Colby Covington frustra Rafael dos Anjos e conquista cinturão interino com grande desempenho no UFC 225

Por Matheus Costa | 10/06/2018 01:53

Na luta coprincipal do UFC 225, o americano Colby Covington se consolidou de uma vez por todas como um lutador de elite. Frustrando a tentativa de Rafael dos Anjos de conquistar cinturão em duas categorias diferentes, Covington venceu o brasileiro se apresentando de forma excelente, conquistando o título interino do peso meio-médio.

A luta começa com ritmo frenético e bastante agressividade por Colby Covington, que aplica dois bons golpes e já derruba o brasileiro. Dos Anjos se levanta rapidamente e usa a grade para defender no clinch, mas Colby não desiste e persiste em uma nova tentativa de queda, mas não dá certo e ambos se soltam. Colby pressiona o tempo todo e parte novamente para a queda, mas Rafael bloqueia bem e se livra do clinch. Colby acerta um bom chute alto e tenta se aproximar novamente, mas a tentativa é bloqueada. O americano parte novamente para o clinch, mas acaba sendo atingido por dois ganchos de direita. Rafael se movimenta ao redor do octógono para dificultar as tentativas de queda, mas Colby persiste mais uma vez e é bloqueado. Em mais uma tentativa, Rafael acerta um bom gancho seguido de uma joelhada no corpo. O americano diminui o ritmo e começa a ser atingido com mais frequência, mas sempre persiste nas tentativas de queda e continua sendo bloqueado. O brasileiro encontra dificuldade para encurtar a distância por conta da envergadura do americano, mas Colby tenta novamente mais uma queda e o mantém na grade até o fim do primeiro round.

Covington retorna com a mesma intensidade para o segundo assalto, aplicando uma sequência de socos e conseguindo a queda rapidamente pulando para as costas, mas Rafael usa a grade e consegue reverter para o clinch. Ambos se soltam e Colby começa a usar chutes em linha reta para manter a distância, até que tenta novamente a queda e consegue, mas Rafael senta, gira e rapidamente se levanta. O brasileiro começa a aplicar golpes na linha de cintura, mas Colby novamente tenta a queda e acaba sendo bloqueado. Dos Anjos acerta um bom cruzado de esquerda no queixo de Colby, e os dois trocam mais socos, até que o americano acerta um bom gancho de esquerda no brasileiro e parte novamente para a queda – sem sucesso. Covington não desiste e parte novamente para a queda, mas enfim, consegue e rapidamente pega as costas do brasileiro. Ele coloca um gancho na linha de cintura, mas Dos Anjos usa a experiência e a grade para se levantar e se livrar da posição. Colby acerta um cruzado de direita e o round chega ao fim.

Voltando para a terceira parcial, o americano parte para cima aplicando chutes em linha reta trocando de base e parte novamente para a queda, mas é bloqueado por Rafael com ajuda da grade. Colby acerta uma combinação básica e tenta a queda novamente, mas o brasileiro defende mais uma vez. Ambos ensaiam uma troca de golpes no meio do octógono, mas o americano não quer saber disso e tenta mais uma vez a queda. Rafael fica de joelhos, mas consegue se levantar e se livra do clinch. O americano acerta um chute ilegal em Rafael e a luta é interrompida, mas por pouco tempo. No retorno, Colby parte para cima, aplica uma básica combinação e parte novamente para o clinch na grade. Ambos se soltam e Rafael começa a acertar boas combinações, mas o jogo de pressão do americano volta à tona e ambos voltam para o clinch burocrático. Eles se soltam, Colby aplica dois golpes e tenta novamente a queda, mas novamente é bloqueado. A ação se repete e o round chega ao fim.

O quarto round se inicia e Dos Anjos adota uma postura mais ofensiva e com mais movimentação lateral, aplicando boas combinações de boxe e usando cotoveladas. Colby tenta novamente a queda, mas é bloqueado, até que Rafael surpreende e derruba o americano. O americano senta e Dos Anjos domina o pescoço pesando por cima, mas Colby levanta e vai direto para a tentativa de queda. Entretanto, Rafael reverte e coloca Colby sentado novamente. Covington se levanta usando a grade mas o brasileiro não desiste da tentativa de queda, sem sucesso. Os dois voltam para a trocação, até que o americano tenta novamente a queda sem sucesso. Rafael aproveita e tenta derrubá-lo em sequência, mas Colby defende usando a grade. Colby parte para cima e aplica bons golpes seguidos da tentativa de queda, novamente bloqueada. Colby acerta duas boas cotoveladas e tenta a queda, mas dessa vez consegue e cai na meia-guarda até o fim do assalto.

O quinto e último round se inicia e Colby parte direto para a tentativa de queda e consegue pegar as costas de Rafael no clinch enquando aplica joelhadas na parte posterior da perna do brasileiro. Ambos trocam golpes e Colby acerta um superman punch seguido de uma ligeira queda que deixa Rafael sentado, mas o brasileiro rapidamente se levanta. O americano abafa novamente na pressão e tenta outra queda, parte para as costas no clinch mas não resulta em nada. Colby acerta uma boa combinação de socos e parte novamente para a queda, mas Dos Anjos bloqueia novamente usando o clinch. Dos Anjos acerta uma boa combinação culminada em um bom cruzado de esquerda, mas o americano contra-ataca com a tentativa de queda e consegue. Rafael cai tentando a kimura e Colby gira para defender mas perde a posição e ambos se levantam. Ambos trocam golpes e o americano acerta mais golpes até o fim da luta.

Ao final, com placares de 48-47, 48-47 e 49-46, Colby Covington foi declarado o vencedor e recebeu o cinturão interino do peso meio-médio.