Coluna do Coach: Jon Jones e o title shot em 40 dias

Coluna do Coach: Jon Jones e o title shot em 40 dias
MMA

A disputa por um lugar de destaque no MMA mundial e no seu principal campeonato, o UFC, cada vez mais torna-se acirrada. Os lutadores superam os limites do corpo humano e muitas vezes são comparados a máquinas. Uma luta normal com duração de 15 minutos, divididos em três rounds de cinco minutos por um de intervalo, pode testar os limites do corpo. A intesidade de tal atividade supera qualquer marcador na escala de variedade de capacidade. Força, velocidade, resistência, agilidade, dentre outras, são testadas quando a porta do octagon é fechada. O que dirá uma disputa de cinturão com duração de até 25 minutos divididos em cinco rounds.

Atualmente o jovem Jon Jones é uma realidade. Largou o título de promessa após uma sequência de vitórias que despertou a atenção de fãs, lutadores e até mesmo dos responsáveis pelo UFC. Em seu último confronto contra Ryan Bader, quando muitos questionavam sua qualidade no chão, Jones respondeu com uma finalização rápida. Ao terminar a luta recebeu na frente de todos o title shot, ou seja, a chance de disputar o cinturão de sua categoria que está em posse de Maurício Shogun. A disputa pelo cinturão acontecerá exatamente 40 dias após a vitória contra Ryan Bader e analisaremos aqui alguns fatores no caminho de Jon Jones.

Muitos questionam o overtraining, ou seja, a fadiga, aquele desgaste do corpo que necessita de uma longa pausa nas atividades de alta intensidade para recuperação total do mesmo. O primeiro fator é: Jon Jones finalizou Ryan Bader antes do término da luta e não sofreu tantos golpes que colocassem sua integridade física em risco. Quando preparamos um lutador de MMA para um combate, a periodização correta do treino permite que ele chegue à luta com 100% de suas condições – ou o mais próximo disso. Quando esse cronograma é feito equivocadamente, ou não é seguido, corremos o risco do lutador entrar em uma curva descendente em um gráfico de desempenho, que provoca queda de rendimento. Mesmo com a excelente condição física de Jon Jones e de uma rápida recuperação por não ter sofrido traumas na última luta, estamos falando de esporte de alto rendimento e de uma disputa de cinturão. Isso sem contar o fator chave: o oponente, Shogun, é um excelente lutador que apresenta uma força fora do comum.

No treinamento de alto rendimento, qualquer detalhe faz a diferença no resultado final. Jones terá 40 dias para alterar o cronograma de treinos, passando o foco para 5 rounds, transferindo a configuração de treino para um combate de maior duração. Os preparadores e treinadores utilizam em seu cronograma o que chamamos de semana de choque, onde levamos o lutador além do limite para que se obtenha uma supercompensação, melhorando assim sua condição física. Após esta semana, o atleta passa por uma semana de recuperação fora de época (em off), que pode chegar até a duas semanas.

O espaço de 40 dias entre as lutas é muito curto e provavelmente não daria muito tempo para configurar o treino de potência, que nesta categoria de meio-pesados faz enorme diferença. No final da preparação os lutadores fazem aqueles trabalhos com “circuitos” para aumento de resistência (lactato). Jon Jones poderá apresentar excelente condição na luta, mas não quer dizer que estará no ápice do desempenho. Seria muito difícil analisar isto para o público que acompanha o MMA, é algo mais de olhar “clínico” e que pode ou não influenciar no resultado final.

A idéia desta matéria foi analisarmos algumas possibilidades físicas para o duelo Maurício Shogun vs Jon Jones pelo cinturão dos meio pesados do UFC. Estes fatores são alguns entre inúmeros e seria complicado apontar a resposta exata, por não saber qual o método que a equipe de Jones aplica, qual a linha de trabalho e, o principal, como ele está no dia a dia.

  • FeroZ

    Com os 2 à 100% não tenho dúvidas de que o Shogun atropelaria o Jones.

    Mas voltando de cirurgia, e parado a quase um ano, fica bem difícil pro Brasileiro, apesar de tudo o que foi dito na análise, que está ótima por sinal.

  • Marcelo Vanderlinde

    Excelente artigo!

