

Marcin poderia estar cansado, mas ainda estava na luta. Com menos de um minuto de luta, Tybura novamente entrou com uma canelada que quase deu fim ao combate. Werdum conseguiu suportar, mas logo após uma breve pausa, o brasileiro passou um novo sufoco com um forte chute alto do seu oponente. Com um final recheado de emoções, onde os lutadores chegaram a partir para a franca troca de golpes na reta final do último round. 

O brasileiro levou a melhor por decisão unânime dos juízes (50-45 x2, 49-46).

  • Vinicius Maia

    Não sei o redator mas eu fiquei impressionado de como o Werdum absorveu aquela canelada seca no round 2. Como dizem os americanos ele comeu o golpe e foi pra cima. Impressionante. Tybura é duro, só tem que melhorar o condicionamento que será um futuro na divisão dos pesados.

  • Marcio Lennon

    Esperava bem mais do verdum. com muito esforço dá para considerar o tybura um bom lutador. é melhor ele werdum ir pegando uns meio de tabela, sair em alta do ufc para ir ao bellator, titulo é pouco provavel.

  • Bruno Coelho

    Desculpem o off-topic, mas é sério esse papo de que o Oezdemir foi preso? o.O