Cláusula do UFC exige que St. Pierre defenda cinturão dos médios caso vença Bisping no UFC 217

UFC impôs uma cláusula contratual que obriga a permanência de St-Pierre na categoria dos médios caso ele vença Bisping no UFC 217

Georges St-Pierre irá encerrar o hiato de quase quatro anos para retornar ao octógono do UFC, enfrentando o campeão dos médios Michael Bisping na luta principal do UFC 217. Mesmo que a luta não tenha agradado a maioria dos fãs, principalmente pelo fato da subida do canadense para o peso-médio. E ao que tudo indica, a permanência do ex-campeão dos meio-médios na categoria dos médios deve ser mesmo definitiva.

Em entrevista ao programa “The MMA Hour“, St-Pierre revelou que o UFC impôs uma cláusula contratual que o obriga a permanecer na categoria dos médios caso ele conquiste o cinturão dos médios, para que ele possa defender o cinturão da categoria de até 84kg ao invés de retornar para a categoria dos meio-médios.

“Eu teria que defender o meu cinturão. Está escrito no meu contrato. Eu tenho que defendê-lo caso que eu ganhe.”, afirmou St-Pierre. “Esse não era o meu plano inicial, mas eu entendo o ponto de vista do UFC. Eles querem proteger os cinturões. Eles não querem atrasar as disputas do cinturão, já que eles não querem fazer com que os lutadores esperem muito. Essa era a luta que eu queria, essa era a luta que o Michael (Bisping) queria e eu acho que é a luta que o público quer ver”, finalizou.

Afastado do MMA desde 2013, Georges “Rush” St-Pierre (25-2 no MMA, 18-2 no UFC) fez sua última luta contra Johny Hendricks no UFC 167, onde sagrou-se vencedor por decisão dividida dos juízes, defendendo o cinturão dos meio-médios pela nona vez consecutiva. Semanas depois do evento, St-Pierre anunciou que daria um hiato do esporte e vagou o cinturão dos meio-médios.

Na melhor fase de sua carreira, o inglês Michael “The Count” Bisping (30-7 no MMA, 20-7 no UFC) fará a segunda defesa com o cinturão dos médios. Após surpreender ao nocautear Luke Rockhold no UFC 199 com menos de 15 dias de preparação, Bisping defendeu o cinturão pela primeira contra Dan Henderson no UFC 204, obtendo a vitória por decisão unânime.

O UFC 217 será realizado no dia 4 de novembro no Madison Square Garden em Nova Iorque, Estados Unidos.