Campeonato Mundial de Jiu-Jítsu 2016: Prévia da faixa preta

Estrelas de volta, craques consagrados e o futuro da arte suave estarão reunidos no Campeonato Mundial 2016, que começou nesta quinta e terá as competições da faixa preta no fim de semana.

Nesta quinta-feira a temperatura começou a subir na famosa Pirâmide Californiana para o Campeonato Mundial de Jiu-Jítsu 2016 da IBJJF, a conquista máxima de todo(a) jiu-jiteiro(a). As disputas mais esperadas iniciam no sábado, quando o tatame deve pegar fogo nas competições da faixa preta.

Com as chaves divulgadas, podemos projetar algumas possibilidades para as finais das categorias, que contarão com muitos destaques, tanto da nova safra de cascas-grossas como pedreiras da velha escola. Destaque para o lendário Megaton Dias, faixa-preta 6º grau de Royler Gracie, que, aos 48 anos, vai tentar a sorte entre a garotada. Lembrando que Megaton, pai da supercampeã Mackenzie Dern, tem idade para lutar de Master 4, categoria em que compete no Mundial de Masters. Porém, como ele não foge de nenhuma batalha, vai botar toda sua experiência à prova entre os “novinhos”. Mito demais.

Os multicampeões Rafael Mendes e Marcus Buchecha estarão de volta. Já Gabi Garcia deixou para uma próxima. Dos que estão voando, Erberth Santos é um dos nomes mais badalados. Depois de um 2015 sem medalhas no Mundial, o atleta da Ryan Gracie Team conquistou diversos torneios da IBJJF, além do absoluto em Abu Dhabi e no Brasileiro, resultados que fazem dele um dos fortes candidatos ao lugar mais alto do pódio.

Confabulador que sou, tenho meus palpites. Bora ver?

MASCULINO

Peso Galo/Rooster

Uma baita categoria para quem gosta de velocidade e técnica. Analisando a chave, existe uma considerável chance de acontecer uma grande luta na semifinal entre Caio Terra e João Miyao. Sou fã do jiu-jítsu do Caio Terra, muito mesmo, mas João Miyao vem embalado nos campeonatos e esse ritmo de competição conta muito. Do outro lado da chave vem o campeão do ano passado.

PALPITE PARA A FINAL: Bruno Malfacine vs. João Miyao

Peso Pluma/Lightfeather

De um lado da chave, um manauara guardeiro e duro demais. Do outro, uma das guardas mais intransponíveis do esporte. O jiu-jítsu de bunda no chão deve prevalecer nessa possível final.

PALPITE PARA A FINAL: Ary Farias vs. Paulo Miyao

Peso Pena/Feather

Que categoria, meus amigos! Megaton, Rubens Cobrinha, Rafa Mendes, Bruno Frazatto. Muitos medalhões. Sem contar Isaque Paiva, Fábio Caloi e o sinistríssimo Márcio André. Com duas chaves, acho que o mais novo dos “Mendes Bros” passa sem sustos, mesmo sentindo a falta de ritmo nas competições. Ele vem muito motivado pela possibilidade de conquistar seu sexto título mundial. Do outro lado, deve encontrar um antigo oponente.

PALPITE PARA A FINAL: Rubens Charles “Cobrinha” vs. Rafael Mendes

Peso Leve/Light

Categoria onde a pressão e a força começam a sobrepor a velocidade. Existe uma grande chance de reeditarmos a final do ano passado, mas pode haver surpresas no caminho.

PALPITE PARA A FINAL: Roberto Satoshi vs. Michael Langhi

Peso Médio/Middle

Numa categoria povoada como o peso-médio, ter gás infinito é mais do que necessário. São 35 atletas divididos em quatro chaves. Haja preparação. Suponho que o campeão do ano passado venha embalado e teremos uma semifinal entre atletas da GFTeam.

PALPITE PARA A FINAL: Claudio Calasans vs. Victor Silvério

Peso Meio-Pesado/Medium Heavy

Tem muita gente voando nessa categoria. Há muita possibilidade de boas lutas, à medida em que a chave for avançando. Vejo Leandro Lo chegando à final depois de uma guerra com Renato Cardoso na semi. E, estando lá, deve encontrar uma pedreira.

PALPITE PARA A FINAL: Leandro Lo vs. Rômulo Barral

Peso Pesado/Heavy

O tanque de tubarões, que é a categoria dos pesados, vem cheio de revanches do World Pro. Felipe Preguiça deve tentar vingar a derrota para o fenômeno Erberth Santos na semifinal. Acho que não irá conseguir. Na final, mais um que quer vingar uma derrota para a sensação do momento.