  • Leonardo Moura

    Se a luta se extender, e o Shogun cansar, como fez contra Coleman no seu último retorno depois de longo tempo de recuperação, Shogun corre risco de ser atropelado e Jones endeusado ainda mais.
    Já sou fã do brasileiro, mas se ganhar bem esta luta, vira uma lenda, do nível de Fedor e Spider.

    • Contra o Coleman o tempo de inatividade foi maior do que os 10 meses de agora. Acho que da outra vez ele ficou um ano e meio fora.

    • SHOGUN VAI ATROPELAR.
      EO SHOGUN E LENDA COMO VANDERLEI SILVA E NOGUEIRA, FEDOR
      O CARA FOI CANPEÃO DO PRIDE EO DONO DO CINTURÃO DO UFC.
      O ANDERSON SILVA E UM GRANDE LUTADOR +Ñ E LENDA…..

  • Kadu Rampazzo

    Estou bem preocupado com essa luta do Shogun. Além de estar parado devido a uma lesão recorrente, essa nova geração de lutadores (Bader, Jones, Phil Davis) parecem máquinas de lutar MMA.
    Sou muito fã do Shogun, mas uma derrota não me surpreenderia.
    Minotouro é outro lutador que infelizmente poderá terminar o ano Strikeforce. De Ortiz para Davis é ir de -10 para 1000 em alguns dias.

    • Lucas Wernke

      O Minotouro disse que vai para nocautear, mas pô, o cara é faixa preta de BJJ e vai pegar um faixa azul, ele tem mais chances de finalizar do que nocautear, na minha opinião.

      • FeroZ

        Phil Davies tá com a Marrom, não?!

        • Cara, ele era azul desde 2009 e estava assim na última luta. Não sei se deram a roxa pra ele depois daquela finalização, mas marrom seria exagero.

          • FeroZ

            Bom, me confundi porque na wiki dele está descrita a graduação dele como “brown belt in Brazilian Jiu-Jitsu”. Quem fez a atualização deve ter se enganado então.

            • Não foi você que se confundiu, foi quem editou a Wikipedia mesmo. Eu vi lá esta informação, tá “brown belt” mesmo. Só acho difícil, se ele era azul na última luta. Mas não duvido nada…

            • Lucas Wernke

              Nossa da azul pra marrom em um tempo curto assim não existe, bem, pelo menos no Judô demorei um bom tempo(meses, quase anos) pra chegar da branca na amarela, kkk, acho que era pq eu era ruim, kkk.

            • Rafael Friall

              Se o Professor dele for Rolles Gracie é possivel sim hehehehe

  • Pingback: Coluna do Coach: Jon Jones e o title shot em 40 dias | SportSquare()

  • Walter

    Acho sacanagem com o Minotouro, na luta com o Jason Brilz trocaram o adversario dele em cima da hora, contra o Ryan Bader tambem, e agora de novo…

  • Pingback: Tweets that mention Coluna do Coach: Jon Jones e o title shot em 40 dias || MMA-Brasil.com -- Topsy.com()

  • Rafael Friall

    Estou impressionado com a linguagem técnica usada nesse artigo, termos como periodização, supercompensação, raramente são usados por leigos.
    Parabens pelo grande artigo Alexandre, tudo oq foi exposto no texto tem uma importancia gigantesca, e pode ser determinante na luta.
    De um lado temos um lutador que vem “cansado” de um camp muito pesado e com poucos dias para se preparar para outro tipo de adversário. Do outro um lutador que vem de meses de reabilitação, com pouco ritmo e que tb vinha se preparando para enfrentar um lutador com caracteristicas distintas do atual.
    Só sei de uma coisa, se JJ ganhar prova q o cara é um lutador extra-série (nivel de AS, Fedor, e GSP). caso Shogun ganhe ele prova que é digno de ser considerado um dos melhores da historia, pois em materia de lutadores de nivel elevado ele enfrentou mais que AS e GSP e possivelmente enfrentará mais que Fedor.

    • Rafa,

      Dá uma olhadinha lá no começo do post, veja o autor. Não fui eu quem escreveu. A Coluna do Coach sempre é feita pelo Diogo Souza, preparador físico que trabalha com a Team Nogueira Rio. Por isso que o nível de conhecimento é elevado.

