Cris Cyborg esmigalha o rosto de Lina Lansberg e é a grande vencedora do UFC Brasília

Cris Cyborg esmigalha o rosto de Lina Lansberg e é a grande vencedora do UFC Brasília
MMA

No segundo evento do UFC da história de Brasília, Cris Cyborg implodiu Lina Lansberg. Houve também espaço para mais uma vitória de Renan Barão e um nocaute de peso de Roy Nelson.

Em uma noite movimentada no ginásio Nilson Nelson, em Brasília, Cristiane Cyborg espancou Lina Lansberg na luta principal do UFC Fight Night 95.

A maioria sabia que Lansberg era mais um boi de piranha para Cyborg abater. O que ficou diferente neste sábado foi a duração do sacrifício da sueca. No primeiro soco que a brasileira acertou, já foi possível ver que Lansberg não tinha a menor possibilidade de vencer a luta. Cyborg aplicou fortes socos que balançaram a sueca e, após uma queda seguida de uma montada, Cris usou um ground and pound poderoso para amassar o rosto de Lina. O round foi encerrado com Cyborg aplicando uma forte sequência em Lansberg.

No segundo round, mais do mesmo, só que em uma versão compacta. Cyborg continuou aplicando fortes socos, levando a melhor no clinch e, para concluir, derrubou a adversária e aplicou um ground n’ pound avassalador até a interrupção do árbitro.

Em combate insosso Renan Barão vence Phillipe Nover na decisão unânime dos juízes

Em uma luta marcada para que o ex-campeão Renan Barão recuperasse a confiança, o brasileiro fez um combate desnecessariamente parelho com o nem tão talentoso Phillipe Nover.

O primeiro round foi bastante equilibrado, com o potiguar apostando na potência dos golpes e Nover oferecendo um volume maior de golpes. A potência foi preponderante e Barão venceu o assalto por 10-9.

Renan voltou melhor no segundo, demonstrando lampejos do lutador avassalador que foi outrora. Assim, mais um round foi marcado para ele. A ultima parcela da luta prosseguiu em um ritmo não muito forte, em que havia a sensação de que o brasileiro não passava a terceira marcha. Com um uso maior de quedas mescladas com momentos de trocação, Barão levou mais um round.

No fim, dois juízes marcaram 29-28 para o potiguar e o restante concordou com o 30-27 apontado pelo MMA Brasil. No combate entregue para recuperar a confiança de Barão, vimos uma “oportunation” perdida.

Roy Nelson usa o peso de suas mãos para nocautear Antônio Pezão

Em um embate entre amigos, Roy Nelson abusou dos overhands para construir um nocaute contra Antonio Pezão.

O primeiro round foi marcado por uma troca de mãos pesadas entre os lutadores, até o momento em que Nelson surpreendeu e levou a luta para o clinch. O assalto passou a ter o ritmo de uma luta de pesos-pesados e ali ficou até o fim.

Os amigos voltaram com uma postura diferente na segunda etapa e os overhands de Nelson começaram a lapidar o queixo de Pezão. O brasileiro aguentou duros golpes, o que tem sido raro nas suas últimas lutas, até o momento em que o americano atingiu o seu intento e um forte soco explodiu no queixo de Pezão. Os demais golpes foram somente para cumprir o protocolo e, após Big John McCarthy encerrar a peleja, Roy protestou com um tiro de meta na nádega esquerda do juiz por ter tido que acertar um amigo mais do que deveria.

Francisco Massaranduba usa o cotovelo contra Paul Felder e emociona a plateia

Piauiense que viveu anos em Brasília, Francisco Massaranduba começou os trabalhos surpreendendo Paul Felder na área de maior vantagem do americano. Com uma troca de golpes bem ajustada, o brasileiro aplicou os melhores golpes e conseguiu a vantagem minima em um primeiro round equilibrado.

No recomeço do combate, a luta prosseguiu parelha até o momento em que foi para o solo e “Massaramito” iniciou um ground n’ pound furioso. As cotoveladas abriram um abismo no supercílio de Felder e só cessaram com a buzina do fim do segundo assalto.

O derradeiro round começou com momentos de trocação e clinch. O corte do americano sangrava bastante e, após o exame do médico, o árbitro, visando a integridade fisica de Paul Felder, declarou o nocaute técnico.

Francisco Massaranduba ainda encontrou energia para emocionar a plateia ao anunciar que está iniciando um projeto social e a chegada da paternidade. QUE HOMEM!

Eric Spicely silencia o ginásio com uma finalização em Thiago Marreta

O grappler ex-TUF 23 Eric Spicely começou a luta deixando claro que a sua proposta era levar Thiago Marreta para o chão. A primeira tentativa foi com uma omoplata, que, apesar de incomodar o brasileiro, foi defendida. No seu melhor momento no round, Marreta acertou um estridente chute na costela de Spicely. Porém, não foi o suficiente. Eric mais uma ver levou a luta para o chão e conseguiu uma finalização via mata-leão.

Para Thiago Marreta a segunda derrota acendeu o sinal amarelo e deixou clara a necessidade de investir nos treinos de grappling.

