Bellator anuncia contratação de Cris Cyborg

Por Edição MMA Brasil | 03/09/2019 17:19

O mistério sobre a nova ‘casa’ de Cris Cyborg no MMA chegou ao fim. Nesta terça-feira (3), a brasileira foi anunciada como a nova contratação do Bellator, em anúncio feito pelo presidente Scott Coker em sua conta no Twitter. Segundo o executivo, a lutadora assinou o ‘maior contrato da história do MMA feminino’.

“Eu estou feliz em anunciar que o Bellator MMA assinou com Cris Cyborg, que terá o maior contrato da história do MMA feminino. Seja bem-vinda a família”, afirmou Coker.

Em vídeo publicado pelo executivo, a ex-campeã do UFC enviou uma mensagem aos fãs anunciando e comemorando o acerto com a nova organização. Segundo Cyborg, ela está feliz com o fato de lutar muitas vezes por ano pela profundidade da categoria peso pena do evento.

“Olá, fãs da Nação Cyborg. Eu estou bastante feliz em anunciar que eu estou me juntando ao Scott Coker e a Viacom para lutar no Bellator. Vocês sabem que existem várias meninas que eu quero enfrentar na categoria dos penas, e isso significa que vocês verão muitas lutas (minhas) por ano e isso me deixa bem feliz. Meu objetivo é me tornar a única lutadora a conquistar o cinturão da mesma categoria em quatro organizações diferentes. Eu sei que, com o apoio de vocês, eu consigo conquistar isso. Eu só quero dizer: seja muito bem-vinda ao Bellator, Nação Cyborg”, afirmou Cris Cyborg.

A brasileira de 34 anos deixou o UFC em julho após o fim de seu contrato, onde não conseguiu chegar a um acordo para renova-lo. Ex-campeã dos penas no UFC, Strikeforce e Invicta FC, Cyborg teve muitos problemas internos com o evento, principalmente com Dana White, que lhe criticava publicamente com frequência por diferentes motivos.

Com 21 vitórias e duas derrotas, atuou em oito oportunidades no octógono mais famoso do mundo, obtendo sete vitórias e uma derrota. A derrota foi para sua compatriota Amanda Nunes, que lhe nocauteou em 51 segundos, em dezembro, e se tornou a primeira campeã feminina de duas categorias distintas ao mesmo tempo. Em sua última luta, Cyborg dominou Felicia Spencer por decisão unânime, em julho. Com a atuação, a lutadora fez campanha para uma revanche com Amanda, mas o UFC não se interessou por renovar seu contrato ou lhe dar a nova oportunidade de enfrentar a ‘Leoa’.