      PS: não sou o autor, mas eu sei o que é periodização e supercompensação. Já fui atleta e sempre gostei deste tipo de assunto :)

      • Rafa Friall

        Devo estar cego, pois eu juro q vi seu nome…Oculista jáááááá.

        • Então você leu num momento e comentou em outro. Realmente eu publiquei erradamente com o meu login, depois mudei pro dele. Na hora que você comentou já estava alterado.

  • Rafael Friall

    Só uma coisinha engraçada que acabou de acontecer aqui em casa.
    Meu pai me viu no pc vendo uma luta e perguntou se era do “fala fina” (palavras dele). Eu comentei que não e ele me perguntou se eu assiti a luta do “fala fina”, respondi que sim e comentei com ele um pouco.
    Pq estou compartilhando isso com vcs…meu pai a anos me ve assistindo MMA e sempre desdenhou, falava mal e tudo mais, ou seja, pra ele saber quem é AS, ter visto a luta aonde ele trabalha e comentar comigo, é a maior prova que o esporte ta crescendo muito e mudando a mentalidade das pessoas, heheh.
    Só queria compartilha pq até agora estou de queixo caido aqui em casa hehehehe.

  • Leonardo Moura

    Conversei com o Take, irmão e corner do Lyoto.
    Ele acha que o Jones vai passar o carro, mas me disse que Chinzo e Lyoto acham que Jones pode se perder na luta ao levar uns socos bem acertados.
    Nessa tudo, acho que tudo pode acontecer. Tá difícil demais prever. Esta sim é a luta do ano.

  • O Shogun é diferenciado por ser um lutador completo e por ser muito bem assessorado. Ele representa a tendência do MMA como empresa, onde uma equipe é construída e o produto final são os punhos do lutador em ação. Parece bobagem o que estou falando, mas ele trabalha assim, Anderson Silva, GSP e mais alguns, acredito que não seja por acaso a detenção dos cinturões.

  • Paulo Josué

    Alexandre, tentei baixar uns episódios passados do It’s Time e na hora do download aparece um arquivo pequeno de 366 kb, ou seja tem algo errado. Se der pra dar uma olhada. No demais o site segue cada vez melhor.. um abraço a toda equipe!!

    • Em qual(is) episódio(s) exatamente deu problema?

      • FeroZ

        O 2 eu sei que tá dando problema Alexandre… Eu te disse isso a bastaaante tempo, lembra?! hehe

        • Que isso! Acabei de ver lá e o episódio 2 está sem arquivo associado, como se alguém tivesse apagado-o.

          Hoje de noite eu faço upload do segundo episódio novamente.

      • Paulo Josué

        Está dando em vários: o 4º, 5º e o 6º eu sei que estão!!

        • Lucas Wernke

          Você tá baixando com qual navegador? tipo, aqui tava dando problema pelo downloader de merda do Mozilla, já pelo downloader do Explorer pegou.

        • Bom, o segundo tava faltando arquivo. Já fiz o upload novamente agora, mas só ficará disponível amanhã.

          Os outros devem ter dado erro porque estourou a cota de banda que eu tenho por mês. Isso significa que o It’s Time tá fazendo sucesso :)

          Os episódios atuais estão hospedados em uma conta maior (paga), então não deve estourar tão cedo. Mas amanhã é o dia de zerar a banda do mês, então acredito que tudo volte a ficar ok novamente.

  • FeroZ

    Só pra constar, vocês fizeram ou farão alguma matéria comentando o possível Doping do Thiago Silva e a recontratação do Vera pelo UFC?

    • Provavelmente vamos sim, deixa só ficar tudo claro e oficializado.

  • MARCELO

    Gostaria de saber se vai ter algum podcast sobre o UFC desse próximo sábado?

    Um abraço á todos.

    • Marcelo,

      Ainda estamos vendo isso com os participantes. Estamos decidindo se vamos gravar um pré-evento ou um pós. Aguarde por novidades. Mas ainda hoje publicaremos o artigo escrito com a análise pré-evento.

      • FeroZ

        O Episódio 2 ainda não entrou lá não.

  • Victor

    Shogun>Lyoto>Phil Davis>Jon Jones