Demetrious Johnson faz história e bate recorde de defesas de cinturão

O recorde veio. Demetrious Johnson fez história na luta coprincipal do UFC 216. Em uma das melhores exibições já vistas no octógono, ele não deu chances para Ray Borg e finalizou no quinto round, defendendo o cinturão dos moscas pela 11ª vez, batendo o recorde que era do brasileiro Anderson Silva.

A luta começou com bastante movimentação dos dois e poucos golpes aplicados. Após dois chutes na costela, o campeão agarrou as costas de Borg e levou a luta pro chão, mas voltaram de pé segundos depois. O desafiante tentou uma queda, bem defendida por Demetrious, que pouco tempo depois levou a luta pro solo, deixando Borg de costas para o chão. No final do assalto, Johnson chegou a tentar uma kimura, sem sucesso.

No segundo assalto, Johnson decidiu colocar a luta na grade, Borg surpreendeu e aplicou uma queda, rapidamente chegou nas costas, mas Demetrious escapou rapidamente. Por cima, o campeão avançou e tentou finalizar, porém, Ray fez um ótimo trabalho de defesa, ficando em pé pouco tempo depois. Johnson aplicou uma nova queda e se manteve por cima até o final do round.

Já na terceira parcial, Borg agarrou a perna de Demetrious após um chute, mas não conseguiu a queda. Johnson fez giros e caiu por cima novamente. O campeão usou joelhadas e cotoveladas pra pontuar. Borg tentou sair da posição, mas acabou cedendo as costas para Johnson. O campeão tentou trabalhar uma finalização, mas deu espaço pra Borg se recuperar no fim.

No round de campeonato, Borg surpreendeu e conseguiu uma bela queda, mas Johnson rapidamente controlou a luta, aplicou cotoveladas que abriram o supercílio de Ray. Demetrious decidiu voltar de pé, onde aplicou joelhadas no clinch. Demetrious aplicou outras duas quedas, continuando seu domínio absoluto.

Na última parte da luta, Johnson não teve problemas para aplicar mais uma queda. Borg conseguiu escapar e ficou de pé, mas foi derrubado pelo campeão de novo. Demetrious conseguiu passar a guarda e chegou nas costas. Borg ficou de pé, Johnson estava mochilado, aplicou um belíssimo slam, Borg caiu já com o braço preso, tentou escapar, mas não resistiu.

  • Saulo Henrique

    Parabéns ao Demetrious. E que siga novos caminhos.