Dominick Reyes comenta expectativas para duelo com Cannonier: “O objetivo é sempre finalizar as lutas”

Um dos novos talentos mais comentado nos últimos tempos no peso meio-pesado, Dominick Reyes terá sua tarefa mais difícil até agora no UFC ao enfrentar Jared Cannonier no próximo sábado, na primeira excursão da organização a Santiago, no Chile, para o UFC Fight Night 129.

Após somente duas lutas dentro da organização, Reyes comentou em entrevista ao MMA Brasil a animação que sente por já ocupar espaço na terceira luta mais importante de um card principal, e também por poder se apresentar em frente do público chileno.

“É um sonho se tornando realidade. Eu estou trabalhando pra caramba, e tem valido a pena. Eu tenho feito sacrifícios, e tudo tem valido a pena. Eu estou bastante animado para mostrar meu talento para o Chile, é um país bonito e estou feliz, espero continuar me divertindo sábado de noite.”

Com duas interrupções rápidas em suas lutas até agora no UFC, com um nocaute sobre Joachim Christensen e uma finalização sobre Jeremy Kimball, o “Devastador” se declarou um lutador que busca a toda hora terminar com a luta, e que já vê um possível title shot em seu futuro.

“O objetivo é sempre finalizar as lutas, eu apareço para isso. Eu assumo que, depois que eu ganhar essa luta, vou entrar no top 15. É importante fazer essa subida, para que eu eventualmente possa ganhar uma chance pelo título. E agora eu estou começando a receber o reconhecimento que eu ganhei. Eu não acho que mereci, mas ganhei, então estou indo bem.”

O compromisso de Reyes no próximo sábado será contra Jared Cannonier, lutador que já ocupou o top 15 da categoria e que já enfrentou lutadores experientes, como Glover Teixeira e Jan Blachowicz. Apesar de ver qualidades no jogo do “Killa Gorilla”, ele acredita que é um lutador melhor e que irá mostrar isso durante o combate.

“Eu acho que ele é muito duro. Ele tem um bom boxe, mas eu acho que sou um lutador mais completo, um artista marcial misto mais versátil. Os buracos aparecerão e, quando eu ver eles, vou explorá-los, e vocês todos verão.”

Apesar da categoria dos meios-pesados estar parada por conta da subida de peso do campeão Daniel Cormier para lutar pelo título do peso pesado Stipe Miocic, Reyes acredita que esta é uma oportunidade para a renovação do top da divisão e o surgimento de novos desafiantes.

“Atualmente, eu não acho que seja ruim para a categoria, porque ela está meio estagnada. Os caras do top 5 todos já lutaram entre si, então trará mais exposição para ele (Daniel Cormier) lutar com o Stipe no peso pesado. Eu acho que vai ajudar a nossa divisão por um tempo, enquanto os prospectos como eu e outros lutadores se desenvolvem e ganham lutas, e chegam ao status de desafiante pelo título.”

Também sobre outra novidade da divisão, o prospecto americano declarou estar bastante ansioso para ver qual será o rendimento de Luke Rockhold na nova categoria, e não descartou uma luta contra o ex-campeão dos médios no futuro.

“Eu estou muito interessado em ver o que o Rockhold vai fazer (no peso meio-pesado). Estou realmente ansioso para a luta entre Gustafsson e Rockhold e, vamos ver a partir de lá. Eu tenho que tomar conta do Jared primeiro, e aí veremos.”