Canelo Álvarez deve enfrentar Avni Yildirim pelo cinturão vago dos supermédios da WBC

Por Israel Silveira | 21/08/2020 14:26

Em um decepcionante desenrolar de eventos, o Conselho Mundial de Boxe (WBC) ordenou uma disputa de cinturão entre Canelo Álvarez e Avni Yildirim pelo cinturão dos supermédios, que está atualmente sem dono. O cinturão da WBC da categoria estava nas mãos de David Benavidez, que o defenderia contra Alexis Angulo. Benavidez, porém, não bateu o peso para a disputa e perdeu o título, que acabou sem dono. Benavidez, se tivesse batido o peso, defenderia a coroa contra Avni Yildirim, que é o desafiante obrigatório e agora lutará pelo cinturão vago.

Canelo Álvarez (53-1-2) é o atual detentor do cinturão de “franquia” do WBC, status que garante a ele o direito de desafiar qualquer campeão, desde que aprovado pelo Conselho. Canelo sempre quis ser considerado um campeão de quatro divisões diferentes e ele já conquistou um cinturão nos supermédios, porém o cinturão “regular” da Associação Mundial de Boxe (WBA), considerado de segunda importância. Vale lembrar que Canelo vem de conquistar o título da Organização Mundial de Boxe (WBO) dos meios-pesados após nocautear Sergey Kovalev, em novembro do ano passado, última passagem do mexicano pelos ringues.

Avni Yildirim (21-2) não é considerado um oponente do mesmo nível de Canelo, principalmente por conta de suas derrotas para Anthony Dirrel e Chris Eubank Jr., que conseguiram despachar o turco sem maiores dificuldades.

Resta saber agora se o DAZN aprovará o confronto. Caso confirmado o combate, o DAZN terá que pagar 35 milhões de dólares para o mexicano em um evento que provavelmente não trará muitos inscritos para a plataforma.

A luta ainda não tem data confirmada, mas espera-se que seja no dia 12 de setembro. Seria a primeira luta de Canelo Álvarez no ano, que já tem trilogia confirmada contra Gennady Golovkin para maio de 2021.