PALPITE PARA A FINAL: André Galvão x Erberth Santos

Superpesado/Super Heavy

A Alliance estará muito bem representada nessa categoria que está se renovando. Muitos nomes vêm surgindo, mas a quilometragem dos soldados de Fábio Gurgel devem fazer a diferença.

PALPITE PARA A FINAL: Bernardo Faria vs. Leonardo Nogueira (fechando a final)

Pesadíssimo/Ultra Heavy

Estou muito curioso para saber como esta categoria vai se desenvolver e se o tempo dedicado aos treinos de MMA e lesões vão fazer um dos maiores de todos os tempos sentir a inatividade.

PALPITE FINAL: Gabriel Fedor vs. Marcus Buchecha (fechando a final)

FEMININO

Peso Galo/Rooster

A japonesa, campeã peso pluma do ano passado, vai tentar repitir a dose no peso-galo. Para isso, vai ter um grande desafio pela frente.

PALPITE PARA A FINAL: Bruna André vs. Rikako Yuasa

Peso Pluma/Light Feather

Tem páreo duro para as meninas desta categoria. Gezary Matuda, esposa do grande Katel Kubis, vem embalada pela conquista do Pan-americano e deve sobressair mais uma vez.

PALPITE PARA A FINAL: Gezary Matuda vs. Kristina Sofia

Peso Pena/Feather

Inevitável pensar em outra final para esta categoria que, apesar de possuir grandes atletas, tem duas acima da média. E elas devem se enfrentar mais uma vez.

PALPITE PARA A FINAL: Michelle Nicolini vs. Mackenzie Dern

Peso Leve/Light

A multicampeã vai tentar defender seu título, mas sua possível oponente deve dar trabalho, vide seus últimos resultados.

PALPITE PARA A FINAL: Bia Mesquita vs. Sarah Black

Peso Médio/Middle

O peso-médio feminino deve nos proporcionar uma final entre dois dos melhores camps do mundo: Ns Brotherhood contra Alliance.

PALPITE PARA A FINAL: Luiza Monteiro vs. Monique Elias

Peso Meio-Pesado/Medium Heavy

O meio-pesado tem uma papa-tudo que deve confirmar sua boa fase e uma possível oponente que andou perdendo no MMA. Tudo pode acontecer, mas nessa aí sou mais Andressa.

PALPITE PARA A FINAL: Andressa Correa vs. Sijara Eubanks

Peso Pesado/Heavy

O palpite mais difícil desta chave é quem vai passar de uma possível semifinal entre Fernanda Mazzelli e Samela Lopes. Neste caso, a experiência deve ser decisiva.

PALPITE PARA A FINAL: Fernanda Mazzelli vs. Vanessa Oliveira

Peso Superpesado/Super-Heavy

Muito se falou sobre a volta de Gabi Garcia, que acabou mudando de ideia e continuando focada no MMA. Com isso, outra fera da Alliance tem a chance de tentar o bicampeonato e deve enfrentar na final uma atleta sinistra. Já senti na própria pele a pressão que Dominyka vai ter que sofrer para vencer a mais nova integrante da NS Brotherhood.

PALPITE PARA A FINAL: Dominyka Obelenyte vs. Talita Treta

E sobre os absolutos? O que vocês acham? Deixem suas prováveis disputas aí nos comentários.

Oss!

  • Eu acho que a Mackenzie ganha da Michelle, mas seria irado ver a Michelle parar com um título mundial.

    E o Gianni Grippo de pluma, o que você acha, Menor?

    • Gustavo Menor

      Problema dele é a própria chave. Se der tudo que eu imagino, o Grippo vai ter que vencer a primeira luta e já deve pegar uma pica que é o Hiago, da Cícero Costha e depois ganhar de um dos meus palpites na semi: Ary Farias. Mas Jiu-jítsu é irado por isso, são milhares de possibilidades. O Grippo é uma delas que não deve ser descartada, jamais.

      Ps: Gianni Grippo teve na sua graduação de faixa-preta uma das cerimônias mais iradas de todos os tempos. Marcelinho Garcia mitou!

  • Castro

    Buchecha leva o peso e o absoluto certamente, não tem ninguem pra bate de frente com ele no momento .

    • Gustavo Menor

      Mesmo com ele parado um tempão e dedicando parte do seu tempo a aprender outras valências do MMA? Tenho minhas dúvidas!