Cris Cyborg inicia campanha por luta contra multicampeã mundial no boxe

Por Jessyca Damaso | 07/05/2018 13:17

A brasileira Cris Cyborg quer seguir os mesmos passos de Conor McGregor. A campeã peso pena do UFC está fazendo campanha para encarar uma multicampeã mundial no boxe: a dinamarquesa Cecilia Braekhus, detentora dos cinturões peso meio-médio das quatro principais organizações mundiais da nobre arte.

O possível combate entre as duas já vem sendo especulado há algum tempo, mas ganhou força no último sábado (5), quando a curitibana, que acompanhou o confronto entre Braekhus e Kali Reis em Carson, na Califórnia, pelo evento Cinco De Mayo, apareceu vestindo uma camisa estampando os dizeres: ‘Cyborg vs. Braekhus no verão de 2019’ e com o cinturão peso pena do UFC sobre o ombro.

Depois de ver a vitória, por decisão unânime, da dinamarquesa, Cyborg declarou que deseja cumprir seu contrato com o UFC – ela ainda tem mais duas lutas no contrato – e, logo na sequência, quer iniciar a preparação para a possível migração para o boxe. A brasileira já chegou a treinar a modalidade junto da bicampeã olímpica Claressa Shields, realizando diversos sparrings durante o ano de 2017.

“Eu preciso de tempo para treinar, de quatro a seis meses de treino, mas vai ser perfeito, porque tenho duas lutas restando no MMA, e aí posso focar no boxe. Vai ser muito empolgante. Eu a respeito, mas poderíamos fazer minha primeira luta de boxe com ela”, disse a lutadora brasileira ao portal norte-americano “Yahoo!”.

Apesar do interesse em se aventurar na “Nobre Arte”, Cyborg descarta qualquer possibilidade de se aposentar do MMA ao final do contrato com o UFC. A campeã dos penas revelou que pode ter que abrir mão do cinturão, mas que poderia reconquistá-lo em outro momento.

“Eu posso conquistar de novo, sem problemas! Treino duro e conquisto de novo. Mas gostaria de trabalhar com eles. Se nós trabalharmos algo com o UFC que eu possa fazer a luta de boxe e ainda manter o cinturão, voltar como o (Conor) McGregor fez, é isso. Preciso falar com meu manager”, disse Cris Cyborg.

Na coletiva de imprensa pós-luta, Braekhus, considerada a melhor pugilista peso por peso do mundo e invicta em 33 lutas, afirmou que adoraria lutar contra Cyborg e ainda alfinetou McGregor.

“Se nós conseguirmos fechar a luta, acho que seria algo espetacular a se fazer. Ela (Cyborg) é uma striker melhor que Conor McGregor. Acho que seria uma luta muito mais competitiva do que foi Mayweather-McGregor”, disse Braekhus.

 

Jornalista apaixonada por esporte, viagens e música.