Boxe: Deontay Wilder e Tyson Fury tem confronto por cinturão peso pesado marcado para novembro

Por Rafael Oreiro | 19/08/2018 17:32

Um combate muito esperado pelos fãs de boxe foi confirmado no último sábado (18). Depois de reportagens durante a semana passada indicando que Deontay Wilder e Tyson Fury iriam se enfrentar caso o inglês ganhasse seu combate contra Francesco Pianeta no final de semana, o ex-campeão da WBA, WBO e IBF saiu vitorioso no ringue e confirmou o combate contra o detentor do cinturão da WBC. Os dois fizeram a primeira encarada do combate após o anúncio da vitória de Fury, em Belfast, na Irlanda do Norte.

Wilder esteve envolvido nos últimos meses em negociações por uma superluta contra Anthony Joshua, detentor de cinturões na IBF, WBA, WBO e IBO. Porém, com a demora das duas partes em chegar a um denominador comum, o britânico acabou tendo que cumprir com o dever de defender seu cinturão da World Boxing Organization, por causa de uma cláusula que lhe tiraria o cinturão caso este não fosse posto em jogo em 180 dias. Assim, Joshua enfrentará Alexander Povetkin no dia 22 de setembro, no estádio de Wembley, em Londres, adiando os planos do combate com Wilder.

Deontay Wilder e Tyson Fury fazem primeira encarada no Belfast's Windsor Park

Deontay Wilder e Tyson Fury fazem primeira encarada no Belfast’s Windsor Park

No combate contra Fury, Deontay Wilder (39-0, 38 KOs) buscará realizar sua oitava defesa do cinturão peso pesado da WBC. Medalha de bronze nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, o “Bronze Bomber” vem de uma vitória impressionante sobre o cubano Luis Ortiz em sua última luta, em combate dramático que acabou com um nocaute no décimo round.

Depois de anos afastado do boxe por conta da depressão, problemas com álcool e drogas, além de uma suspensão por violação em teste antidoping, Tyson Fury (27-0, 19 KOs) retornou aos ringues em junho, vencendo de forma pouco impressionante o mediano Sefer Seferi. Ele retornou rapidamente após este combate, melhorando sua forma física para vencer o italiano Francesco Pianeta na decisão dos juízes após dez rounds, novamente com desempenho que não lembra em nada o homem que bateu Wladimir Klitschko em 2015.

O combate entre Deontay Wilder e Tyson Fury ainda não tem data nem local anunciados para realização, mas o mais provável é que aconteça ou dia 10 ou 17 de novembro, em Las Vegas.

Editor do MMA Brasil. Carioca, flamenguista, projeto de músico que nunca deu certo e estudante de engenharia nas horas vagas. Orgulhosamente parte da "geração TUF Brasil".