Godofredo Pepey reencontra a vitória em finalização no 1º round

O card principal iniciou com um ritmo eletrizante, no qual Godofredo Pepey e Mike de la Torre trocaram socos e chutes como se o amanhã não fosse chegar. Apesar da troca franca de golpes, o brasileiro levou vantagem imprimindo um ritmo forte e encurralando De La Torre. Assim que Pepey teve oportunidade de encurtar a distância, derrubou o adversário, foi para as costas e ali trabalhou intercalando botes e socos até encontrar o momento certo de encaixar o mata-leão para voltar ao caminho das vitórias.

  • Saulo Henrique

    Massaranduba, o mito! Pedrao, o mito, parte 2. Estilo poderoso chefao. Haha

    • Pedro Carneiro

      Que isso, amigo! Estou longe do Massaramito. Mas obrigado! hahaha

  • Marcos E

    Destaque para a transmissão dos EUA, com o Dominick Cruz mandando muuuito bem nos comentários. Na luta do Barão só faltou falar qual era a cor da cueca do brasileiro. Analisou toda a movimentação de um jeito que nunca vi comentarista fazer. O campeão é fora de série na análise das lutas.

    Massaranduba, que homem! Cris Cyborg, que… que… mulher! Ela mandou muito bem na coletiva de imprensa, resumindo o próprio futuro: “Eu vou ter que viver de regime e minhas adversárias vão ter que comer umas pizzas para lutar comigo”.

    Agora, a pergunta que fica é: O Marreta mandou mal, ou o Zebrinha que mandou bem?

    • Beto Magnun

      Cru mandou bem mesmo na transmissão. Ele o Anik são muito melhores que o Rogan e o outro manola lá. Só achei que ele exautou demais o Barão, sendo que a performasse do BR passou longe de ser tudo aquilo.

    • Pedro Carneiro

      Cruz é sensacional. Bom em tudo que se propõe a fazer. Marreta precisa tapar esse buraco no jogo dele. Acho que ontem ficou claro o caminho pra vence-lo.

    • Dominick é foda mesmo, mas vamos colocar na conta aí que ele deve ter passado um bom tempo estudando o jogo do Barão.

      • Danilo

        Isso ficou claro quando ele falou, acho que no segundo round, sobre como o TJ fez pra explorar as deficiências do Barão. Batendo em ângulos e saindo de lado, deixando o Barão confuso. Coisa que ele faria caso a luta entre eles tivesse sido casada quando o Barão ainda era campeão, né?

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    O Massaranduba quando falou que ia ser pai e do projeto, acho que mais da metade do Nilson Nelson já tava com cisco no olho hahha, o cara merece mesmo, pra mim os dois injustiçados Rani e Massaranduba já devem pegar top 15.

    • Pedro Carneiro

      Na coletiva de imprensa ele falando também deu vontade de aplaudir. Passou 2x na fila da mitagem.

    • Massaranduba é foda mesmo. Imagina um(a) Massarinha? Que mito.

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        Demais da conta, é por essa e outros caras que vale a pena assistir as entrevistas, o Massara faz rir e se emocionar

  • Beto Magnun

    Só agora assisti o evento e foi até melhor do que esperava.
    Gostei da luta do Gillespie, mas ele parece ser peso pena. Tô certo?
    Luan Chagas ganhou o posto do Mitrione de “melhor” QI de luta. Sério como o cara comete umas garoteadas daquela? Tá certo que ele é novo, mas no segundo round teve a luta nas mãos e não aproveitou pra no 3º dar aquela mancada monstra. PQP. E o Erik tem que começar a usar trocação só pra encurtar e levar pro chão. O queixo é fraco, condicionamento é pior e se expões demais trocando (chutando cachorro morto com essa observação).
    Ortiz é um mini Nate Marquadt?
    E o UFC promovendo lutas entre homens e máquinas agrícolas? Bizarro Trator conseguir lutar como leve, e ainda teve uma ótima performace. Segue voando baixo na categoria (e pra quem o Durinho mostrou dedo?)
    Pepey mitando do inicio ao fim.
    Marreta pagou o preço por conta daquela tatuagem feia pra desgraça. Lembrou o cara que foi dominado pelo Patolino. Que balde de água fria. Tô ‘perplecto’ até agora.
    Massara só posso dizer: QUE HOMEM! QUE HOMEM MEU DEUS!
    Sobre Nelson e a Cris… Demorou, mas deu a lógica. Curioso pra saber o destino dela, já que todas querem enfrenta-la, ou pelo menos dizem isso pra ter um minutinho a mais de fama já que na hora H ninguém se dispõe há não ser umas ‘Who’s?!’. Espero que ela pare com esse corte de peso ridículo.
    E o Barão… Parece que o instinto assassino se foi de vez. Não empolgou em nenhum momento. Fica até difícil acreditar que ele consiga se criar no top 15 da categoria.

