Conheça a Rádio MMA Brasil, com entrevistas especiais e notícias sobre o mundo das lutas

Por Edição MMA Brasil | 02/06/2013 21:52

A equipe do MMA Brasil tem a felicidade de apresentar uma nova atração: a Rádio MMA Brasil, um projeto antigo da equipe que até já foi muitas vezes pedido pelos ouvintes do nosso podcast.

O novo projeto é dividido em três blocos. O primeiro, com 25 minutos de duração, sempre trará uma entrevista especial com alguém ligado ao mundo das lutas. O segundo, também com 25 minutos, traz à discussão as principais notícias da semana. Fechando o programa, uma pequena prévia do que virá pela frente e a lista das últimas lutas anunciadas para o UFC.

Este programa inicial é o episódio piloto da Rádio MMA Brasil, ou seja, serve para apresentar o novo produto para o público. Os demais episódios poderão sofrer alterações, uma delas inclusive já está definida: uma nova edição do programa estará disponível no site nas manhãs de sexta-feira. O piloto foi apresentado por Alexandre Matos e Renata Aymoré, mas os programas futuros podem contar com um revezamento entre integrantes da equipe e até mesmo serem apresentados em trio.

To wrestle is to be human: Lutar é ser humanoA entrevista do episódio piloto da Rádio MMA Brasil aproveitou a nomeação do wrestling como um dos três finalistas para fechar o programa olímpico dos Jogos de 2020. Nosso convidado é Pedro Gama Filho, presidente da confederação brasileira da modalidade e primeiro sul-americano nomeado membro do Bureau da FILA.

O dirigente explicou o papel do Bureau nas decisões da FILA, falou sobre a pressão que seu esporte está sofrendo, as mudanças já executadas e as que ainda estão em planejamento para deixar a luta olímpica mais atrativa – incluindo uma maior aproximação com o MMA -, o problema do estilo greco-romano, além da expectativa para o futuro, inclusive cogitando a possibilidade de o wrestling deixar de ser esporte olímpico caso perca a disputa em setembro para o beisebol/softbol ou o squash. Como muito bem reforça uma das campanhas da FILA, lutar é ser humano.

O segundo bloco debateu seis importantes notícias que agitaram o mundo do MMA na última semana: a aposentadoria de Forrest Griffin; sua inclusão no Hall da Fama do UFC, em parceria com Stephan Bonnar; a mudança nas regras de controle antidoping referentes ao uso de maconha; as três lutas oficializadas para o card do UFC Rio 4; Ronda Rousey e Miesha Tate no TUF 18 e a reestreia de Josh Barnett, que enfrentará Frank Mir no UFC 164.

A última parte do programa foi reservada para enumerar as lutas que foram anunciadas para diversas edições do UFC até o final de agosto. Os apresentadores apontaram quais lutas eles mais aguardam com ansiedade e se alguma delas não lhes tira o sono.

A ideia da Rádio MMA Brasil é, com a evolução, tornar-se um programa ao vivo, com participação dos leitores/ouvintes. Para que isto seja possível, a equipe precisa do retorno de vocês, ou seja, precisamos saber as suas impressões sobre o que deu certo e o que deu errado no piloto. E, claro, contamos com a sempre importante participação na caixinha de comentários, para que o debate iniciado no programa não se encerre após os quase sessenta minutos de duração.

[display_podcast]

 

Tem talento como designer e quer colaborar com o MMA Brasil? Que tal criar um logo para a Rádio MMA Brasil? Entre em contato conosco para apresentar suas ideias! Selecionaremos as três melhores para que os próprios leitores escolham a vencedora.

O MMA Brasil é um site com artigos opinativos e analíticos sobre esportes de combate em geral, especialmente sobre MMA (Mixed Martial Arts).