As melhores lutas de MMA de 2016 que você provavelmente não viu

O ano de 2016 contou com diversas lutas marcantes nas principais organizações de MMA do mundo. No entanto, aqui passaremos por uma lista dos melhores combates que aconteceram longe dos olhares do grande público.

Com o Natal ocupando o fim de semana e o encerramento de 2016 se aproximando, o momento parece propício para a elaboração de uma lista dos melhores combates do ano. No entanto, faremos com uma pequena diferença para as retrospectivas habituais.

A ideia deste artigo é elencar as lutas mais empolgantes e de maior nível técnico que aconteceram em 2016 e que você provavelmente não viu. Elencamos uma coleção de combates do cenário regional e que puderam ser acompanhados ao longo de 2016 pela coluna MMA Além do UFC.

Para não comprometer a experiência de acompanhar estes animados combates, não listaremos os vencedores ao longo do texto.

Dito isso, vamos às lutas, que estão ordenadas aleatoriamente.

Petr Yan vs Magomed Magomedov (ACB 32)

Abrimos nossa lista com o intenso duelo pelo título do galos do ACB. Os ótimos prospectos Petr Yan e Magomed Magomedov travaram uma batalha de muito atrito, com uma aula de wrestling e muita resiliência para sair de posições desfavoráveis. Além disso, ambos mostraram muito coração para superar momentos complicados ao longo dos cinco rounds disputados.

Anatoly Tokov vs Arbi Agujev (ACB 38)

Uma luta fantástica válida pelo título vago dos médios do ACB. Tanto Anatoly Tokov quanto Arbi Agujev entregaram tudo o que tinham em busca da vitória, o que levou a muitos momentos que chegaram próximos da interrupção ao longo do combate, sobretudo no insano primeiro round.

Yusuf Raisov vs Carlos Alexandre Mistoca (ACB 40)

Um festival de knockdowns no primeiro round combinado com algumas polêmicas durante a luta. Essa foi a receita do embate que colocou Yusuf Raisov e Carlos Alexandre Mistoca em nossa lista e rendeu ao vencedor um bônus de desempenho do evento.

Angela Hill vs Livia Renata Souza (Invicta FC 17)

A segunda defesa do cinturão do peso palha do Invicta FC por parte de Livinha Souza é a primeira luta feminina na nossa lista. A brasileira travou um intenso duelo com a ex-UFC Angela Hill, mas, infelizmente, o duelo não pode ser encontrado na íntegra para ser incorporado ao texto. Ainda assim, merece a menção.

Daniel Willycat vs Zé Reborn (Thunder Fight 6)

Representante do MMA nacional na lista, o duelo entre o prospecto Daniel Willycat e o veterano Zé Reborn movimentou o Thunder Fight 6. Foram pouco mais de treze minutos de trocação, com golpes lançados em um bom volume e diversas tentativas de chutes e socos plásticos.

Alexander Shlemenko vs. Vyacheslav Vasilevskiy (M-1 Challenge 64)

Ex-campeão dos médios do Bellator, Alexander Shlemenko foi pego no antidoping e suspenso nos Estados Unidos. Assim, retornou à Rússia para participar do torneio da categoria no M-1 Challenge. Por conta de lesões, acabou enfrentando Vyacheslav Vasilevskiy tanto na semifinal quanto na final, com os dois entregarando combates dignos dessa lista nas duas oportunidades. Fiquem aqui com o primeiro duelo.

Sergey Morozov vs. Pavel Vitruk (M-1 Challenge 64)

Esta foi a segunda semifinal do torneio que definiu o campeão inaugural dos galos do M-1 Challenge. Os competidores Pavel Vitruk e Sergey Morozov travaram um intenso duelo recheado de possibilidades, com muitas trocas de vantagem ao longo de sua duração.

Anthony Leone vs. Rasul Albaskhanov (ACB 49)

O combate menos violento da lista traz um confronto que praticamente se passou como uma luta de grappling. Anthony Leone e o ex-desafiante ao cinturão dos moscas do ACB, Rasul Albaskhanov, fizeram um animado embate no solo, com diversas tentativas de finalização, transições e trocas de posição.

Erson Yamamoto vs. Kizaemon Saiga (RIZIN FF 2)

A estreia do sobrinho de Kid Yamamoto rendeu uma das melhores lutas de 2016. Mostrando muita desenvoltura para um atleta sem experiência profissional no MMA, Erson Yamamoto travou um acelerado duelo contra Kizaemon Saiga. O que se viu foi um movimentado embate entre as plásticas quedas de Erson e os violentos ataques que Saiga desferia, principalmente contra o corpo do estreante.

