Coluna do Coach: Treino noturno prejudica o lutador de MMA?

Muitos fãs dos esportes de contato, técnicos e preparadores são contra o treino noturno. Logo a ideia que vem à mente é: quase 100% dos campeonatos de MMA começam após às 20:00h. Quando tratamos de luta principal, seja ela por cinturão ou não, esta começa bem próximo da madrugada. Então pergunto: porque os lutadores que desenvolvem o hábito e sentem-se bem ao treinar à noite são criticados?

Especialistas recomendam 8 horas de sono para que tenhamos recuperação do nosso organismo e um dia seguinte com maior disposição, mas o que poucos falam é que o importante é a qualidade do sono. Se tivéssemos um lutador A com sono em torno de 6 horas por noite, porém todo dia seguinte apresentando disposição e energia para os treinos, e um lutador B com sono em torno de 8 a 9 horas, porém sem boa qualidade do sono, seja por fatores externos ou internos, qual teria melhor desempenho?

Como preparador acredito que treino + alimentação + descanso são as chaves para o sucesso. Porém não podemos fixar um horário como o melhor do dia e utilizá-lo como base para todos. Vejamos o caso do grande fenômeno do boxe Manny Pacquiao, que em sua preparação treinava de noite, enquanto de dia exercia o cargo de deputado em seu país e apenas no último mês fez um intensivo em todos os períodos.

Falando no campeonato mais badalado do mundo do MMA, o UFC no próximo mês terá um duelo ímpar envolvendo dois ícones da história da luta. Anderson Silva defenderá o seu cinturão contra Vitor Belfort. O que chama mais atenção para o evento não é apenas a técnica, pois esta ambos tem de sobra, e sim, a preparação psicológica.

Atualmente fiz um levantamento como preparador físico e espectador de campeonatos de MMA. É impressionante a diferença de um lutador para um atleta. Muitos querem um cinturão do UFC mas se preocupam mais com o uso de substâncias irregulares, não desenvolvem o condicionamento físico – fator essencial em um esporte de alta intensidade -, e querem ser campeões em um octagon. Fora os que “caem na noitada”. O que eu vi e ouvi de absurdos no ano passado não dá para contabilizar. Segue abaixo uma fórmula básica para o sucesso:

Treino + Alimentação + Descanso = RESULTADOS

Vitor aos 19 anos já era campeão do UFC e um fenômeno mundial no MMA. Anderson atualmente é a realidade do MMA moderno e até então tem sido imbatível, até que o grande fator para esta luta foi o americano Chael Sonnen.

Por que Chael Sonnen?

Se analisarmos o duelo entre Anderson e Sonnen, mesmo com as confusões, declarações e a lesão na costela do brasileiro, o wrestler fez algo que nenhum lutador da atualidade tinha feito. Colocou Anderson como um ser humano que pode ser batido e, claro, o próprio campeão admite isto.

Mesmo sendo o lutador que tem o maior número de recursos técnicos hoje no MMA, acredito que Anderson tem como principal arma o reforço psicológico, principalmente após sua última experiência no octagon, enquanto Vitor sempre teve a sua preparação psicológica questionada. Sem dúvida será uma prova de fogo, onde ambos têm reais condições de vitória. Será “O retorno de um campeão” ou a confirmação do “Imbatível”.

A idéia deste artigo inicial foi analisarmos que muitos questionam o cronograma de preparação, como o treino noturno, sem antes avaliar que nosso atleta, em sua individualidade, atinge melhor desempenho. E você, o que achou disso? Gostou da nossa primeira coluna? Deixe sua opinião nos comentários. Avise-nos também se você tiver sugestões para futuras colunas.