BJ Penn nega aposentadoria após UFC 237 e surpreende: “Estou aqui para ser o campeão

Por Matheus Costa | 11/05/2019 17:04

BJ Penn é o clássico exemplo do lutador que não sabe aceitar que a hora de se aposentar chegou. No caso do ex-campeão dos leves e meios-médios, ele já tentou em algumas oportunidades pendurar as luvas, mas o coração falou mais alto e ele sempre acabou voltando. Desta vez, entretanto, mostra claros sinais de decadência acentuada física e técnica.

O atleta, que retorna ao octógono no UFC 237 diretamente do Rio de Janeiro, conversou com a equipe do MMA Brasil sobre seu confronto com Clay Guida. Segundo BJ, que fez alguns treinos na Nova União junto ao seu mestre Dedé Pederneiras, que lhe deu a faixa-preta de jiu-jítsu, voltar ao Brasil é importante já que é o local onde “tudo começou para os lutadores.

“Quando eu estava crescendo, você vinha para o Brasil para ficar bom e eu acho que ainda é um ótimo lugar para se treinar jiu-jítsu e todas essas coisas. Veja todos esses grandes lutadores, por que eu venho para o Brasil? Olhe para esses caras… você me entende? É onde tudo começou, foi onde eu comecei. Tem todas as memórias as conexões e tudo mais. Eu preciso disso e eu me sinto bem.”

Por mais que ostente uma sequência negativa de seis derrotas, o lendário lutador, aos 40 anos de idade, mostrou ter altas expectativas para o seu futuro. Além de afirmar que ainda pode contribuir para o esporte, o lutador ousou cravar que será novamente campeão no UFC.

“Claro que é pelo que eu acho que posso fazer pelo esporte. Eu estou aqui para ser campeão, é como o Dana falou “vá embora daqui se você não está tentando ser o campeão” e sobre o legado… assista meu legado após eu conseguir o cinturão novamente. Isso que você irá chamar de legado.”

BJ Penn enfrentará Clay Guida em duelo válido pela categoria dos leves no card preliminar do UFC 237.