Derek Brunson prega respeito por Lyoto Machida e sonha com disputa de cinturão

Envolvido em sua segunda luta principal na carreira, o peso médio americano Derek Brunson tem chances de adicionar o primeiro ex-campeão do UFC ao seu cartel, encarando Lyoto Machida, antigo campeão do peso meio-pesado na luta principal do UFC São Paulo.

No início do ano, Brunson perdeu para o ex-campeão Anderson Silva em uma decisão controversa no UFC 208. Em conversa exclusiva com o MMA Brasil, Derek explicou o porquê de ter aceitado um duelo contra um atleta brasileiro no Brasil:

“Eu sou um lutador e é isso que os lutadores fazem. Eu realmente gosto de aceitar coisas assim, então eu aceitei, vou lá pra acabar com a luta. Se eu acertar mais golpes, acho que consigo a vitória na decisão”.

Apesar de ter a maioria de suas vitórias vindas por nocaute, o americano terá pela frente um dos melhores trocadores da história do MMA. Perguntado sobre, Brunson citou o exemplo de Uriah Hall, que também era um bom striker e acabou nocauteado:

“Eu posso trocar golpes com qualquer um, Lyoto é um bom striker, mas já lutei com bons strikers como o Uriah Hall e conseguiu nocautear. É questão de complicar pra ele e conseguir o nocaute”.

Apesar de ser um dos grandes atletas da história do MMA, Machida está sem lutar desde junho de 2015, quando foi nocauteado pelo cubano Yoel Romero. Mesmo com o tempo fora, Derek pregou bastante respeito pelo campeão, acreditando que o hiato não vai influenciar negativamente no desempenho do brasileiro:

“Acho que não, vi o treino dele, está na ‘borda’, é um ex-campeão do UFC. Quando você tem um cara que já lutou no mais alto nível do MMA, ele sabe como lutar, sabe como fazer ajustes, sabe como colocar o adversário em situações desconfortáveis, mesmo voltando só agora”.

Sétimo colocado no ranking dos médios, Derek também comentou sobre a possibilidade de lutar pelo título da categoria. Ele citou que a divisão é imprevisível, e comentou o desejo de lutar pelo ouro no futuro:

“Sim, é claro. Uma vitória sobre o Lyoto me coloca no caminho, é uma divisão louca, talvez eu seja o próximo”.

O UFC Fight Night 119 acontecerá no próximo sábado, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

  • William Oliveira

    Haha que piada.. Tem pelo menos uns 5 na frente dele, mas isso aí pensamento positivo.