Bellator 139 tenta seguir rastro do sucesso de Kimbo Slice para fixar audiência nesta sexta-feira

Depois de alcançar a maior audiência de sua história apoiado na popularidade de Kimbo Slice, o Bellator retorna com a missão de estabelecer audiência com um card sólido e sem depender de veteranos aposentados.

Na semana passada, o Bellator conseguiu a maior audiência de sua história com o evento capitaneado pelo astro do YouTube Kimbo Slice e o pioneiro Ken Shamrock. O Bellator 138 alcançou pico de 2,1 milhões e média de 1,6 milhão de telespectadores nos Estados Unidos, no canal Spike TV. O ponto mais alto foi obtido exatamente na luta principal entre os veteranos.

O Bellator 138 perdeu apenas para o US Open de golfe, transmitido pelo FOX Sports 1, na disputa da programação esportiva da sexta-feira passada, que não era das mais fortes. O recorde anterior da organização fora obtido pelo Bellator 131, que teve como luta principal o duelo entre os integrantes do Hall da Fama do UFC Tito Ortiz e Stephan Bonnar, alcançando 1,8 milhão de pico no duelo principal e 1,2 milhão de média. Em 2015, o Bellator 138 ficou abaixo apenas do UFC Fight Night: McGregor vs Siver nas transmissões de MMA por TV a cabo nos Estados Unidos.

O recorde é mais uma tentativa para o Bellator definir uma audiência padrão mais intensa. Nos eventos que sucederam Ortiz-Bonnar até Slice-Shamrock, nenhum alcançou a marca de um milhão de média. O Bellator 134, que teve a disputa do cinturão dos meios-pesados na luta principal, além dos conhecidos King Mo Lawal, Paul Daley, Cheick Kongo e Rameau Sokoudjou, chegou a 872 mil de média e 1,2 milhão de pico. Os demais ficaram abaixo dos limites de 800 mil/1 milhão, com médias de 676 mil/993 mil.

Uma semana depois de estabelecer o novo recorde de audiência, o Bellator 139 traz um bom card para tentar sustentar a posição e mostrar que a organização não depende apenas de estrelas aposentadas ou lutadores de rua. O evento será realizado na Kansas Star Arena, em Mulvane, Kansas, e terá transmissão ao vivo pelo FOX Sports Brasil, a partir das 22:00h de Brasília, e em VT pelo Esporte Interativo, assim que acabar o card principal.

Peso Pesado: Cheick Kongo (FRA) vs. Alexander Volkov (RUS)

Alexander Volkov

Alexander Volkov

O ex-desafiante dos pesados Cheick Kongo (22-10-2 no MMA, 4-2 no Bellator) volta na luta principal contra o ex-campeão Alexander Volkov (24-5 no MMA, 6-2 no Bellator). Desde a derrota para o campeão Vitaly Minakov, Kongo conseguiu duas vitórias, mas caiu diante do pequeno Lawal, que subiu de categoria, na última luta. Já Volkov anotou cinco vitórias desde que perdeu o cinturão para Volkov, três delas no Bellator, mas foi surpreendido por Tony Johnson, em abril.

Este combate terá a mesma perspectiva dos demais do card principal: pancadaria. Kongo e Volkov são kickboxers com problemas defensivos na luta agarrada. A chance desse panorama mudar fica com o francês, que deve sentir os 14 anos de diferença e a desvantagem no alcance. Caso esteja com dificuldades na troca de golpes em pé, Kongo deve tentar levar a luta para o clinch e depois para o chão. No entanto, provavelmente não terá sucesso na empreitada. A aposta é em vitória do russo por decisão ou nocaute no terceiro round.

Alexander Volkov vs Cheick Kongo odds - BestFightOdds

Peso Leve: David Rickels (EUA) vs. John Alessio (CAN)

David Rickels

David Rickels

Outro ex-UFC que retorna à ação no Bellator 139 é John Alessio (35-17 no MMA, 1-1 no Bellator). O peso leve canadense, que vai para sua 54ª luta profissional, finalmente deu fim ao jejum de vitórias em maio do ano passado, quando venceu o também veterano do octógono Eric Wisely, no Bellator 119. Alessio vinha de três derrotas e um no contest. Ele vai encarar o ex-desafiante David Rickels (16-3 no MMA, 10-3 no Bellator), que sofreu dois nocautes violentos para Michael Chandler (na disputa do cinturão) e Patricky Pitbull em meio às vitórias sobre J.J. Ambrose e Davi Ramos.

Os reveses foram os únicos de Rickels nos seis combates que disputou como peso leve. Ele ficou muito grande e forte na categoria e provavelmente isso será um fator a seu favor contra o desgastado rival, que nem em seus melhores momentos foi capaz de pressionar como Chandler ou Patricky. A expectativa é que o “Homem das Cavernas” transforme a luta em quebra-pau e conduza o canadense a um passeio de dor que deve durar os quinze minutos regulamentares.

