Dana White’s Tuesday Night Contender Series 6: Charles Byrd e Grant Dawson são contratados pelo UFC

Na sexta edição do evento de Dana White, mais dois lutadores foram contratados pelo UFC depois de finalizarem suas lutas

Aconteceu na noite desta terça-feira (15), na TUF Gym, em Las Vegas, a sexta edição do Dana White’s Tuesday Night Contender Series. Com contratos com o UFC em jogo, dez atletas de relevância regional entraram no octógono buscando impressionar Dana White e conseguir uma vaga na maior organização do MMA mundial.

Na luta principal do evento, Charles Byrd conquistou sua segunda vitória no Contender Series. Depois de finalizar Jamie Pickett no primeiro round da primeira edição, ele conseguiu uma nova chance de entrar no UFC enfrentando Randall Wallace, que foi chamado para substituir Gabriel Checco com poucos dias de preparação. Byrd finalizou novamente, desta vez tendo um pouco mais de dificuldade do que em sua primeira luta. Com o resultado, ele foi agraciado com o contrato com o UFC.

O segundo contratado pelo UFC na noite foi o peso pena Grant Dawson. Dominando facilmente Adrian Diaz no solo desde o começo da luta, Dawson chegou muito perto de terminar o embate no final do primeiro round, mas só conseguiu o feito no segundo, depois de passar novamente com facilidade pelas defesas de Diaz no chão, finalizando com um mata-leão.

Confira os resultados completos do card:

Peso Médio: Charles Byrd venceu Randall Wallace via finalização (mata-leão) aos 2:03 do segundo round
Peso Pena: Grant Dawson venceu Adrian Diaz via finalização (mata-leão) aos 1:15 do segundo round
Peso Meio-Pesado: Cameron Olson venceu Karl Reed na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)
Peso Mosca: Jaime Alvarez venceu Martin Day na decisão unânime (28-27, 29-28, 29-27)
Peso Palha: Jamie Colleen venceu Tiffany Masters via finalização (chave de braço) aos 4:43 do terceiro round

  • Sexto Empírico

    Tá bem. Mas o Dana, como olheiro, tá deixando a desejar. A melhor escolha dele, até agora, foi o Sage, q perdeu pra outra escolha dele, o Mickey. Q pateta! Desculpa a piada infame.