Conor McGregor anuncia “aposentadoria” do MMA pela segunda vez

Por Edição MMA Brasil | 26/03/2019 21:51

Não é a primeira vez que acontece e provavelmente não será a última. O irlandês Conor McGregor anunciou sua suposta aposentadoria através de sua conta oficial no Twitter.

O ex-campeão dos penas e dos leves do UFC fez um breve anúncio, já no início da madrugada desta terça-feira (26), para informar pela segunda vez o seu adeus ao MMA. O tuíte pegou muitos de surpresa, já que Conor estava negociando seu retorno ao UFC. Entretanto, assim como da primeira vez, os fãs duvidam da veracidade do anúncio, que poderia ser apenas uma tática de negociação para conseguir maiores lucros ou então apenas uma jogada de marketing.

Conor McGregor:

“Olá pessoal, apenas um rápido anúncio. Eu decidi me aposentar do esporte até então conhecido como ‘Artes Marciais Mistas’. Eu desejo tudo de bom aos meus colegas que seguem na competição. Agora eu me junto aos meus antigos colegas nesta nova aventura, já aposentados. Piñas Coladas por minha conta, amigos!”

O mistério acerca do tuíte aumentou após Dana White, presidente do UFC, confirmar a veracidade da decisão de Conor em entrevista à ESPN. Dana afirmou que o irlandês já possui patrimônio suficiente para que não necessite mais lutar e que, em seu lugar, faria o mesmo.

Dana White

“Ele já tem patrimônio para poder se aposentar e o uísque dele está arrebentando. Faz total sentido. Se eu fosse ele, eu me aposentaria também. Ele está se aposentando das lutas, mas não do trabalho. O uísque vai mantê-lo ocupado e eu tenho certeza que ele está trabalhando em outras coisas. Ele sempre foi tão divertido de se assistir, conquistou coisas incríveis no esporte. Estou muito feliz por ele e espero que ele obtenha tanto sucesso fora do octógono como teve dentro.”

Outro fator que causa estranheza no público é que, horas antes do tuíte ser publicado, uma entrevista de Conor ao programa do apresentador Jimmy Fallon, que já havia sido gravado com antecedência, foi ao ar. Nele, McGregor confirmava que estava negociando seu retorno com o UFC para julho. Entretanto, o lutador também afirmou que já não precisava mais lutar, mas que ainda possui o desejo.

“Nós estamos negociando para julho”, disse McGregor na ocasião. “Vamos ver o que acontece, tem muitos problemas acontecendo. O meio da luta é um jogo cruel. Mas, como eu disse aos meus fãs, estou em forma e estou pronto. Eu já fiz a minha parte para a empresa (UFC). Eu realmente não preciso lutar. Minha vida financeira está garantida. A vida financeira da minha família está garantida. Nós estamos bem, mas tenho o desejo de lutar. Então vamos ver o que acontece. Estou pronto”, completou o ex-campeão.

Em abril de 2016, o irlandês também anunciou sua aposentadoria através do Twitter. A mensagem acabou se tornando a mais retuitada entre esportistas na história da rede social. Na época, foi apenas uma tática de barganha nas negociações usadas pelo irlandês, que tentava uma vaga no UFC 200. Ele acabou não lutando no evento, mas retornou um mês depois, no UFC 202, contra Nate Diaz.

A afirmação de que Conor McGregor fez história no MMA é inegável, ame-o ou odeie-o. Seja por nocautear José Aldo em 13 segundos para conquistar o cinturão dos penas ou por nocautear Eddie Alvarez e se tornar o primeiro lutador a ter dois cinturões de forma simultânea no UFC. Ou então por principalmente carregar uma legião de fãs irlandeses, fanáticos por seu ídolo, a invadir o mundo do UFC e torná-lo totalmente diferente. Até no mercado financeiro, Conor mudou o esporte, faturando bolsas estratosféricas e vendendo pay-per-views como se fosse água no deserto. De uma forma ou de outra, McGregor mudou o esporte.

Dentro do octógono, sua última aparição foi no UFC 229, quando foi amplamente dominado por Khabib Nurmagomedov na luta principal do evento. O irlandês foi finalizado no quarto round, perdendo a disputa de cinturão dos leves. Até o momento foram 21 vitórias, quatro derrotas, várias polêmicas e um legado intocável.

E você, acredita que Conor McGregor realmente vai se aposentar ou é mais uma jogada? Vamos ao debate na caixa de comentários!