    • Pedro Carneiro

      Achei ele pequeno também.
      O problema do Luan não foi QI de luta, foi preparo físico. Ele não estava mais aguentando lutar. Eu estava atrás do córner dele e na virada do 2º round pro 3º, ele sentou no banco e a primeira coisa que disse foi que tava muito cansado.
      Espero que não com o mesmo futuro…hahaha
      Tem que levar em conta que o Trator não bateu o peso. Durinho não fintava uma queda também. Querer trocar com trocador e ganhar é demais. Ele deu dedo pra um maluco na platéia que tava xingando ele.. hahaha
      Barão vai precisar se reinventar.
      Pezão surpreendeu aguentando umas bombas do Nelson.
      Eu não acreditava que a Cris fosse bater o peso, o resto foi mais do mesmo.

      • Beto Magnun

        Ah sim tinha esquecido que o Trator não tinha batido peso. Mesmo assim como você falou com essa estratégia era difícil o Durinho vencer. Ainda é um lutador de MMA muito verde.
        E realmente o condicionamento do Erik e do Luan tava horrível. Ainda assim achei que ele errou quando conseguiu um knockdown e ao invés de marretar tentou um armlock.

    • Gillespie pode baixar, sim.

      Sinistro o Marreta perder do Spicely.

  • Thiago

    Barão tá muito técnico até mais do q era, seu wrestling foi sensacional e seu oponente um striker de primeira técnico demais, vai dar trabalho em pé a qualquer um, embora ache que os dois são muito fracos para a categoria. Barão não corta peso bem nos galos mas tem punch e força, agora nos Penas ele é um monstro de técnica mas dá para ver que ta perdendo na questão de força, não dá para ele trocar força com um pena legítimo! Ele não perdeu o instinto assassino, só não consegue ser forte como era nos galos, nocauteador! Os pupilos do Dedé continuam sendo os brasileiros mais técnicos em atividade para mim, perdendo ou ganhando, ele e o Aldo.

    • Pedro Carneiro

      O adversário do Barão não era nada demais, na realidade escolherem o Nover justamente pro Barão retomar a confiança. Infelizmente não foi o que aconteceu, ele fez uma luta morna e apenas com lampejos do lutador que era no peso galo. Esse combate era pro Barão atropelar e ele fez uma luta apertada até demais pro nível do oponente. Dedé é muito bom sim, mas vai ter que mostrar o porquê é tão bom mais uma vez e reinventar o Barão

      • Danilo

        Pois é, foi triste ver o Barão cozinhando um cara de nível tão baixo. O Barão de tempos atrás teria machucado o Nover com aqueles combos e emendado com uma finalização.
        Pra mim ele precisa de acompanhamento psicológico forte. Pra fazê-lo entender que ele ainda é um puta lutador, mesmo depois daquelas derrotas pro TJ. Porque o que parece é que tem alguma coisa que impede ele de se soltar e mostrar todo seu potencial.

        • Barão nunca mais foi o mesmo depois que perdeu a primeira pro Dillashaw.

          • Danilo

            Sim, e já naquela época vinha dizendo que ele precisava de acompanhamento psicológico forte.

  • Thiago

    Achei que o cara que deram para o Barão era um “frango”, se é loco, o maluco é técnico demais em pé, mas deu para ver que vai levar um atraso se pegar um Wrestler.

    • Nover não é frango, mas também não é nenhum craque e bem abaixo do nível do Barão.

      • Thiago Kuhl

        Nover é o novo GSP, sai pra lá!

  • Luiz Gustavo

    A vitoria da Cyba é algo muito maneiro por ela estar na maior organização do mundo mas um pouco frustrante por não leva-la a lugar nenhum.O interessante disso é que ela não mira cinturões,nem recordes,então não sei se o sofrimento q ela passa cortando peso tenha tanto valor para lutas assim.
    Fiquei assustado com o Barão e o Marreta.O paraquedista foi inteiramente dominado por um bom grappler,mas sem expressão na categoria.E o Barão fez uma luta muito equilibrada com um lutador que não está no mesmo nivel dele.
    No mais eu esperava um evento ruim e tenho q admitir que entregou muito mais do que eu imaginava.

    • Acho que a bolsa dela no UFC deve ser maior do que a do Invicta.

      • Beto Magnun

        No ufc 198, ela recebeu 20 mil a mais do que ganha no Invicta.

        • Luiz Gustavo

          Po será q vale sofrer tanto por 20 mil a mais?

    • Pedro Carneiro

      O evento entregou lutas muito boas mesmo.

  • James sousa

    massaranduba e sensacional até o Anik se emocionou na hora da entrevista
    ainda vale a pena pra Cyborg essas lutas em peso casado ?

    • Pedro Carneiro

      e qual é a outra opção que ela tem dentro do UFC?

      • James sousa

        só essa mesmo , mas estava falando dela ficar mesmo no invicta defendendo o cinturão

      • Lutar em peso casado ou em 145 libras pra ela dá no mesmo. Já ficou claro que não existe nenhuma possibilidade de chegar a 135, então só vai sobrar luta assim. Vai chamando umas minas pra lutar de 145 e é isso.

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    Que lutador insosso esse Phillipe Nover ( o sujeito é carateca e não sabe sair em Deai ???????? )