Empresário revela que USADA deve divulgar em breve a resolução do caso de Jon Jones

Por Jessyca Damaso | 12/07/2018 07:00

Quase um ano após a notícia de que Jon Jones falhou novamente em um exame antidoping, ainda não há qualquer informação sobre qual punição será aplicada pela Agência Americana de Antidoping (USADA). No entanto, o empresário do lutador, Malki Kawa revelou na última segunda-feira (09) que está confiante que a resolução do caso deva sair até o final de julho.

Em exame realizado antes de seu combate com Daniel Cormier, no UFC 214, Jones testou positivo por uso de turinabol. Em fevereiro deste ano, a Comissão Atlética do Estado da Califórnia (CSAC) aprovou uma multa pesada de $205.000 dólares, equivalente à 40% da bolsa de Jon Jones e com 5000 dólares adicionados por conta do doping. Além de também ter sua licença para lutar revogada, podendo pedir reintegração apenas em agosto de 2018.

“Estou muito confiante de que teremos uma decisão sobre isso até o final deste mês”, disse Kawa. “Eles estão pressionando muito. Eu sei que todos os envolvidos estão trabalhando duro para chegar a uma solução. Eu sei que o UFC está esperando ansiosamente e estamos lidando com a USADA diariamente. Eles têm sido muito bons conosco até agora”, disse Kawa durante uma participação do Ariel Helwani’s MMA Show.

“Espero que ele seja liberado no próximo mês e que a oportunidade de lutar se apresente. Se for no ano que vem, no começo do ano que vem ou seja lá o que for, eu estou confiante”, completou o empresário de Jones.

No último sábado, no UFC 226, Cormier fez história ao bater Stipe Miocic e ter se tornado campeão em duas categorias do UFC simultaneamente –  a dos meios-pesados e dos pesados. Segundo Kawa, Jon Jones está satisfeito com a conquista do rival.

“Suas palavras para mim foram, ‘bom para ele, acho que agora podemos dizer bem-vindo ao clube, ele é realmente um campeão, ele ganhou o cinturão dos pesos pesados, e ninguém pode tirar isso dele. Ele é o campeão mundial dos pesos pesados'”, disse Jones a Kawa. “Então ele disse: ‘Malki, essa é a melhor coisa que poderia acontecer. Agora eu tenho a opção de voltar e chutar a bunda dele no meio-pesado ou pesado'”.

Jornalista apaixonada por esporte, viagens e música.