David Rickels vs John Alessio odds - BestFightOdds

Peso Pena: Pat Curran (EUA) vs. Emmanuel Sanchez (EUA)

Pat Curran

Pat Curran

Uma dos principais estrelas do Bellator é a grande atração técnica do evento. O ex-campeão dos penas Pat Curran (20-7 no MMA, 10-4 no Bellator) tenta afastar a má fase que o colocou com três derrotas nas últimas quatro lutas, sendo duas consecutivas, uma para Patricio Pitbull (que custou o cinturão) e outra para Daniel Weichel, que conseguiu o title shot às suas custas. “Paddy Mike” faria um interessante duelo contra o jovem prospecto Goiti Yamauchi, mas o japonês radicado no Brasil se contundiu e abriu espaço para Emmanuel Sanchez (10-1 no MMA, 2-0 no Bellator). “El Matador” já tem duas vitórias no Bellator, uma finalização no primeiro round e uma decisão dominante, mas contra competição muito abaixo do nível de Curran.

Pupilo de Duke Roufus e companheiro de treinos de Anthony Pettis, Sanchez é um peso pena grande, forte e explosivo. Ele fatalmente fará barulho no Bellator com mais rodagem, mas se meteu numa barca furada ao aceitar enfrentar Curran com 12 dias de antecedência. Como o ex-campeão também é grande, forte e explosivo, sua maior técnica e versatilidade devem dar conta do prospecto. Uma luta contra Yamauchi talvez fosse mais interessante pelo risco que o nipo-brasileiro oferece no solo, mas é sempre bom ver Pat Curran em ação.

Emmanuel Sanchez vs Pat Curran odds - BestFightOdds

Peso Médio: Joe Schilling (EUA) vs. Hisaki Kato (JAP)

Joe Schilling

Joe Schilling

Se o mote da noite é a pancadaria, nada como abrir o card principal com um encontro entre o kickboxer americano Joe Schilling (2-4 no MMA, 1-1 no Bellator) e o carateca japonês Hisaki Kato (4-1 no MMA). Schilling tinha um retrospecto medíocre no MMA quando não levava o esporte a sério. Ele retornou depois de seis anos se dedicando apenas ao kickboxing com um nocaute antológico sobre Melvin Manhoef. Em seguida, decepcionou o público num combate travado contra o também trocador Rafael Carvalho. Já Kato fará sua estreia no MMA ocidental depois de fazer toda sua carreira no HEAT.

Este é um combate bem difícil de prever, inclusive se ele será desenvolvido na aguardada troca de pancadas em pé. Como Kato tem maior versatilidade quando o duelo vai para o solo, pode-se esperar uma abordagem cuidadosa do japonês em busca de encurtar a distância e derrubar. Esta luta é bem mais equilibrada do que as casas de apostas indicam, mas a maior experiência de Schilling deve ser o diferencial do duelo.

Hisaki Kato vs Joe Schilling odds - BestFightOdds

  • André Guilherme Oliveira

    Cara, esse evento vai ser muito festa. Sou fã do Caveman Rickels, tem as melhores entradas do mma atual, alem de ser um lutador jovem e empolgante. O Schiling ainda tem tempo pra evoluir e mostrar que pode também render bem no MMA, e essa luta está ai pra isso.

    Agora, Cheick Kongo e Drago Volkov vai ser uma luta e tanto, mesmo sendo pesados acho que vai ser uma pancadaria bacana de se ver. Gosto do estilo do Volkov, mas tem que melhorar bastante se quer voltar a ser campeão, e o Kongo no Bellator, tirando aquele péssima apresentação contra o Mo, vem fazendo um bom trabalho.

    • Eu tô achando que o Kongo vai tentar fazer o que ele fez com o Mitrione, no UFC.

  • Danilo Lopes

    Acho que depois dessa audiência podemos esperar várias lutas de veteranos como a da última semana. Eu não acho ruim desde que o card seja tão bom quanto o do sexta.

    • O problema é se o Bellator vai se consolidar como uma organização que precisa de freak show pra ser relevante tendo tantos lutadores legais no plantel.

  • Gutierres Nascimento

    card bem divertido. vendo se vale acompanhar no EI mesmo sem ser ao vivo pra assistir o Legacy também.

  • Malk Suruhito

    Depois daquele nocaute (com assinatura do Lawler), dificil perder alguma luta do Schilling.

    • Lero

      Queria ver Schilling vs Michael Page.

      • Pena que são de categorias diferentes, porque seria maneiro.

    • Você gostou da luta contra o Rafael Carvalho?

      • Malk Suruhito

        Essa eu perdi. E depois que li como desenrolou no dia seguinte, descobri que não tinha perdido nada!

  • Danilo Lopes

    Apesar do cartel o Schilling é sinistro. Ainda vai dar boas lutas no MMA.

    • Sinistro trocando, né? Ele ainda tá longe de ser um lutador de MMA de verdade (como ficou claro contra o Rafael), mas vai dar lutas legais se o Rich Chou der os adversários certos.

      • Diego Cavera

        Cara e vai ter luta dele com o Daley nas regras de kickboxing no Bellator, que porradaria, eles podiam botar Manhoef x Alex Pereira, ou o Arten Levim, essa parceria com o Glory vai ser foda!

        • Não, véi. Daley e Schilling vão lutar kickboxing no Bellator Dynamite, mas não um contra o outro. O Glory ainda vai divulgar os adversários.

          • Diego Cavera

            Que merda, jurei que era um contra o outro hahaha.

            • Eles nem são da mesma categoria. Daley certamente vai lutar com o Koscheck.