Campeão é demitido e cinturão dos leves será disputado por Luan Miau e Abdul-Kareem Al-Selwady no Brave 18

Por Matheus Costa | 21/09/2018 15:12

A categoria dos leves do Brave Combat Federation sofreu uma reviravolta nas últimas horas e coroará um novo campeão em novembro.

O ex-campeão da divisão Ottman Azaitar não chegou a um acordo com a organização sobre sua primeira defesa de cinturão, desde que conquistou o título em 2017. Portanto, os oficiais do Brave decidiram retirar o cinturão de Azaitar, que também foi demitido e está livre para assinar com qualquer organização. Em comunicado enviado para a imprensa, o presidente do Brave Mohammed Shahid comunicou a nova fase do peso leve e explicou os motivos que levaram a retirada da cinta.

“Ottman Azaitar teve uma grande carreira no Brave e fez um excelente combate no Brave 14 que não foi pelo título. Se olharmos para a divisão dos leves, não tivemos uma defesa de cinturão em quase um ano. Isso não é justo para o resto da categoria, então tivemos que tomar uma decisão sobre isso. Nós nos importamos em termos os melhores lutadores e não os mais famosos. Se um atleta não está disposto a se testar, então ele não tem lugar na nossa organização. Para oficializarmos tudo, Ottman Azaitar não é mais o campeão peso leve do Brave. Teremos uma luta pelo cinturão vago no Brave 18, em novembro, no Bahrein”, afirmou Shahid.

De acordo com fontes próximas à situação confirmaram com exclusividade ao MMA Brasil, o cinturão dos leves será disputado na luta principal do Brave CF 18 entre o brasileiro Luan “Miau” Santiago e o palestino Abdul-Kareem Al-Selwady.

Cotado como um dos grandes prospectos na categoria dos leves da atualidade, o atleta Luan “Miau” Santiago ganhou bastante destaque no cenário brasileiro antes de assinar com o Brave. Com três lutas na organização, sua última aparição foi contra Lucas Mineiro no Brave CF 11, em disputa pelo cinturão interino da categoria. O combate acabou com 4 segundos restantes para o término dos cinco assaltos, quando Luan sofreu uma queda e acabou quebrando o braço, acabando derrotado por causa da lesão.

Abdul-Kareem Al-Selwady é indicado como um dos grandes prospectos do Brave CF, onde está desde o primeiro evento da organização. Aos 23 anos de idade, o palestino possui nove vitórias e apenas uma derrota na carreira, com cinco nocautes e duas finalizações em seu cartel. O atleta vive uma sequência de cinco vitórias, sendo a última delas sobre Charlie Leary, por decisão unânime, no Brave CF 10.

Editor do MMA Brasil. Fundador e editor-chefe do extinto Olimpo MMA. 20 anos, carioca, fanático por esportes.