Blagoy Ivanov vs Josh Copeland (WSOF 31)

O decágono do WSOF presenciou a melhor luta da categoria dos pesados em 2016. O campeão Blagoy Ivanov fez sua segunda defesa ao encarar o ex-UFC Josh Copeland. Os dois mostraram preparo físico acima da média para a categoria e aguentaram os melhores golpes que o adversário podia aplicar. O principal momento do combate aconteceu após o retorno de uma interrupção médica para checar um sangramento próximo ao olho de Ivanov, com ambos trocando socos com as piores intenções em ritmo alucinado.

Eduard Vartanyan vs Alexander Shabliy (ACB 49)

A ótima luta principal do ACB 49 viu tanto Eduard Vartanyan quanto Alexander Shabliy entregarem tudo o que tinham, fazendo com que o combate quase fosse interrompido em múltiplas oportunidades, sobretudo nos dois primeiros rounds.

Tha Pyay Nyo vs Kyal Syn Phio (ONE Championship 40)

Naquela que provavelmente pode ser definida como a melhor luta de baixo nível técnico do MMA em 2016, Tha Pyay Nyo e Kyal Syn Phio passaram três rounds lançando golpes em alto ritmo com as piores intenções, rendendo uma bela interrupção.

Irwing Rivera vs Jose Ceja (Legacy FC 52)

Em uma enorme demonstração de coração, com dois atletas exibindo queixos de titânio, o duelo entre Irwin Rivera e Jose Ceja, que abriu o Legacy FC 52, levou o público ao delírio, com uma troca intensa de golpes muito pesados.

Leandro Higo vs Joey Miolla (RFA 37)

Na luta mais curta de nossa lista, Leandro Higo
e Joey Miolla entregaram pouco mais de dois minutos de movimentação intensa e troca de posições na briga pelo cinturão vago do galos da RFA, em abril.

Kevin Aguilar vs Tony Kelley (Legacy FC 57)

Depois que Damon Jackson assinou com o UFC e deixou o cinturão dos penas do Legacy FC vago, Kevin Aguilar e Tony Kelley foram escalados para tentar conquistá-lo. Em um confronto entre o kickboxing com muitas trocas de base de Kelley e a postura mais ortodoxa de Aguilar, o resultado foi um combate extremamente movimentado, passando por todas as facetas do MMA.

Angela Lee vs Mei Yamaguchi (ONE Championship 42)

Para encerrar, outra luta feminina e talvez a mais divertida da lista. O ONE Championship 42 marcou a disputa do seu cinturão inaugural peso palha. Em busca do título, as concorrentes Angela Lee e Mei Yamaguchi travaram uma guerra em alto ritmo no solo, com muito giro e tentativas infinitas de finalização. Deixamos um destaque para o insano terceiro round.

Curtiram as escolhas? Algum excelente combate de 2016 ficou de fora? Qual o seu favorito? Deixem suas opiniões nos comentários.

  • James sousa

    Petr Yan vs Magomed Magomedov e Angela Hill vs Livia Renata Souza são as que eu já tinha visto e as duas em vt .
    goso muito da Angela Lee tem só 20 anos e tem um bom futuro

    • João Gabriel Gelli

      Lee deve ser a melhor promessa da categoria atualmente. Espero que o ONE encontre adversáias boas pra ela.

  • Gabriel Carvalho II

    Espero muito que o ACB faça a revanche entre Yan e Magomedov. Essa é uma das melhores lutas do ano fácil.

    • João Gabriel Gelli

      Certamente está no meu top 10 e mais próxima da quinta do que da décima posição. Eles tentaram remarcar pro ACB 48, mas foi cancelada e o Magomedov acabou enfrentando o Oleg Borisov no último evento.

      Acho que, se eu tivesse que recomendar só duas lutas da lista, minhas escolhas seriam essa e a da Angela Lee.

  • Gabriel Carvalho II

    Só achei que ficou faltando uma luta aí que ninguém viu: Max Holloway vs. Anthony Pettis. O sinal do Combate caiu e quase ninguém viu hahahahhaha

  • Bruno Fares

    Baita lista JGG! Parabens!

    • João Gabriel Gelli

      Pesquisa mais legal que já fiz pro site.

  • Rafael Oreiro

    Lista SENSACIONAL!

    • João Gabriel Gelli

      Gradicido.