Por Gustavo Menor | 12/05/2015 12:03

Alô, galera do MMA Brasil!

Eu tinha previsto para esta semana uma análise do Metamoris 6, mas acabei lembrando, de ultima hora, que o GP dos pesados da Copa Pódio seria transmitida ao vivo e gratuitamente pelo site oficial. Como aconteceriam praticamente no mesmo horário, acabei optando pelo evento que trouxe, além de grandes confrontos no formato de Grand Prix, mais quatro super lutas muito bem casadas.

Não me arrependi. Foi um verdadeiro confronto de gerações, que misturou alguns dos maiores cascas-grossas das antigas, como os lutadores que passaram ou estão no UFC Delson Pé de Chumbo, Serginho Moraes, Miltinho Vieira e Vinny Magalhães, com as novas caras do chamado jiu-jítsu moderno: Leandro Lo, Felipe Preguiça, Erberth Santos, dentre outros. Foi um verdadeiro show de jiu-jítsu no ginásio do Botafogo.

Os GP’s da Copa Pódio funcionam da seguinte forma: os 10 atletas são divididos em dois grupos (Verde e Amarelo). Em cada um dos grupos, os atletas lutam todos contra todos (formato round-robin) em combates de 6 minutos. A vitória por finalização vale 4 pontos, a vitória por pontos ou vantagens vale 3 e o empate concede apenas 1 ponto. Os dois melhores de cada grupo seguem para a próxima fase, conforme mostra o diagrama abaixo. Nas semifinais e na final, o empate leva a luta para uma prorrogação em morte súbita, sendo vitorioso o atleta que finalizar ou que primeiro pontuar.

Formato do GP da Copa Pódio

Formato do GP da Copa Pódio

Os seguintes atletas disputaram o Grand Prix da categoria dos pesados (até 96 kg):

Felipe Preguiça (BRA)
Tim Spriggs (USA)
Erberth Santos (BRA)
Maks Wisnieviski (POL)
Vinny Magalhães (BRA)
Nelton Pontes (POR)
Victor Honório (BRA)
Delson Heleno ¨Pé-de-Chumbo” (BRA)
Eduardo “Luta Livre” Inojosa (BRA)

Em seguida, o primeiro colocado de cada grupo lutou com o segundo do outro. Portanto, as semifinais ficaram assim:

Felipe Preguiça vs Tim Spriggs
Victor Honório vs Erberth Santos

No confronto Brasil x Estados Unidos, prevaleceu a técnica do favorito campeão mundial Felipe Preguiça. Ele enfrentou um adversário com base no wrestling que, apesar de dificultar as ações, não impediu o mineiro da Gracie Barra impor seu jogo e garantir a vaga na final do GP com uma raspada.

Felipe Preguiça superou Tim Spriggs na semifinal do GP da Copa Pódio

Felipe Preguiça superou Tim Spriggs na semifinal do GP da Copa Pódio (Foto: Arthur Junior/Copa Pódio)

A grande surpresa ficou a cargo da outra semifinal. O faixa-marrom da GFTeam Victor Honório surpreendeu o atual campeão brasileiro no peso e absoluto na faixa preta, Erberth Santos, que se mostrou apático desde a primeira rodada. Isso não tira o mérito de Victor, que fez um ótimo caminho até a final, desclassificando oponentes como Delson Pé de Chumbo com um jogo sólido de quedas e passagens de guarda. Fenômeno!

Ainda faixa-marrom, Victor Honorio foi a grande surpresa do GP (Foto: Arthur Junior/Copa Pódio)

Ainda faixa-marrom, Victor Honorio foi a grande surpresa do GP (Foto: Arthur Junior/Copa Pódio)

Na grande final, valeu a experiência de Preguiça. O mineiro, que já havia perdido para Victor na fase de grupos, segurou o ímpeto do faixa-marrom que, num jogo de passagem com muita pressão, chegou a assustar, mas acabou sucumbindo perante a habilidade de Preguiça em repor a guarda e pegar as costas. Felipe acabou estabilizando-se nas costas do oponente e o pegando com um estrangulamento de lapela. Com isso, Preguiça se consagrou tricampeão da Copa Pódio, duas vezes dos médios e uma nos pesados.

Felipe Preguiça finalizou na decisão pelas costas e conquistou seu terceiro título na Copa Pódio (Foto: Arthur Junior/Copa Pódio)

Felipe Preguiça finalizou na decisão pelas costas e conquistou seu terceiro título na Copa Pódio (Foto: Arthur Junior/Copa Pódio)

Confira os outros resultados da última edição da Copa Pódio:

Erberth Santos venceu Tim Spriggs (vantagem) e garantiu a medalha de bronze
Leandro Lo venceu Serginho Moraes por 6-0 na super luta de quimono
Gregor Gracie finalizou Daniel Moraes no katagatame pelo desafio no-gi (sem quimono) no peso médio
Miltinho Vieira venceu Goiti Yamauchi (vantagem) no desafio no-gi peso leve
No Desafio de Países, o americano Edwin Najmi finalizou o espanhol Alex Cabanes com um estrangulamento pelas costas.

Espero que tenham curtido a análise. Forte abraço. Oss!

Foto de destaque: Deive Coutinho/Copa Pódio

Colunista de Jiu-jítsu do MMA Brasil. Único cara que perdeu um dedo tentando não se atrasar para o treino. Isso mostra o quanto eu gosto disso.