Com Khabib de quarentena na Rússia, UFC quer Justin Gaethje contra Tony Ferguson no UFC 249

Por Edição MMA Brasil | 30/03/2020 16:07

O tão sonhado embate entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson não deve acontecer – de novo. Mas, pelo menos desta vez, o motivo não é uma lesão ou uma hospitalização. O campeão dos leves fez uma live em sua conta no Instagram nesta segunda-feira e revelou que, por conta do fechamento das fronteiras da Rússia por conta da pandemia do novo coronavírus, a logística se tornou impossível para que a luta ocorra na data marcada.

Khabib mencionou que o UFC lhe assegurou que o evento tinha 99% de chances de ocorrer em Abu Dhabi, capital do Catar, enquanto ele ainda estava treinando em sua academia – AKA – nos Estados Unidos. Ao chegar nos Emirados Árabes, ele descobriu que a Rússia iria fechar suas fronteiras para conter a pandemia, portanto, teve que voltar para o seu país e não pode mais deixá-lo.

“Nós estávamos treinando na AKA sem qualquer informação sobre a luta, sobre quando ou aonde iria acontecer. Então, o UFC nos deu 100% de certeza que a luta não iria acontecer nos Estados Unidos e que tinha 99% de chances de acontecer em Abu Dhabi. Depois de conversar com o UFC, nós decidimos viajar para os Emirados Árabes com um mês de antecedência para a luta.

Quando chegamos nos Emirados Árabes, descobrimos que eles iriam fechar as fronteiras e ninguém poderia entrar ou sair do país com a exceção de residentes.  Então, tivemos que voltar para a Rússia. Eu estou agora no Daguestão e eu estou treinando e me preparando todos os dias, mas eu não sei para que. Depois de chegarmos na Rússia, fomos informados de que as fronteiras seriam fechadas. Assim como nos Estados Unidos, Europa, Emirados Árabes e em todo lugar. O mundo inteiro está em quarentena agora”, afirmou.

Com a situação de logística, o combate parece ser considerado irreal para o momento e a organização irá seguir por outra alternativa. De acordo com o jornalista Ariel Helwani, o UFC escolheu Justin Gaethje para substituir Khabib, embora não tenha nenhum acordo entre as partes até o momento.